República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Minha Sogra Parece Sapatão

Por | 15 de julho de 2021
24 Comments
  • author avatar
    mauro 10 meses ago Responder

    Bom dia a nação. Parabéns ao Arthur, esse foi seu melhor texto esse ano. Concordo integralmente e ainda providenciou de nao colocar política no meio, apenas uma pitadinha do 9 dedos.

  • author avatar
    JORGE GAUCHO 10 meses ago Responder

    CIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIINCUUUUUUUUUUUUUUUUUM !!!!!!!!!!!!!

    95 minutos de futebol.
    95 minutos de supremacia em campo.

    Venham ver a Boa Nova! Mengão ressuscitoooooou !

  • author avatar
    Miguel 10 meses ago Responder

    “O time era os escombros do time do Rogério Ceni, que por sua vez nasceu das escavações que Domènec Torrent realizou nas ruínas históricas do time de Jorge Jesus.”

    Taí a melhor definição pro Flamengo da última quarta-feira rsrsrsrs. Mas pra ser sincero, não acho que pra vencer a LA o time precise reviver os “momentos JJ”. Um “misto de Doménec-Ceni com uma defesa mais sólida e arrumada” já seria o suficiente.

  • author avatar
    Marcelo 10 meses ago Responder

    Sempre rico e farto de adereços tornando a coisa mais bonita, mas como somos contemporâneos e temos o ótimo gosto no esporte betão da era Zico e cia, não somos metidos igual o tal do Usher, um bifinho mal passado com fritas, mas com raça, amor e paixão, estes temperos, nunca abriremos mão!!!!!

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 10 meses ago Responder

    Se nós acreditarmos que foi uma calamitosa coincidência os grandes nomes do time jogarem tão mal, tais como Arrascaeta, Gabigol e Everton Ribeiro,raridade, mas tudo pode acontecer e isso contribuiu para a atuação ruim, tudo que bem. Mas se foi o contrário: os três citados jogaram mal devido ao sistema de jogo do Renato, tudo que mal. Neste caso, doravante (famoso personagem feminino de Luis Fernando Veríssimo) vamos sofrer muito.

  • author avatar
    Flavio Tanaka 10 meses ago Responder

    Mais uma resenha irretocável, em total oposição a atuação flamenga.

    De tão ruim que foi a apresentação, resta-me a esperança de que só podem melhorar de hoje me diante. Afinal, jogar pior que na argentina, seria preciso um esforço hercúleo de todos. Fico impressionado como equipes argentinas, modestas, causam sustos nos melhores times do brasil, seja como mandante ou visitante. Ainda que invistam uma fração do dinheiro despejado nas equipes das terras brasilils.

  • author avatar
    Ogrão 10 meses ago Responder

    Olhando pelo lado positivo, o time provavelmente vai melhorar nos próximos jogos, até por uma questão de ser praticamente impossível jogar pior do que jogou na quarta.

    Pensando no jogo de domingo, tomara que ainda esteja fresca na lembrança do Renight a memorável ovada que levou jogando pela Seleção na Velha Fonte Nova, arremessada pela mesma torcida do Jahia que estará à beira de um ataque de nervos no domingo, pois todos sabem que as partidas contra o Flamengo são os dois jogos mais importantes que eles têm todo ano (quer dizer, todo ano em que conseguem disputar a Série A, o que não é sempre que acontece). Se houver nas veias do nosso treinador um mínimo de sangue que seja, faltará pouco para que o próprio entre em campo e jogue até mais que o time inteiro apenas pelo prazer de sacanear hoje quem lhe arremessou o zigoto galináceo ontem. Sendo assim, tal ovo será, para a torcida, até mais valioso que um Fabergé daqueles que custam muito mas não prestam nem pra ganhar uma corzinha na casca e ser servido como tira-gosto.
    Não tem que poupar ninguém. Tem é que botar pra jogar, mesmo. Até pelo treino. O Flamengo não pode se dar ao luxo de dois jogos seguidos como foi o de quarta.

    • author avatar
      ORLANDO SILVA 10 meses ago Responder

      Concordo. Obviamente que a situação atual do técnico não é nada normal (estrea na véspera, time com maioria ausente, jogar na Argentina com frio desgraçado e sem treino com os boleiros que jogaram), porém, nada de entrar contra o Bahia com time reserva; é possível sim escalar a equipe com titulares ou até mesmo com time misto. Jamais com reservas. Não podemos mais vacilar no Brasileirão. Então o Renato deve pensar jogo a jogo e seja sensato: jogar com time pra vencer.

  • author avatar
    Henrique 10 meses ago Responder

    O Remanita nao tem nada a ver com o que aconteceu em campo.
    Isso tem que ser bem claro, por menos que eu goste desse sujeito, vamos ser justos.

    O que jogamos nao foi futebol à la Remanita.
    Foi um horror individual e coletico.

    O Remanita deve ter pregado cuidado defensivo o que é justo e nao quer dizer que o time nao precisa ir inteligentemente pro ataque, convenhamos.
    Esse de nao conseguir ir pra frente foi culpa integralmente dos jogadores.
    O adversario dificultava, claro, e muito bem, mas pelo amor de Zico, nao sao time de campeoes, né.

    Quem por exemplo elogia o Diego A parece que se esquece que esse errou TUDO nas saidas de bola. Desde o primeiro segundo de jogo se comportou como um goleirinho de 18 anos que peida por medo de jogar numa liberta.
    Se esquece que esse saiu 2 ou 3 vezes bisonhamente em bolas alçadas, como goleirinho.
    So porque defendeu 2 chutes mais dificeis (mas nada de indefensavel) nao é razao para elogiar.
    Para alguma coisa que preste esse senhor foi escalado, nao?

    O Remanita nao pode ser culpado pelo nao-futebol jogado pela maioria dos atores.

    Ninguem escala jogadores se dizendo que esses nao vao jogar nada, absolutamente nada.
    Se um Arrasca erra tudo (fora UM unico passe), um ER idem, de um TM e Joao nem falo, os chutoes pra frente (nada de mal por si) sao TODOS (100%) ganhos pelo adversario e o rebote perdido no duelo, isso se os chutoies nao vao pelas laterais pra fora …. o que qq tecnico desse mundo pode fazer?

    Bem, pode trocar um ou outro.
    Acho que ai residiu o unico erro do Remanita.
    Trocou pessimamente, como estavamos acostumado com o Ceni. Quem sabe talvez até superou esse … ?

    Bem, tb nao foi pelas trocas que nao jogamos nada. Foi um conjunto de erros individuais, unforced errors a esmagadora maioria.

    E, numa analise, temos que levar em conta que existe sim um adversario em campo. O DyJ jogou muito bem coletivamente.
    Nao ha a minima razao para se sentir seguro para o jogo de volta.
    Vamos deixar isso bem claro.

    Alias, o Becca poderia ser um tecnico pro Flamengo. Sabe jogar modernamente, expremer tudo, tudo mesmo, de seus jogadores e é um louco varrido como o JJ, ninguem tem um segundo de sossego durante o jogo.

    Em dezembro (mais tardar) o Remanita vai ser defenestrado e ai poderia ser a vez de um tecnico de verdade.
    Até la …. vamos ver o que vai acontecer.

    SRN preocupadissimas

    • author avatar
      Guilherme Silva 10 meses ago Responder

      Ola Henrique, desculpa a pergunta, na verdade é meio retorica, mas vi em outro post q vc ja tem 70 anos de idade? Pela escrita, sei lá pq, eu jurava que vc fosse meu contemporâneo (~40), espero que não se ofenda 😀

      E mais uma descoberta, vc mora na Suíça? Coincidentemente eu tb! Estou em Baden, perto de Zurique e vc? Bora fundar (se ainda não existir) a Fla-Suíça! 🙂

      SRN

      • author avatar
        Henrique 10 meses ago Responder

        Oi Guilherme! Somos vizinhos, moro em Kilchberg, perto de Thalwil, depois de Wollishofen (da Rote Fabrik).

        E sim, tenho 70 anos e nao posso julgar como meu “estilo” de portugues ruim e basico é sentido pelos leitores. E nem saberia escrever de outra forma ….
        Me desculpa ou nao, entao.

        Fla-Suiça é uma boa ideia. Nao sei se existe. Como tem muitos brasileiros aqui desde alguns anos, é bem possivel.
        De vez em quando um me para na rua e diz: “Voce é flamenguista?” (adesivo no carro)

        Abraçao e SRN de Kilchberg!

      • author avatar
        Dunlop 10 meses ago Responder

        Meu irmão fundou a Fla-Qatar em Doha. Procurem por ele nas redes sociais que ele dá o caminho. Chama Marcos Dunlop. SRN

        • author avatar
          Henrique 10 meses ago Responder

          Valeu, Dunlop!
          Vamos ver o que podemos fazer. O chato por essas bandas sao os horarios. Prohibitivos para os nao-aposentados.
          Ja pra mim nao tanto.
          Mas convenhamos que assistir joguinhos du karai, aqueles chatos mas que tem que ser jogados, e que terminam as 4.30 da madruga … até pra mim fica dificil.
          Em Doha devem estar adiantados, né. Pegam na madrugada os jogos?
          E nisso que da sair do paizao …
          SRN

  • author avatar
    Aureo Rocha 10 meses ago Responder

    A vidente se equivocou. O desastre não foi de avião, porém dentro de campo mesmo.

    Quando o pequenino Michael se transforma em gigante, ofuscando Arrascaeta, Gabigol e Everton Ribeiro, alguma coisa deve estar fora do lugar.

    Como foi a primeira partida sob o comando do Renato Gaúcho, vou aguardar as próximas atuações desse time.
    Após, melhor direi.

    SRN!

    • author avatar
      Ogrão 10 meses ago Responder

      A melhor definição. O desastre foi em campo. Seu comentário foi… áureo!

  • author avatar
    Daniel Lira 10 meses ago Responder

    Tenho fé que o Flamengo vai melhorar com o Renight. Pelo menos um pouquinho. Rsrs….

    SRN

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 10 meses ago Responder

    Estou horrorizado com o que vi ontem. Minha esperança é paradoxal: estou torcendo para que aquele horror de ontem tenha sido função de erros individuais, não passou de uma coincidência raríssima em que Gabigol, Arrascaeta, Everton Ribeiro não jogaram porríssima nenhuma (ainda bem que o Diego Alves ficou fora) e só por isso o time não jogou nada. Pode acontecer, ainda mais com a síndrome pós seleção vigente. Agora se foi o contrário, se os citados não viram a cor da bola pelo “novo” esquema de jogo ou que lá diabo seja, imposto pelo Renight, estamos fudidos e mal pagas, pois equivale a dizer que vamos jogar assim até aos fins das eras.
    Talvez ainda seja muito cedo para dizer o tal: éramos felizes e não sabámos.

  • author avatar
    CARLOS MORAES 10 meses ago Responder

    Concordo plenamente com o artigo.

    Há muito tempo, não assistia a uma exibição tão pobre e ao mesmo tempo tão ridícula como a de ontem.
    Até o gol foi rigorosamente acidental.
    Não tivemos posse de bola, não tivemos jogadas de gol, à exceção, no segundo tempo, de uma boa conclusão do Gabigol defendida com o pé pelo goleiro adversário.
    Diego Alves, destacadíssimamente, foi o nosso melhor jogador, aliás o ÚNICO a se salvar, ao mesmo tempo que nos salvava de uma derrota inglória.

    Se não melhorarmo MUITO, domingo perderemos para o Bahia.
    Há que se considerar o novo técnico.
    Já como jogador tinha uma sorte impressionante – basta citar o mundial contra o inexpressivo Hamburgo e 0 fatídico gol de barriga –
    mas, por outro lado, amplamente merecedor de jogar pela Seleção brasileira, que, diga-se, não era essa porcaria da Copa América.
    Como técnico, retranqueiro total, sempre considerei muito fraco.
    A sorte, no entanto, continuava presente, tanto que fez a final de uma Libertadores contra o pequenino Lanus, time sem a menor tradição no antigamente poderoso futebol argentino.
    Ganhou, mas, em seguida, pagou um tremendo vexame, pois seu time foi o única a disputar uma final de Mundial sem sequer dar um chute na direção do gol.
    Perdeu de 1 x 0, uma vitória para os seus propósitos defensivistas.
    Como bem diz o Bill Duba, um perfeito “técnico gaúcho de merdda”.

    Resta esperar, levando-se em consideração que, pelo que aconteceu nos primeiros sete jogos das oitavas, há uma acentuada probabilidade da Libertadores se transformar em uma Super Copa do Brasil.

    Aborrecidas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    vicentaum 10 meses ago Responder

    Nem vou comentar sobre o jogo de ontem. Eu quero falar é do próximo, domingo na Bahia.

    Poupar é o caralho! Força total!

    Pra mim é inaceitável desvalorizar nosso campeonato nacional em detrimento das copas.

    SRN ENCABREIRADAS

  • author avatar
    Maura 10 meses ago Responder

    Isso é o que temos pra hoje… não adianta nada jogar bem e perder, como bem lembrado, quando ainda sentíamos orgulho de torcer por nossa seleção, 1982 nos deixou um gosto amargo!

  • author avatar
    Rafael 10 meses ago Responder

    Ser campeão jogando feio é até bom, mas não tem nada de divertido. É um prazer meio oco meio ralo, como comer a mulher mais linda do bairro, frígida como um iceberg, chata como o personagem do Poe. Você tira onda com os amigos, mas gozar mesmo, nada. Volta, Jesus!

  • author avatar
    chacal 10 meses ago Responder

    quase tive uns oito infartos na noite de ontem,mas deu tudo certo e isso é o que importa !
    foi um jogo de libertadores ,de um lado um time brasileiro e do outro um argentino,neguinho queria o que?
    bicho pega mesmo e ninguem melhor que o gaucho pra saber disso.
    a tática foi a seguinte,fez gol,põe o time todo pra defender e esperar o apito final.
    isso é libertadores !

    SRN !

  • author avatar
    BRUNO MACIEL 10 meses ago Responder

    Ganhar jogando mal é melhor que perder jogando bem. Mas, eu achava que havíamos passado dessa fase . Bem-vindo ao planeta dos macacos. Ontem parecia o Grêmio jogando. Se jogar da mesma forma e não tiver a mesma sorte. A classificação já era. Há derrotas e vitórias que não iludem. O tempo nós ensina.

  • author avatar
    Pedro Guedes 10 meses ago Responder

    Mais um texto irretocável!
    Mas se parte da torcida já ficou bolada ontem, imaginem quando jogarem apenas os reservas nas partidas do Brasileirão.
    Não acredito que o Renato vai fazer uma revolução tática e nos brindar com atuações dominantes, mas acho que ele pode extrair um algo a mais dos atletas individualmente. E com nosso elenco isso pode ser suficiente.

Deixe seu comentário