República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Por Una Cabeza, Todas Las Locuras.

Por | 10 de abril de 2019
capa329
15 Comments
  • author avatar
    Aureo Rocha 1 semana ago Responder

    Conforme afirmou o mestre, Carlos Moraes, RP&A também é cultura.

    “Por Una Cabeza” é um dos mais famosos tangos de Carlos Gardel, com letra de Alfredo La Pera.
    Eu e Carlos Gardel tínhamos algo em comum: turfe.

    Entretanto, para mim, “basta de carreras, se acabó la timba”.

    Somente espero que, como em anos anteriores, o Flamengo não seja eliminado na primeira fase da Libertadores, “por una cabeza”.

    SRN!

    Obs.: Carlos Moraes, o vídeo abaixo segue em sua homenagem. Aposto que ganha da Paola.

    https://www.youtube.com/watch?v=Gcxv7i02lXc

    • author avatar
      Carlos Moraes 1 semana ago Responder

      Jessica Biel versus Paola de Oliveira.

      Cabeça a cabeça cruzam a faixa final sem que possamos dizer quem foi a vencedora.

      Obrigadíssimo, Aureo.

      Emocionadas SRN
      FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Mauricio Carrilho 1 semana ago Responder

    Torço mais do que nunca pelo caneco da Liberta pra que você lance mais um livro com suas crônicas, as melhores crônicas rubro-negras desde Mário Filho. Parabéns, meu irmão!

  • author avatar
    Marcos 1 semana ago Responder

    Um cara que consegue citar em um mesmo texto mensagem de WhatsApp, Othelo e fazer disso uma puta piada só pode ser genial kkkk

  • author avatar
    Vicente N Lenhani 1 semana ago Responder

    Arthur, seus textos são os meus preferidos, são a única coisa que eu leio quando o Flamengo perde e estou naquela ressaca moral, ajuda muito a não pegar nojo do time. Vamos pra cima desses bolivianos desgraçados. Saudações do Sul do Brasil. Treviso/SC.

    SRN

  • author avatar

    Quando temos essas decisões com o vasco sempre lembro como fiquei puto naquele gol do cocada e depois sempre tenho a impressão que isso foi em outra vida. Não raro pra rubro negro criado em São Paulo, tinha que caçar jogos no rádio e novidades no rosê jornal dos sports. Mas essa final passou na tv, provavelmente na band, e os amiguinhos curintianus adotaram o cocada pra zoar o carioca, mal sabiam que apoiavam a maldição dos 30 anos, que venham mais 30. Sdds do Zé Carlos.

  • author avatar
    Carlos Moraes 1 semana ago Responder

    RP&A também é cultura.

    De Gardel ao anecúmeno.

    PQP,confesso – nunca jamais em tempo algum havia me deparado com tamanho palavrão.
    Tive que recorrer ao substituto do Pai dos Burros, que morreu para desespero de seus vendedores e alegria de todos os demais, que atende pelo nome de Internet.

    Vamos ao que interessa.

    De fato, o nosso Flamengo está devendo. E muito.
    Dois empates contra o Vice, em quatro jogos contra as Flores apenas duas vitórias, bem apertadas por sinal, no jogo mais difícil, contra um time de ponta da decadente América do Sul, cano, mesmo jogando em casa.

    Estamos com dinheiro, para esbanjar e para não pagar aos familiares dos pobres meninos, mas, no futebol, apesar de contratações corretas, até agora MUIIITTTTO pouco.

    Contra o San Jose, se for menos de SETE, é derrota.
    Servirá como treino – que, pelo visto, não se faz normalmente – para o jogo de domingo.
    Há que se reconhecer. O Avaí, lá na Ressacada, é adversário bem mais problemático.

    Aguardemos

  • author avatar
    João Neto 1 semana ago Responder

    Se for para melhorar, que copiem os exemplos positivos. No caso, o rubro-negro Paranaense. Este simplesmente relegou o Estadual para segundo plano, disputando o certame com as categorias de base e alguns reservas ( Foi campeão ano passado e vai disputar as finais do presente ano). O time principal somente disputou quatro partidas durante o ano. Exatamente os jogos da Libertadores.

    Na minha opinião, alguns garotos da base jogam mais que muitos marmanjos do suspeito time titular. Seria dada a oportunidade de se tornarem conhecidos e de demonstrarem aptidão para conquistas, já um tanto esquecida pela turma de cima, que já esgotaram a paciência dos rabugentos torcedores( me incluo) que não suportam a simples menção de seus cansados nomes. Sangue novo. Vida nova. Pelo menos nesse certame.

    Nos velhos tempos, chegava mais cedo para assistir as preliminares e aguardar o surgimento de novos craques para incorporar ao elenco principal.

    Ainda continuo aguardando. Essa mesmice dos últimos anos é extremamente irritante. Conseguem iludir alguns incautos. Alguns milhares.

    SRN

  • author avatar
    VAGNER BSB-SSA 1 semana ago Responder

    Tá dominado…

    A vitória do Peñarol ontem sobre a LDU deixou o grupo bem tranquilo em termos de classificação. Tanto Flamengo quanto Peñarol devem terminar a rodada com 9 pontos e abrir 5 pontos da LDU faltando apenas 2 rodadas. Ou seja, além de ganhar os dois últimos jogos, a LDU vai depender de resultados extras para conseguir tirar uma das vagas dos líderes do grupo.

    Só que isso não pode ser levado para dentro do ambiente do Flamengo.
    O jogo contra o Peñarol foi terrível. Nosso time é muito superior aos uruguaios e equatorianos. Mas, não podemos dar o mole que demos no Maracanã semana passada. O time precisa saber vencer esse tipo de jogo. Jogo em que o adversário conta com a colaboração do árbitro para fazer cera durante os 90 minutos e permitir que a bola role apenas 51% do tempo sem levar cartão.

    Pois foi isso que aconteceu contra o Peñarol. O goleiro deles enrolou o jogo desde o 1º minuto. E deve ter gastado uns 10 minutos do jogo apenas para cobrar tiros de meta e faltas na defesa. O glorioso assoprador, mesmo diante de tal ofensa ao jogo, não foi capaz de mostrar LA TARJETA para ele e deixou nossos jogadores com os nervos à flor da pele. Fazer o quê? Com VAR ou sem VAR, a Libertadores ainda permite essas coisas.

    Outra coisa, a classificação em primeiro lugar é questão de saber jogar razoavelmente bem fora de casa. Isso porque, o Peñarol irá enfrentar a sua maior dificuldade na próxima rodada. Ou seja, o adversário será a ALTITUDE DE ORURO. E jogos na altitude são jogos em que os uruguaios simplesmente nunca ganharam de ninguém. O histórico deles é simplesmente inacreditável.
    Portanto, podemos chegar ao último jogo da fase de grupos não só classificados, mas com a 1ª colocação praticamente assegurada.

    Mas, é claro que não podemos mais dar o mole que demos contra o Peñarol. É um time de camisa, tradição, etc, etc, etc… mas é um time relativamente fraco. Tão fraco que veio ao Brasil para não deixar ter jogo e contou com a colaboração tanto da arbitragem quanto do Flamengo.
    A LDU, então, é um time ainda mais fraco. Só que o Flamengo tem a mania de generosidade com os mais pobres e acaba, quase que invariavelmente, presenteando os outros e deixando de alimentar os seus.

    Amanhã, com ou sem Gabibol e Uribe, é jogo para ganhar com tranquilidade e com elasticidade no placar. Deixar as coisas encaminhadas para poder jogar tranquilo contra a LDU no final do mês e, antes disso, poder jogar também tranquilo contra os viceínos nas finais do Carioqueta.

    SRN a todos!!

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 1 semana ago Responder

    Arthur, para variar, exclente crônica. Agora, vem cá, o cacófato foi proposital?

    • author avatar
      Muhlenberg 1 semana ago Responder

      Claro que não. Onde tem isso, Xisto?

      • author avatar
        Xisto Beldroegas 1 semana ago Responder

        Desculpe, Arthur, minhas minúcias persecutórias de todo esquizoide. Anti-penúltima linha do penúltimo parágrafo: para “já ir” acostumando,etc.

        • author avatar
          Muhlenberg 1 semana ago Responder

          Fui traído.Obrigado pelo alô.

  • author avatar
    João Marcelo L. de Andrade 1 semana ago Responder

    Mais um ótimo texto Arthur. Espero que jogue bem, em cima desde o começo e fazendo logo gol(s), não só pela importância do saldo na Libertadores, mas também para não ter conversinha de desgaste para o 1º jogo no domingo.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta para Vicente N Lenhani Cancelar resposta