República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

O urubu maltês

Por | 10 de janeiro de 2021
Falcao Maltes 1941
20 Comments
  • author avatar
    urubu rei 1 semana ago Responder

    Enquanto o futebol do Flamengo não for dirigido com competência, seja pelo departamento de futebol, seja pelo treinador;
    Enquanto os jogadores estiverem passeando em campo;
    Enquanto “CENI, O BREVE” estiver assoviando e com a mão no bolso (!);
    Urubu (que não é o maltês) vai voar de volta para seu penhasco e descansar…
    Saúde para todos !!..

  • author avatar
    Rasiko 1 semana ago Responder

    Como nunca tenho certeza de nada, a não ser quando tenho provas inquestionáveis ou, melhor ainda, quando eu sou a prova, respiro aliviado ao ver minhas suspeitas, expostas aqui no RP&A, serem confirmadas pelo Mauro Cezar, melhor comentarista de futebol do Brasil:

    A zona em que se transformou o Flamengo, que teve início no incêndio do Ninho, começa no andar de cima e desce ladeira abaixo, tornando o lema “Tudo pelo Flamengo, Nada do Flamengo” uma hipocrisia asquerosa, onde a politicagem rasteira visando o poder pelo poder, mina qualquer possibilidade de união entre todos os supostos interessados no sucesso do clube, objetivo que deveria ser comum.

    Não consigo reprimir o desprezo e o nojo dessa gente minúscula.

  • author avatar
    ORLANDO DE SOUSA SILVA 1 semana ago Responder

    Caro Dunlop, Os mistérios desse texto espetacular e a não resolução das pendências que existem no Flamengo estão lá no terceiro andar da sede na Gávea. O que provavelmente veríamos, caso alguem estivesse lá escondido e anotasse os discursos para nos informar, seria uma baderna com um certo sr. “Ninguem” assumindo a culpa, ora, quem quer deixar a boa vida na diretoria e qual jogador folgado e bem mimado lá que está a fim de fazer uma mea culpa? Isso mesmo, Sr. Ninguem se apresenta pra falar. O que precisaríamos pra nos tirar dessa crise seria efetivar a barca com dispensa de pelo menos 8 jogadores imediato e colocar TODOS à venda, sem exceção. Teríamos um bom caixa e menos jogador pipoca.
    Saudações . SRN

  • author avatar
    Nívea 1 semana ago Responder

    Sempre maravilhoso estar presente nos seus textos! Hahahahaha ♥️♥️♥️♥️

    • author avatar
      CARLOS MORAES 1 semana ago Responder

      Tudo bem aí na terra do louco-mór, Nivinha.

      Grande abraço, extremamente saudoso.

      Mande , pelo menos, um pequeno artigo, com a sua solução para o impasse rubro-negro.

      Feliz Ano Novo e SRN
      FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Ogrão 1 semana ago Responder

    Dada a dificuldade para encontrar o “objeto” roubado e a forma sutil e dissimulada como o sumiço se deu, eu incluiria Arséne (Ar-Ceni?)Lupin entre os suspeitos… Embora acredite que o desfecho seria mais como o Assassinato no Expresso do Oriente (atenção, spoiler pra quem não leu): todos têm alguma culpa na história…
    O desaparecimento do futebol do Flamengo só não é, certamente, uma questão elementar, seja para os Holmes, seja para os Watsons da vida.

    Grande texto, Dunlop, com grandes referências. Congratulações Rubro-Negras e você e

    SRN a todos.

  • author avatar
    CARLOS MORAES 1 semana ago Responder

    Li, bem depois, o artigo.
    Afinal, havia aberto a página do RPA na busca de novidades.
    Profunda ironia.
    Não há culpado no Flamengo 2020/21.
    Há uma porrada de culpados, entre eles o zagueiro e o técnico, além (e principalmente) do próprio Sr. Land.

    Apesar do ótimo artigo, o filme é inesquecível.
    Obra prima de um craque, John Houston.
    Vi, lá pelo final dos anos 50, na antiga ABI, graças a um dos muitos cine-clubes da época, ou, das sessões que o MAM realizava naquela sala, pois ainda não tinha o seu prédio do Aterro.

    Um dos primeiros e, sem dúvida, dos melhores de todos os tempos, do que se chamou de “film noir”.

    O verbo no passado, pois não há mais.
    A escola sempre no presente, pois foi das mais brilhantes.

    Batucando essas linhas na minha intimorata Remington, esbarrei com um dado irreversível.
    “Film Noir”
    É minha gente. Há muita besteira, de tudo que é lado.
    Há até uma tal de QAnon, lá na terra doTrump, que defende a existência de uma “elite pedófiila dedicada a Satã”. boçalidade sem par.

    Não incorramos nos mesmos equívocos.
    Mantenhamos a escola maravilhosa com o nome de sempre, “Film Noir”.
    Não há porra alguma de racismo.
    A noite é negra e ameaçadora, mas nunca foi racista.
    Está na literatura em geral, de Shakespeare ao nosso Monteiro Lobato.

    Raciocinemos e não sejamos tão estúpidos como os Supremacistas Brancos” que infestam o lado norte deste continente,

    Cinematográficas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

    • author avatar
      CARLOS MORAES 1 semana ago Responder

      O MAM não tinha o seu prédio no aterro, até por um motivo insuperável.
      O aterro não existia.

      Quando contei isso, há uma porrada de anos para os meus filhos, eles me tiveram como maluco.

  • author avatar
    Mario S Dunlop 1 semana ago Responder

    Talvez um “corretivo” do Montanha & companheiros no vestiário resolvesse. Talvez procurar o urubu maltês aos pés do Buck na Lagoa. Talvez respostas só pós-vacina. Certo mesmo só a excelência da crônica.

  • author avatar
    Lauro Araujo 2 semanas ago Responder

    Elementar: quem estava do outro lado?

  • author avatar
    Pedro Henrique Trajano 2 semanas ago Responder

    Vamos sentar, beber e escolher o próximo bode! E q mais obras primas sejam escritas no Recanto dos Sabias! Demais!

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 2 semanas ago Responder

    Caro Dunlop, estou escrevendo após mais uma derrota do Flamengo ( Ceará 2×0) e a trágica conclusão que cheguei é que para encontrar o futebol do Flamengo você terá que contratar, além de Sam Spade, outros detetives hard-boiled com suas trench coats,
    seus cigarros e suas doses industriais de uísque…Que tal pedir alguns ao Raymond Chandler?

    • author avatar
      Dunlop 1 semana ago Responder

      Ah, com esse rodízio que a diretoria gosta, logo logo demitem o Spade e chamam o Philip Marlowe. O ArCeni Lupan também foi uma ótima. SRN!

  • author avatar

    Muito melhor ler o Dinlop do que assistir esses pregos dando vexame!

  • author avatar
    Passos 2 semanas ago Responder

    Caríssimos, que fim de festa pavoroso. O último a sair que apague a luz.

  • author avatar
    CARLOS MORAES 2 semanas ago Responder

    Flamengo 0 x 2 Ceará, tal qual no turno.

    Prefiro ficar babando a foto do artigo, que nem li, ainda.

    Que quarteto !
    O grande Bogart, Peter Lorre, Mary Astor e o velho Sidney Greenstreet, um ator sempre coadjuvante, mas invariavelmente extraordinário.

    Relíquia Macabra (o título brasileiro), 1941.
    Uma obra prima da cinematografia, naqueles velhos tempos em que se fazia cinema com altíssima categoria.

    Zico parou, todos os quatro morreram.
    O Flamengo não honra a sua camisa, o cinema vive de patuscadas insossas.

    Mais do que saudosistas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Arthur Caldas Vasconcellos Martins 2 semanas ago Responder

    Sensacional! Muito bom mesmo!
    Criativo, cômico/trágico e real.

  • author avatar
    Maxwel A.Rodrigues 2 semanas ago Responder

    Que maravilha Dunlop,estou gargalhando com o final.Afinal se não consegue vencê-los junte-se a eles e aproveite a vida,por que ela é curta,ainda mais em tempos de pandemia e imbecis no poder.Esperançosas SRN sempre com muita P&A.

  • author avatar
    Marco Gama 2 semanas ago Responder

    Só tem monstro sagrado escrevendo por aqui. Diferente do Flamengo, aqui é um espetáculo atrás do outro, não tem oscilação.

    Parabéns, Dunlop.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta para CARLOS MORAES Cancelar resposta