República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Tesconjuro, Flamengada!

Por | 14 de novembro de 2019
capabb
27 Comments
  • author avatar
    Jonnatas 3 semanas ago Responder

    Texto fera Arthur. Demais.

  • author avatar
    Thelmo Melgaço dos Santos 3 semanas ago Responder

    Em minha humilde opinião de torcedor de Sofá-Led, só deixo duas importantes dica para o Jorge Jesus: descansa todos os titulares no domingo e muita, mas muita malandragem na Final da Libertadores. Toda malícia contra os anti-éticos e sarados argentinos é pouca.

  • author avatar
    Carlos Moraes 3 semanas ago Responder

    Como há vários comentários considerando frango o quarto gol vascaíno, vou sair (não do gol), mais uma vez, em defesa do Diego Alves, que poderia ter defendido a bola, sem que, no entanto, se pudesse falar em frango.

    Pelo menos na minha época de Maracanã, semanalmente, frango era falhar clamorosamente, bem diferente de uma bola em que existisse a possibilidade de defesa, como aconteceu ontem.

    Bola na pequena área é do goleiro, uma máxima do futebol.
    Até aí, tudo bem. Deveria ser, portanto, do Diego Alves.

    Recordemos o lance.
    Falta do excelente Arrascaeta, por sinal desnecessária, próximo à lateral esquerda de nossa defesa, onde, ontem, Filipe Luís deixou a todos, por incrível que possa parecer, com saudades do René.
    Cobrada para o interior da área, Diego Alves saiu mutíssimo bem da meta e socou a bola para bem longe, além da nossa intermediária.
    Aí está um detalhe fundamental, que vou repetir – saiu muitíssimo bem da meta.
    Se saiu, teria obviamente que voltar, numa área super congestionada.
    A bola caiu, como não poderia deixar de ser, com jogadores do Vasco, eis que os nossos estavam TODOS recuados.
    A deu para B que mandou a bola novamente para o interior da área.
    Neste momento, obrigatoriamente, Diego Alves estava recuando.
    Apesar de tantos jogadores rubro-negros na área, a bola foi cabeceada pelo zagueiro vascaíno Henriquez, um pouco para frente e para a esquerda.
    Novamente os nossos defensores falharam, MUITO MAIS que o goleiro, permitindo que o Ribamar metesse a cabeça na bola, sem a menor oportunidade de perder o gol.
    Diego Alves chegou tarde, é verdade inquestionável, não dificultando a ação do atacante rival.
    Poderia ter chegado na frente deste, há que se indagar.
    Poderia, sim, mas era tarefa bem difícil pelo que acabo de explicar.

    Percebo que há, não consigo descobrir o motivo, uma terrível implicância com o Diego Alves.
    Muitos estavam loucos que acontecesse uma jogada como a do minuto final de ontem, para que, até em júbilo, pudessem dizer – ^bem que avisei. Este goleiro não é de confiança^.
    Da minha parte, não tenho a menor dúvida.
    NÃO FOI FRANGO.

    Chateadas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

    • author avatar
      João Neto 3 semanas ago Responder

      Carlos, não foi frango. Uma falha de posicionamento. Nessa reta final de Brasileirão e do esperado jogo da final da Libertadores, torço para que todo o sistema defensivo tenha um ótimo desempenho.

      SRN

      • author avatar
        Carlos Moraes 3 semanas ago Responder

        Sim, mas mesmo a falha de posicionamento foi motivada pela primeira e correta saída do gol, quando conseguiu mandar a bola para bem longe da nossa área.

        SRN

Deixe seu comentário