República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Um Dia Ideal Para os Peixes-Banana

Por | 5 de outubro de 2019
capahelo
4 Comments
  • author avatar
    Rasiko 2 semanas ago Responder

    Cabô minha paciência com o var! Depois de ver e rever uma porrada de vezes ficou claro que o Flamengo foi “operado” na maior cara-de-pau. Mas, ironicamente, a gota d’água que transbordou a xícara de chá, que não é a do mestre zen, veio através do pênalti marcado contra o Inter x Cruzeiro. De novo o var se mete onde não foi chamado e de novo erra. O ser humano tem sido useiro e vezeiro em inventar tecnologias fantásticas que a plebe ignara não sabe como aplica-la de maneira inteligente. Estão aí a televisão, o computador – ou, mais especificamente, a internet – e o celular pra não me deixar mentir. Os amigos do RP&A têm esperanças ilusórias de que, com o tempo (quanto?) e a prática tudo vai melhorar. Pra mim, que não confio nem um pouco nessa espécie desgraçada (de sem graça, com exceção das belas mulheres que Arthur e eu apreciamos), é um caminho sem volta. Mais uma vez citando meu primo, o universo e a estupidez humana são infinitos – e eternos, eu acrescento.

    O var vai acabar acabando com o futebol.

    srn p&a

    • author avatar
      Rasiko 2 semanas ago Responder

      Assistir os comentários do Gérson Canhotinha depois dos jogos, é hilário. O cara além de saber tudo e impagável.

  • author avatar
    ORLANDO DE SOUSA SILVA 2 semanas ago Responder

    Caro Arthur,
    Concordo em tudo que digitastes. Os porcos de plantão estão à espera de um vacilo do Mengão para de forma gananciosa publicá-los no estilo “escrevi primeiro”, para ganharem os holofotes da imprensa bairrista. Não, amigo, não vai ser dessa vez, que terão nosso sangue. Mengão deve ganhar sem traumas. Só questão de algumas horas… abs.

  • author avatar
    João Neto 2 semanas ago Responder

    Arthur, pesquisando a obra do citado autor vem a explicação de que os transtornos mentais do personagem ( Seymour Glass) são decorrentes dos resquícios da guerra. Ao se referir aos peixes-bananas que são devorados por seus pares, ele está se referindo aos mortos na guerra e das diversas maneiras de consuma-la (agem como porcos-sem regras). A engorda e a impossibilidade de ultrapassar a abertura de saída, é referência da impossibilidade de esquecer os fatos e mortes. Uma lembrança constante que se faz sentir inútil. Morto.

    Voltando às quatro linhas, a única certeza que tenho é que não podemos ficar sem Arrascaeta, Rafinha, Filipe Luís e Gérson. Os demais são todos substituíveis.

    Só uma atuação desastrosa para não conseguir o objetivo. Acho improvável.

    Quanto aos seca-pimenteiras, já nem assisto a programas esportivos. Salvo, Mauro Cezar Pereira. Os demais são cansativos e sem assunto.

    Mister saberá lidar com esses problemas. Na calma.

    SRN

Deixe seu comentário