República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Se Construir Eles Virão.

Por | 4 de janeiro de 2017
53 Comments
  • author avatar
    Angelo Maximo 5 anos ago Responder

    Embora seja um alento termos o estádio da Portuguesa a nosso dispor, não me sinto “dono”, me sinto um inquilino que, quando acabar o contrato o senhorio vai meter um pé na bunda e dizer: mete o pé que tem outro interessado, pagando mais, claro.
    O Flamengo precisa ter um estádio para chamar de seu, nem que seja a Gávea, reformada. Só assim vamos calar o bacalhau (FlorminenC não tem estádio e o Foguinho não pode ser dizer dono do Engenhão, já que ficou sem o mesmo durante as olimpíadas) que alarda para a terra e o céu que é o único que possui estádio, entre os grandes do RJ.

  • author avatar
    Grande Pássaro 5 anos ago Responder

    É claro que a diretoria e o Zé tem suas falhas, e como eu digo faltam atacantes e demoram muito para definir e contratar, e é claro que com Everton e Gabriel que possuem juntos menos gols que o Mina fica difícil sonhar com títulos, é claro também que todos tem direito de defender ou de elogiar, e com esse direito vou descordar dessa turma que simplesmente odeia essa diretoria, e queria saber de onde e porquê tanto ódio, será que alguém perdeu a boca dos velhos tempos da baderna? De quando o Flamengo chegou perto de falir e fechar as portas, aquele tempo que vendiam as jóias a preço de banana pra pagar a água e a luz e traziam jogadores em fim de carreira com salários astronômicos( acabavam não recebendo o salário) como se fossem Deuses do futebol, só farreavam, o Flamengo era uma farra mesmo, não ganhavam título algum e ainda saiam processando o clube, vide Romário, Edmundo, Dentuço e Vampeta, este por sinal que fingia que jogava porquê fingiam que o pagavam, pura mentira no que diz fingia que jogava, nunca jogou nada, e depois que saiu do Flamengo não serviu nem pra gandula por pura incompetência, deve estar só comendo viado e dando a bunda, isso ele gostava muito segundo seu próprio relato. Aprendi a torcer por um Flamengo campeão nos anos 80, depois ví as desgraças das décadas seguintes em que o Flamengo era mais piada que time e só tinha a torcida pra se orgulhar, perdendo títulos pra Santo André, perdendo pontos pra time já rebaixado e qtas vezes me peguei torcendo para Corintians, vasco e outros rivais, torcendo pra ganharem do concorrente direto do Flamengo ao rebaixamento, isso é muita humilhação, torcer pro maior rival pra fugir de um rebaixamento ou de uma zona de confusão, e olhem só, tem muita gente aqui com saudades, eu não, vão tomar no brioco, hoje o time é respeitado, jogadores sonham em jogar no Flamengo, e não é qualquer America MG ou Figueirense que vem pra cima sabendo que é presa fácil, qtas vezes ressuscitamos morto no passado. Devagar a coisa vai engrenar, apenas expressei meu direito de opinar, e aos integrantes da ABL, desculpem algum erro, ou por não escrever um texto em forma de poema ou com palavras saídas do dicionário.

  • author avatar
    Grande Pássaro 5 anos ago Responder

    Só acho que tá muita enrolação para contratar pontas, nosso setor mais deficiente hoje, na verdade hj é totalmente inoperante, servem mais pra marcar que atacar, nunca ví isso, atacante entrar porque ajuda na marcação, mas é nulo no ataque, e nosso maior exemplo é Gabriel, com o que temos é pra entrar pensando no 0x0 e torcendo pra quem sabe Diego e Guerrero arrumar um golzinho. Ou contrata ou põe logo a base pra jogar e ganhar experiência, não se iludam, com o ataque que temos é no máximo carioca e olha lá.

  • author avatar
    Romano 5 anos ago Responder

    Ficou feio mesmo.

    Até o Vagner entrou nessa onda de “professores de flamenguismo”, cujas lideranças passaram o ano de 2016 utilizando nicks falsos para atacar os outros comentaristas bem escondidinhos.

    Parece que em 2017 nada vai mudar.

    Até o sensacional Rasiko virou alvo.

    Daqui a pouco vão sugerir mudar o nome do blog para República do Elogio.

    Um foro destinado apenas a elogiar o Zé, o Jayme, o Márcio Araújo, o Gabriel, o Cirino, o Bandeira, o Rodrigo Caetano Virgem de Taças, dentre outros.

    O lema?

    “Critica teu cu”

    SRN

  • author avatar
    Alessandro Matos 5 anos ago Responder

    Sabe, é incrível como tem pessoas que não aceitam opiniões diferentes das suas , e pelo simples fato de não está em sintonia com a sua começam a desmerecer a opinião contrária, queria ter o dom da escrita e colocar tanta coisa aqui, mas não tenho é bato palmas pra quem consegue colocar tudo que pensa em poucas linhas, no caso o bom baiano e o rasiko são feras.
    Fico a pensar, como podem dizer que eles são botafoguense pelo simples fato de não concordarem com as opiniões do FCZFC, eu não sei se é sacanagem ou estão falando sério.
    Gosto de ler muito, acho que por isso não reclamo do tom professoral do Vagner, adoro as sacadas do bom baiano Edvan, o rasiko então, um cara que sabe o que escreve.
    Acho que se pensam que os dois não são flamenguista , realmente isso é caso de internação, pois é sintoma de demência, loucura total, ou serei eu o louco juntamente com o rasiko e bom baiano Edvan, brincadeiras a parte, não tem cabimento esse pensamento.
    O fato é que o tempo é o senhor dá razão, não tem melhor remédio que esperar pela resposta do tempo, e nem por isso , alguém vai ser menos ou mais flamenguista, por ter opiniões diferentes.
    Ano passado teve gente usando bola de cristal e profetizando o que faltava acontecer para o Flamengo ser campeão, bem que eu queria que se tornasse realidade, mas as profecias dos Nostradamus fajutos não aconteceu, o tempo e só o tempo é o senhor dá razão.
    Espero que parem com essa patrulha de como ser Flamenguista de verdade, pois eu não sei como ser esse tal de flamenguista de verdade, eu só sei que amo o Flamengo de coração vermelho como o rasiko e o Edvan.
    Como é bom ser Flamenguista e saber que tem muita gente que ama o Flamengo de coração vermelho e de alma assim como o rasiko , o bom baiano Edvan e eu.

  • author avatar
    Vagner BSB - SSA 5 anos ago Responder

    CHEGA DE “BOTAFOGUISMOS”!!!

    Já estou bem cansado de ler as mesmas bobagens de torcedores rubro-negros a respeito do time e do elenco.
    E ainda tem gente que reclama da diretoria do time… vai entender.

    Não que eu espere que os torcedores do Flamengo sejam coerentes, meticulosos e racionais. Mas, tem uma galera que parece torcer para o Foguinho e que está fazendo as vezes de rubro-negro por aqui. É muito chororô… e sem nenhuma explicação plausível.

    Eu, como sempre, e por ser rubro-negro sem traços botafoguísticos, estou alinhado às esperanças do nosso grão-mestre Arthur.
    O ano de 2017 começa com perspectivas que não tínhamos há décadas. E não estou exagerando, são décadas mesmo.
    Um ano em que todos olham para o Flamengo (exceto os pessimistas de plantão) e veem que a coisa está muito bonita. E que as promessas de bons resultados não são utopia ou ufanismo exacerbado.

    O trabalho consistente e bem feito fez com que o Flamengo chegasse ao patamar que eu sonhava no final de 2012. Escrevi literalmente isso aqui: “Planejamento e “casa em ordem” é o que permitem que clubes como Bayern de Munique, Real Madrid e Manchester United disputem TODOS OS TÍTULOS TODOS OS ANOS!!! Será que os torcedores imediatistas não conseguem aprender isso?? Eu não quero ser campeão carioca de 2013. Quero disputar, com chances de vencer, o carioca de 2014 e seguintes; o Brasileiro de 2014 e seguintes; a Libertadores de 2014 e seguintes e o Mundial de 2014 e seguintes. Mas, para isso, é NECESSÁRIO ORGANIZAÇÃO!!! Espero que essa ideia “entre” na mente obscura de alguns torcedores. SRN” http://globoesporte.globo.com/rj/torcedor-flamengo/platb/2012/12/18/a-arte-bastarda-da-administracao-de-expectativas/

    A ideia da organização (a duras penas) entrou na mente obscura de alguns torcedores do Flamengo que insistiam em não ver o óbvio. Mas, como preconizado por Schopenhauer, a “verdade” sempre prevalece. Mesmo quando é ridicularizada e combatida.
    E cá estamos nós, DE NOVO, diante de uma nova “verdade” que está sendo combatida. E que “verdade” é essa? A de que o trabalho no futebol precisa gerar frutos instantaneamente. Caso contrário, estará errado.

    Mas, peraí, que resultados são considerados?? Apenas um tipo: título da competição.
    Nada mais serve e, na mente dos rubro-negros mais exaltados, nunca servirão. Mesmo que sejam passos necessários para a conquista dos desejados títulos. E é aí que surgem os famigerados “botafoguismos”.
    Surgem na forma de reclamar que jogador X ou Y não poderia jamais vestir as cores do Flamengo. Ou quando reclamam de algo que foge do controle da diretoria (como o controle do Maracanã). Ou, até mesmo, quando reclamam ou não dão os devidos créditos aos personagens que se destacaram na subida de patamar do clube e do time.

    O clube fechou o ano de 2016 com a relação dívida/receita abaixo de 1 pela primeira vez em décadas. E isso porque saiu de uma dívida monstruosa de R$ 750 milhões a menos de 4 anos. Ainda assim, tem gente que chama os dirigentes de usurpadores de poder, entre outros nomes mais feios.
    O time fechou o campeonato brasileiro de 2016 com 71 pontos. É a melhor marca do Flamengo na história dos campeonatos de pontos corridos. O time jogou 34 dos 38 jogos do campeonato fora do cidade do Rio de Janeiro. Viajou como nenhum outro time jamais viajou durante o campeonato. Mandou seus jogos em Brasília, São Paulo, Natal, Cariacica e Volta Redonda antes de, finalmente, poder jogar no Maracanã (já na 32ª rodada do campeonato).
    Além disso, foi prejudicado várias vezes pela arbitragem na competição. Especialmente quando enfrentou clubes paulistanos.

    E, mesmo com tudo isso, tem gente achando que foi tudo errado. Dizem que a zaga é péssima (mesmo tendo levado 35 gols em 38 jogos), mas se esquecem que essa zaga foi a 2ª melhor do campeonato. E esquecem-se que, durante 8 rodadas, a zaga contou com Wallace e/ou César Martins em campo. E que só tivemos a efetivação de Réver/Rafael Vaz a partir do jogo contra o Cruzeiro.
    Dizem que o time só engrenou com a chegada do Diego (na 21ª rodada do campeonato). E esquecem-se de dar os méritos aos demais jogadores que colocaram o Flamengo, naquele momento, em 5º lugar a 5 pontos do líder. Distância que acabou subindo pra 9 pontos no final do campeonato.

    E, finalmente, a pior das injustiças: o não reconhecimento do grande trabalho do técnico Zé Ricardo.
    Parece que o povo não quer admitir o óbvio que foi a melhora do time com a saída do Muricy Ramalho e a chegada do Zé.
    Não querem dar o braço a torcer por causa da escalação de um jogador ou outro. E esquecem de ver como o time é extremamente bem treinado e bem posicionado em campo. E que, se tivesse a mesma condição física dos adversários no final do ano, poderia ter ganhado o título. Mas, as pessoas que querem criticar simplesmente esquecem os detalhes importantes.

    Tem gente que fala que o Zé é retranqueiro por causa do jogo contra o Botafogo no dia 17/07/2016. Jogo em que ele realmente foi mal ao colocar 3 volantes para tentar garantir o resultado de 3×1. E esquecem de olhar os jogos seguintes.
    Como o jogo contra o Atlético/PR na última rodada. Quando o Zé tirou Márcio Araújo e colocou o Mancuello e tirou Alan Patrick para a entrada do Vizeu.
    Ou, quem sabe, o jogo contra o Galo em Belo Horizonte. Jogo em que o Zé tirou Arão e Gabriel e colocou Damião e Sheik no time.

    Ou seja, não importa o que acontece em campo. O que vale, para esses torcedores, é o rótulo que eles colocaram no treinador e ponto final. Se o time vai bem, o mérito é do Diego. Ou de outros jogadores que foram bem no jogo. Se o time vai mal, a culpa é do Zé. Mesmo que o time não tenha ido mal, mas que o resultado não tenha sido satisfatório. E aí dá pra colocar vários jogos emblemáticos do campeonato.
    O excelente jogo contra o São Paulo em Brasília. Jogo em que fomos prejudicados pela arbitragem mas, mesmo assim, deveríamos ter vencido o jogo em razão das inúmeras chances perdidas (inclusive o pênalti no último minuto). O excelente jogo contra o Galo em Belo Horizonte. Jogo em que deveríamos ter virado o 1º tempo com 2 ou 3 gols de vantagem. O bom jogo contra o Fluminense em Natal. Jogo em que fomos muito superiores, mas perdemos em razão de dois erros individuais crassos (gol contra do Arão e “assistência” do Vaz pro atacante do Flu). E esses são apenas alguns exemplos de jogos em que o resultado não refletiu a atuação do time.

    Lamento muito que algumas pessoas pensem assim. E, mesmo que o Zé ganhe títulos este ano com todos os méritos, essas pessoas conseguirão dar um jeito de exaltar apenas os jogadores em detrimento do treinador.
    Mas, como disse, isso é esperado. Afinal, antes de ser aceita, a “verdade” é combatida ferozmente.
    O trabalho da comissão técnica e, em especial, do treinador Zé Ricardo está sendo muito bem executado. E que o trabalho de médio e longo prazo precisa ser mantido dentro do Flamengo, ainda mais quando se verifica o progresso contínuo do que vem sendo feito. Eis a nova “verdade”que está sendo combatida. Mesmo porque, ridicularizada ela jamais foi depois de tantos exemplos vitoriosos ao redor do mundo.
    Faltava aos clubes brasileiros a coragem para fazer o óbvio: esperar que os bons trabalhos pudessem dar frutos no médio e no longo prazos. E parassem de buscar resultados imediatos como se eles fossem mágica.

    O Flamengo, parece, começou a aprender essa lição.

    SRN a todos.

    • author avatar
      Rasiko 5 anos ago Responder

      Ô Vagner, porque vc não dá sua opinião sem desqualificar a dos outros? Qual a dificuldade de simplesmente dizer o que vc acha certo e/ou errado sem precisar se apoiar em críticas que vc considera injustas? Vc achar injusta ou não, é problema seu e só seu. Fique com ela e será respeitada. Se vc tá de saco cheio dos que criticam, eu tô de saco cheio de pessoas como vc. que chamam de “gente” pessoas que têm nome, sobrenome e endereço e vc sabe muito bem quem são e eu sou uma delas. Portanto, meu caro, não me venha com indiretas, tenha a coragem de partir pro confronto, o que acho uma infantilidade quando se tem a capacidade do diálogo e do debate, expondo motivos e visões. Eu tô sempre aberto e receptivo, mas não a quem ataca desnecessariamente e com isso só obtém reação.

      Vou dar um exemplo que me aconteceu de ontem pra hoje no FB.

      Fiquei empolgado com o discurso da Meryl Strrep na entrega do Globo de Ouro, atacando o Trump mas sem citar o nome. Como sou fãnzaço da atriz não atentei pros detalhes, até que hoje foi postada uma resposta arrasadora a ela por um jovem americano lúcido, consciente e isento (nem democrata nem republicano) que simplesmente acabou com o discurso dela. E porque? Porque ela insistiu na questão da violência gera violência e como ficou claro ser democrata – como a maioria de Roliúde -, o cara mostrou, com números, a extrema violência do governo Obama (que nunca me enganou) que praticamente acabou com 7 países exterminando populações civis.

      Volto ao Flamengo: Você acha o Bandeira de Mello e o Zé Ricardo o máximo? É o seu direito.

      Eu, até prova em contrário, vou continuar com a minha opinião de que o técnico do Flamengo é um Zé Ruela incompetente, covarde e inseguro, torcendo pra que ele me desminta.

      Quanto ao Banana de Merda, esse não tem perdão: traíra eu mando pro Estado Islâmico ou pro PCC (temos a domicílio agora) pra ter a cabeça cortada com serrote. E, acrescento, injustiça é se dar os louros a ele quando na verdade quem está fazendo o grande trabalho de reestruturação são os departamentos de finanças, jurídico e agora o de marketing.

      Um abraço

      srnp&a

      • author avatar
        Romano 5 anos ago Responder

        Rasiko,

        nem preciso dizer de que lado eu estou, pois vc sabe que sou teu fã desde os tempos em que o debate aqui no RP&A era divertido, inteligente e saudável. Uma pena que tenha virado essa guerrinha inútil entre os membros do fã-clube do Zé Ricardo e aqueles que não aguentam mais ver Márcio Araújo e Gabriel enverg(onh)ando o manto, acumulando derrotas e eliminações vexaminosas por 3 anos a fio.

        Vagner, uma pena vc – que sempre fez parte dos debates de alto nível com comentários permeados por inteligência e racionalidade – também ter descambado para isso. Tá feliz com os 3 anos sem ganhar nada? Tá resignado com a prata da casa e jogadores contratados a peso de ouro encostados e desvalorizados? Acha que as seguidas eliminações pra times de orçamento 100 vezes inferior foram algo necessário para nossa evolução moral, espiritual e esportiva? Legal, brother, admiro isso. Mas daí a dizer que quem não está feliz é botafoguense…

        Tu te achas mais flamenguista, ou um flamenguista melhor que o Rasiko? É isso?

        Se não, então onde tu queres chegar com tua argumentação?

        Achas que é o dono da verdade e deténs todo o conhecimento necessário sobre a forma correta de torcer para o Flamengo? Explica pra gente aí, pô. Quero ser um flamenguista bonzão assim como vc também.

        A propósito, seu comentário tem diversos equívocos. Por exemplo, dizer que “planejamento” e “casa em ordem” é o que dão títulos a times como o Real Madrid. Quanta ingenuidade hein Vagner. Real Madrid e Barcelona são exemplos de times que têm enormes dívidas fiscais mas contam com a leniência das autoridades, e atuam no mercado de forma predatória, inclusive vivem sofrendo punições por isso, como as recentes proibições de contratar que o Barça sofreu. Tá precisando se informar melhor antes de querer pisar nos outros hein brother.

        Segue um pouquinho de informação pra ti:

        http://www.goal.com/br/news/619/especiais/2014/11/21/6367421/d%C3%ADvida-%C3%A9-poder-como-o-real-madrid-tem-uma-d%C3%ADvida-de-600

        http://www.gazetadopovo.com.br/esportes/futebol/cas-mantem-punicao-da-fifa-e-proibe-barcelona-de-contratar-ate-janeiro-de-2016-ehu61tt8fhwgf5cixlc561d8u

        Esses clubes não ganham títulos por causa de “casa em ordem”, até porque a casa deles pode estar tudo, menos em ordem, com o crescente endividamento. O que os faz ganhar títulos são os CRAQUES que eles têm em campo.

        Estou muito feliz pelo novo CT, pela reestruturação financeira do nosso clube e otimista com nosso futuro. Mas tenho convicção de que não existe “casa em ordem” que ensine Márcio Araújo a jogar futebol e ao Rodrigo Caetano, nosso virgem de taças da Gávea, a montar elenco. Fico extremamente preocupado com a visão de futebol que a atual diretoria e comissão técnica demonstram com a longeva renovação de contrato de um volante ultrapassado como Márcio Araújo e a predileção do Zé Ricardo por um esquema de que privilegia a tática em detrimento da técnica. A chance de começar o ano com Márcio Araújo e Gabriel no time titular é enorme. E acho que com esses caras no time seremos atropelados na fase de grupos da Libertadores, com CT novo, contas em dia, e tudo mais. Como somos atropelados há 3 anos.

        E aí, vai dizer que eu sou botafoguense?

        Não entra nessa onda não, cara. Tu é dos bons aqui.

        Dito isto, não vou digitar uma onomatopeia com legenda explicativa entre parênteses como o Bruno Ottoni, mas bato palmas para o comentário do Rasiko. Instrutivo e direto ao ponto.

        SRN

        2017 de paz a todos

      • author avatar
        Carlos_SP 5 anos ago Responder

        Que bom que temos um “VERDADEIRO” Flamenguista no Blog, o Vagner. Deve ser bom te a lucidez pra saber que se é um verdadeiro e não falsos como nós, reles mortais. Que bom que se dizer otimista igual ao Arthur, adorar o Zé e o MA é sinal inequívoco de flamenguismo e os outros são bostafoguenses.. Nada como uma mente privilegiada no blog, sendo aplaudido por outros tão brilhantes como.

        Do meu lado, fui um dos primeiros a apoiar a chapa Azul, conrta a maioria dos coments na época. Chapa Azul que enfrentou seus maiores desafios em desmontar um modelo de gestão, no mínimo, incompetente e que propiciava um sitiamento do clube por personagens conhecidos, que incluíam “dirigentes ineptos”, empresáeios de jogadores com trânsito livre, panelas no time, etc, etc, etc. Isso foi feito por um grupo, não por uma pessoa. O Bandeira entrou, naquela época como convidado por esse grupo. Teve mitos méritos em compor e suportar as pressões, mas concordo em gênero, número e grau com o Rasiko, na segunda eleição, quando estava combinado ex ante que ninguém da chapa azul tentaria reeleição, o Bandeira, a quem eu havia defendido na primeira eleição, fez algo que para mim é algo absurdo de aceitar. Traiu o combinado, roeu a corda. Independente da gestão do clube continuar boa, não sou desses que aceita esse tipo de comportamento porque atende a meus objetivos.

        No mais, acho que vale uma reflexão entre expor opiniões e sair rotulando outros aqui, em especial sobre o DNA Flamengo de qualquer um. E quanto a eu ser botafoguense, uma resposta que podem considerar destemperada, mas creio que faz sentido aqui: Botafoguense é a ………….

        SRNs

        PS – Dito isso, voltemos a paz.

      • author avatar
        Danilo bruxolobo 5 anos ago Responder

        Rasiko…Grande FLAMENGUISTA…
        Também busco essa fórmula…Essa poção que irá me transformar em um verdadeiro rubro negro, mesmo não aceitando as titularidades de Márcio Araújo, Gabriel e o mono esquema do Zé Jaime…E como os torcedores do ZRFC insistem em nos chamarem de anti por discordarmos…Por não aceitarmos 6(seis) eliminações em um ano… Só me resta erguer meu copo e saudar…
        “SAÚDO AQUELE QUE AMA O FLAMENGO MAIS DO QUE EU…
        SAÚDO AQUELE QUE AINDA NÃO NASCEU”
        Pois ainda há de nascer aquele que venha a nos ensinar a torcer pelo Flamengo…
        SRN

      • author avatar
        Grande Pássaro 5 anos ago Responder

        Oi Wagner, concordo com vc em quase tudo, acho que estão dando mole em contratar pontas, hj não temos pontas pra ser titular, é nosso pior setor e onde estão demorando demais pra definir, não que eu queira a porcaria do Marinho, que depois de rodar 20 clubes apareceu um pouco no nanico Vitória, pra jogador mediano é mais fácil aparecer em time pequeno, e mediano é só o que temos no ataque, talvez nossos pontas tenham menos gols que alguns zagueiros por aí, Mina por exemplo deve ter mais que Gabriel e Everton juntos, Gabriel é nosso maior exemplo de zero a esquerdisse, nunca ví atacante entrar pra ajudar a defender, se a intenção é se defender que coloque mais um zagueiro ou volante, se está difícil contratar atacantes que consigam ajudar Diego e Guerrero então comecem a por os da base pra jogar e pegar experiência pra então chegar prontos na Liberta, BR e CB. Caso contrario não se iludam, é time pra vencer no máximo o carioca, com atacantes que marcam de 2 a 3 gols por temporada não se pode esperar nada.

    • author avatar
      Bruno Ottoni 5 anos ago Responder

      Caro Vagner.

      “Clap-clap-clap-clap”(onomatopéia para palmas).

      Parabéns pelo comentário, instrutivo e direto ao ponto.

      Concordo plenamente com você em cada parágrafo, linha, frase, palavra, ponto e vírgula.

      Gostaria que todos rubro-negros compreendessem a “verdade” pois ela fala por si só.

      Sejam felizes, i.e., sejam Flamengo.

      S.R.N.

    • author avatar

      Vagner permita-me aplaudir de pé seu comentário, cirúrgico, preciso, incontestável, parabéns!!

    • author avatar
      Grande Pássaro 5 anos ago Responder

      Não demos tanta atenção a esta velharia que só reclama da vida e do Flamengo atual, parecem o kandanguinho de antigamente do urublog, sentem saudades do Edmundo, Romário, Ronaldinho e do Vampeta, aquela diretoria sim sabia fazer negócio, o Flamengo paga até hj esses bons negócios do passado, mas valeu a pena, esses Deuses do futebol nos deram muitos títulos de expressão, né não?

Deixe seu comentário