República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

O presidente me faz lembrar Ronaldinho Gaúcho.

Por | 16 de novembro de 2017
Curioso Form 2
30 Comments
  • author avatar
    Xisto Beldroegas 4 semanas ago Responder

    Vou voltar mais uma vez à vaca fria, o negócio não é ser contra ou a favor de Bandeira e sua turma, aliás, no quesito pé frio, ele ganha disparado, e saiu muito mal na foto metafórica e literalmente, mas sim em reconhecer que ele mudou a mentalidade até então reinante herdada dos outros dirigentes. E seguir adiante com essa filosofia administrativa, já comprovadamente eficiente até por outros clubes, e não permitir que os embusteiros de outrora saiam de seus carcomidos retratos de ex nas galerias bolorentas da Gávea e voltem a reinar. Aí é que mora o perigo.

  • author avatar
    Romano 4 semanas ago Responder

    Atualmente sou um crítico feroz do Bandeira, pela sua postura debochada e arrogante, mas principalmente pela sua atitude ao roer a corda e descumprir sua palavra junto àqueles que o içaram ao cargo mais importante dentro do clube.

    Respeito quem pensa diferente, mas pra mim quem não honra sua palavra não vale o prato que come.

    E, mais ainda, tenho forte convicção de que se a equipe original dos Blues ainda estivesse unida à frente do Flamengo, nossa situação hoje seria muito melhor.

    Mas isso não me faz deixar de me preocupar com a movimentação de antigas raposas felpudas querendo holofote nesse momento. Mais preocupante ainda, tal movimento parece encontrar apoio em algumas camadas de nossa torcida.

    Guardadas as devidas proporções da hecatombe que pode causar em nossas vidas, parece aqueles caras que se dizem politizados e estudados, chamam todo o resto de burros e pra resolver os problemas do país pedem a volta do Lula.

    O ano é decepcionante, sem dúvida, mas transportemo-nos para 10, 15 anos atrás, digamos 2005, e expliquemos para nós mesmos, no passado, nos tempos de Márcio ACABÔ-O-DINHÊRO Braga, que haveria um ano em que seríamos campões cariocas invictos, finalistas da Copa do Brasil, semifinalistas de uma importante competição internacional, estaríamos na zona de classificação pra Libertadores no Brasileirão, e ainda assim estaríamos ateando fogo às nossas vestes.

    Iríamos dizer a nós mesmos que estamos loucos, não é verdade?

    Então muita hora nessa calma e vejam bem esse simples teorema:

    “FORA BANDEIRA” NÃO QUER DIZER “VOLTEM RAPOSAS FELPUDAS”

    Escrevam isso na parede dos seus quartos.

    Não vamos permitir que nossas mentes se confundam nesse momento.

    Ah, e 2017 ainda não acabou. Quer queiramos, quer não, ainda temos uma decisão pela frente.

    A hora não é de ficar dando valor maior que o devido à enxurrada de matérias especulativas sobre o tal “clima dos bastidores”, uma mais contraditória que a outra.

    A hora é de apoiar, apesar de todas as decepções.

    Já escrevi isso é torno a repetir: estamos há 4 jogos de sermos o time brasileiro com o título mais importante na temporada 2017

    Parece louco mas é verdade!!!

    Não me parece hora de discutir o que o elenco acha do preparador físico que bota esses vagabundos pra correr muito cedo.

    O ano não acabou, vamos comprar o barulho e iniciar uma onda positiva de apoio ao nosso amado clube ou vamos ficar de mimimi pedindo a volta de defuntos, como Zé Ricardo e Márcio Braga???

    Vamos levantar a hashtag #PRACIMADELES ou vamos ficar no cantinho lambendo nossas feridas quando temos um título internacional ao nosso alcance?

    Pensem sobre isso.

    Eu já fiz a minha escolha.

    #PRACIMADELESMENGÃO

    SRN

    • author avatar
      Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

      Vou me permitir discordar.
      Enganam-se rotundamente os que pensam que vou falar e elogiar o Márcio GANHADOR DE TÍTULOS Braga, até porque já fiz minha declaração, da qual não altero uma linha, de que foi o maior Presidente do nosso FLAMENGO de todos os tempos.

      Vou discordar da importância dada à possível conquista da Sulameriquem(denominação escrachante dada não por mim, mas, em belíssimo momento, pelo nosso Grão Mestre. o mítico Arthur Muhlemberg – apud Márvio)

      Esperando a conquista deste título internacional, que nos trará bons rendimentos e disputas futuras internacionais, chamo todos ao raciocínio mais elementar.
      O que é, na verdade a Sulameriquem, indago.
      A resposta vem de imediato.
      A SEGUNDA DIVISÃO dos torneios da América do Sul e não mais se discute. Ao contrário, se comprova.

      Pra começo de conversa outra indagação, das mais simples.

      De que forma o nosso FLAMENGO veio a se classificar para a tal de Sula.
      Pelo Brasileirão de 2016, teria sido, novamente questiono (até pq até hoje não sei onde fica a porra do ponto de interrogação no teclado do meu computador).
      Não, pelo Brasileirão, de forma direta, classificaram-se para a Sula os times classificados do NONO ao DÉCIMO QUARTO lugar do citado Brasileirão, ou seja, timecos vagabundos como o Fluminense, o Sport, a Ponte Preta e oufros que tais, vale dizer, aqueles que lutam para fugir ao rebaixamento, tendo, como muito, a possibilidade de disputar a pouco importante competição, mesmo que de caráter internacional;

      Comprovação definitiva. O FLAMENGO, uma vez ELIMINADO da competição de primeira classe, a LIBERTADORES, teve, por ter chegado no terceiro lugar entre QUATRO clubes, o prêmio de consolação do outro torneio, o de segunda classe, o da SEGUNDA DIVISÃO da América do Sul.

      Seria possível que um campeonato de SEGUNDA DIVISÃO possa ser catalogado como mais importante do que os CAMPEONATOS NACIONAIS, não somente o Brasileiro, como também o da Colômbia, do Paraguai e assim por diante, outra pergunta que surge, sempre com resposta fácil e imediata.

      CLARO QUE NÃO, mil vezes NÃO;

      Por ser nosso rival mais direto, em se considerando o número de torcedores, não tiremos, apenas por tal motivo, os méritos do Corinthians.

      Caso o Grêmio não venha a ser o campeão da Libertadores (quem sabe, depois, do Mundial de Clubes) o principal título obtido neste ano da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo é dos Gambás, campeão do Brasileirão, por sinal, com todos os méritos.

      Não resvalemos para saídas não muito válidas.
      Não apelemos para jogadas temerárias,
      Nunca fui e jamais serei favoráveis a ^coups d^Etat^.
      O do usurpador já foi mais do que lamentável.

      SRN
      FLAMENGO SEMPRE

      • author avatar
        Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

        Sem querer me dar ao trabalho completo, faço apenas uma correção, a mais elementar.

        No finalzinho,^jamais serei favorável^, no singular, como não poderia deixar de ser. Haveria outras, como uma vírgular, depois de
        na verdade, mas é melhor deixar pra lá.

    • author avatar
      Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

      Vou me permitir discordar.
      Enganam-se rotundamente os que pensam que vou falar e elogiar o Márcio GANHADOR DE TÍTULOS Braga, até porque já fiz minha declaração, da qual não altero uma linha, de que foi o maior Presidente do nosso FLAMENGO de todos os tempos.

      Vou discordar da importância dada à possível conquista da Sulameriquem(denominação escrachante dada não por mim, mas, em belíssimo momento, pelo nosso Grão Mestre. o mítico Arthur Muhlemberg – apud Márvio)

      Esperando a conquista deste título internacional, que nos trará bons rendimentos e disputas futuras internacionais, chamo todos ao raciocínio mais elementar.
      O que é, na verdade a Sulameriquem, indago.
      A resposta vem de imediato.
      A SEGUNDA DIVISÃO dos torneios da América do Sul e não mais se discute. Ao contrário, se comprova.

      Pra começo de conversa outra indagação, das mais simples.

      De que forma o nosso FLAMENGO veio a se classificar para a tal de Sula.
      Pelo Brasileirão de 2016, teria sido, novamente questiono (até pq até hoje não sei onde fica a porra do ponto de interrogação no teclado do meu computador).
      Não, pelo Brasileirão, de forma direta, classificaram-se para a Sula os times classificados do NONO ao DÉCIMO QUARTO lugar do citado Brasileirão, ou seja, timecos vagabundos como o Fluminense, o Sport, a Ponte Preta e oufros que tais, vale dizer, aqueles que lutam para fugir ao rebaixamento, tendo, como muito, a possibilidade de disputar a pouco importante competição, mesmo que de caráter internacional;

      Comprovação definitiva. O FLAMENGO, uma vez ELIMINADO da competição de primeira classe, a LIBERTADORES, teve, por ter chegado no terceiro lugar entre QUATRO clubes, o prêmio de consolação do outro torneio, o de segunda classe, o da SEGUNDA DIVISÃO da América do Sul.

      Seria possível que um campeonato de SEGUNDA DIVISÃO possa ser catalogado como mais importante do que os CAMPEONATOS NACIONAIS, não somente o Brasileiro, como também o da Colômbia, do Paraguai e assim por diante, outra pergunta que surge, sempre com resposta fácil e imediata.

      CLARO QUE NÃO, mil vezes NÃO;

      Por ser nosso rival mais direto, em se considerando o número de torcedores, não tiremos, apenas por tal motivo, os méritos do Corinthians.

      Caso o Grêmio não venha a ser o campeão da Libertadores (quem sabe, depois, do Mundial de Clubes) o principal título obtido neste ano da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo é dos Gambás, campeão do Brasileirão, por sinal, com todos os méritos.

      Não resvalemos para saídas não muito válidas.
      Não apelemos para jogadas temerárias,
      Nunca fui e jamais serei favoráveis a ^coups d^Etat^.
      O do usurpador já foi mais do que lamentável.

      SRN
      FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Rasiko 4 semanas ago Responder

    http://www.mundorubronegro.com/flamengo/precisamos-falar-sobre-estes-numeros-flamengo

    De acordo com essa matéria o torcedor rubro-negro não tem a menor condição de tirar sarro de quem quer que seja, zoar com adversários – principalmente paulistas – e muito menos arrotar grandeza.

    Com breves intervalos em 2001, 2009 e 2013, a história do Flamengo nas últimas décadas, depois de 1992, tem sido uma sucessão de fracassos.

    Euforia pontual em cima de ilusões que não se concretizam não ajudam o clube.

  • author avatar
    EDVAN SANTOS 4 semanas ago Responder

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1511475415603239&set=pcb.1511475542269893&type=3

    FLAJOADA DE ALAGOINHAS REUNIÃO DE MAIS DE 200 PESSOAS QUE COMEMORAM TODOS OS ANOS O ANIVERSÁRIO DO FLAMENGO. INDEPENDENTEMENTE, DE QUALQUER COISA . SERÁ UM DOMINGO FESTIVO. AS CAMISAS RUBRO-NEGRAS COM KT DE UMA CANECA, SÃO LINDAS, NÃO NOS VESTIMOS DE AMARELO, TAMPOUCO, NOS PERTURBAMOS COM INFLUÊNCIAS DESONROSAS DESSE NOSSO TIME DE BARANGAS, PERNAS-DE-PAU E COALHADAS…

    O FLAMENGO É A NOSSA PAIXÃO, ETERNA…ATLETAS SÃO EFÊMEROS…PASSAM, VÃO EMBORA, E MUITOS, SERÃO NOSSOS ADVERSÁRIOS NO FUTURO…ESSES JOGADORES DO FLAMENGO, ATUAIS, NÃO ENTRARIAM NA NOSSA FESTA…SERIAM EXPULSOS DO AMBIENTE, NÃO QUEREMOS ACABRUNHAMENTOS, E SIM, PESSOAS ALEGRES NO LOCAL DO EVENTO…

    Edvan-Alagoinhas-Ba.
    PS – Grande abraço, Moraes e pra todos…!

  • author avatar
    Rasiko 4 semanas ago Responder

    Li a matéria do Walter Monteiro. É assustadora! Mas não surpreende.

    Basta olhar pra cara do presidente na ilustração do texto do Murtinho, pra perceber, sem ter a menor dúvida, que ela própria – a cara – já é uma lambança.

    Não podia dar outra.

    Eu avisei.

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 4 semanas ago Responder

    Estou com o Murtinho e não abro, aliás, já falei isso aqui inúmeras vezes: todos os presidentes do Flamengo foram incompetentes para não dizer outra coisa, pois não tenho provas. Não me venham de márcios bragas et caterva.Talvez, uma exceção, um Gilberto Cardoso, vá lá. Administração séria mesmo o Flamengo, queiram ou não, só está tendo de cinco anos para cá. Quanto aos resultados esportivos é outra conversa, mas, amante do óbvio que sou lá vai uma evidência que eu convido alguém a desmentir. Em 36 anos ( todo ano se comemora o nosso único título mundial, daí eu possa estar confuso),fixei 36 anos para ser didático, o Flamengo tem em seu currículo, míseros 6 títulos brasileiros ( um está ainda na tal discussão eterna que nunca acaba), um título mundial, e uma “Libertadores”, se é que na época assim se chamava, raríssimas disputas em Libertadores; quando assim passou a se chamar, se eu não me engano, só quase chegou às finais, e isso já faz muito tempo como diria Jorge de Lima, naquele vexame, 3 a 0 na despedida do Joel, já nemseilaquemera que nos derrotou, uns trinta e três carioquetas, e olhe lá. E uma inacreditável dívida de 780 milhões que esses “grandes presidentes” nos deixaram. Quem provar o contrário, cartas para a redação. A grande e dolorosa verdade é a seguinte: eu sou Flamengo, porque nasci e vou morrer Flamengo, sofro pelo Flamengo, não pelos seus precários títulos, sei lá eu por quê. Já estou mais pra lá do que pra cá, talvez nã dê pra mim, mas para os mais jovens, acho que dá, desde que continuem nessa linha administrativa, esqueçam, pois, aqueles embusteiros que fingiram que presidiram o Flamengo, uns talvez fosse o romantismo da época que os levaram, outros por desfaçatez mesmo, só queriam tirar proveito da imensa glórai rubro-negra.

  • author avatar
    Henrique Leemann 4 semanas ago Responder

    O Flamengo parece que virou um autentico clubezinho de merda, pequeno e sem a menor raça e sem a menor vergonha. Como se fosse um fenomeno da natureza.

    O time mostra uma DNA de PERDEDORES.

    As vezes sem vontade, as vezes sem raça, as vezes sem tatica – mas sempre sem qualidade.

    E isso nao vem de hoje.

    Eh intoleravel assistir a esse “espetaculo”.

    srn

  • author avatar
    EDVAN SANTOS 4 semanas ago Responder

    Já comentei aqui, não me deram crédito:

    O FLAMENGO sofre da síndrome “GABRIELPENDÊNCIA”… e, também, sou da corrente que isso não pode acontecer…Um time é o seu conjunto … O fato é que; , depois que foi sacado da equipe tudo
    degringolou…O Pará, mesmo, sentiu a ausência da sua proteção por aquela lado e alguns ‘medalhões’, contratados, que se deslocam por ali mais atrapalham do que produzem,

    Obrigado pela atenção…!

    Edvan-Alagoinhas-Ba.

    PS- Bom…, olha que me vem a intolerância …melhor é me picar daqui enquanto é tempo…

    rsrsrsrs kkkkkk hahaha hehehe… (sou mais Gabriel do que essas ‘carniças’ que vem jogando)

    FUI… RSRSRS KKKKKKK HAHAHAHA HEHEHEHE..!

  • author avatar
    Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

    Seguindo a linha dos nossos muito queridos Legolas e Edvan Santos (a choppada aí em Alagoinhas vai ser nesta semana ou foi adiada, por obra e graça das besteiras do Bananovich), vou para um segundo comentário, certamente ainda melhor que o primeiro, mesmo que tal fosse quase impossível …

    Vou contestar um dado, que até o nosso fabuloso Murtinho acolheu.

    Os azuis teriam recuperado o Flamengo de administrações, ^que há cinquenta anos, pelo menos^ estariam sendo um verdadeiro desastre para o Flamengo.

    Respeitando o limite dos tais aproximados cinquenta anos, não preciso falar de Domingos Marques de Azevedo, nosso primeiro Presidente, tampouco de José Bastos Padilha, Dario de Melo Pinto ou do inesquecível Gilberto Cardoso, que estão além deste tempo.

    Por outro lado, não posso deixar de mencionar dois Presidentes DE VERDADE, muito superiores em tudo e por tudo ao Bandeira, que foram Márcio Braga e Antônio Augusto Dunshee de Abranches, ambos meus contemporâneos e, além disso, meus conhecidos,
    colegas de colégio e dos bancos universitários, respectivamente.

    Não vou, no entanto, falar a respeito dos mesmos.
    Vou apenas recuperar a realidade, com base no que vivi, ao longo dos últimos setenta anos dos meus já avançados setenta e nove anos.

    Vivi a era pré-Maracanã.
    Fui muito a São Januário, Laranjeiras, General Severiano, Campos Salles, Conselheiro Galvão, Teixeira de Castro, mais do que todos, é óbvio, à Gávea.
    Conheci um Flamengo que enchia estes estádios (jamais arenas), com umas tantas mil pessoas.
    Gente pobre, na maioria negros e favelados, torcedores fanáticos e presentes todos os domingos, sem qualquer conotação com os coxinhas e selfies dos dias de hoje, que, ao primeiro fracasso, logo debandam.

    Tudo começou a mudar em 1950, com o grande ^legado^ da primeira Copa brasileira, o Maracanã, o ^Gigante de Cimento Armado^.
    Multiplicou-se o público em proporções devastadoras.
    Mesmo assim, sou ^testemunha ocular da História^, a torcida do Flamengo, apesar de enorme, dividia o espaço com a do Vasco, sendo que, quando com bons times, também era bem grande o número de tricolores e botafoguenses, até porque o Garrincha não me permite – e a qualquer um que ama o esporte – mentir.

    Surgiu então a FAF.
    Ponto CRUCIAL na história do nosso FLAMENGO.
    A FRENTE AMPLA, ela sim, TRANSFORMOU tudo o que até então existia, para o futebol carioca em geral e, evidentemente, para o futebol rubro-negro em particular.

    O FLAMENGO, que já detinha, nunca é bom esquecer, um incrível poderio NACIONAL, em especial no Nordeste, passou a ser o grande dominador do RIO DE JANEIRO, não só em torcida, como também em TÌTULOS, que, até então, iam predominantemente para Laranjeiras e São Januário (aqui, se considerarmos a ^juventude^ da equipe)

    Coincidentemente, ou quase, surgiu a GERAÇÃO DE OURO.
    Teria sido apenas COINCIDÊNCIA ou fruto de um trabalho bem executado no que atualmente se apelidou de BASE.

    Não, meu caro Murtinho, os azuis não estão recuperando o FLAMENGO.
    Ao contrário, estão prestes a transformá-lo no segundo maior Clube do País, superado que será, se algo não for feito com a MÁXIMA URGÊNCIA, pelo time que nem gosto de escrever o nome, embora nada tenha contra o mesmo.

    Este tal time passou a ganhar tudo, por mais que, tolamente, escrevamos que seus jogadores são fracos, inferiores aos nossos fenômenos, ao passo que nós, infelizmente, nos limitamos ao estadual, que já foi o fantástico Cariocão, do maior público de todos os tempos em jogos de tais competições, mas que hoje passou a ser o humilde Carioqueta, a realidade é tão dura de ser enfrentada quanto a idade.

    Não precisamos de gênios econômicos, até porque o Henrique, como eu, tem lá as suas dúvidas, dúvidas que também atormentam o povo brasileiro através de Meirelles e outros que tais.
    Precisamos, isto sim, de idealistas, que tenham visão, como tiveram os que integravam a FRENTE AMPLA DO FLAMENGO, que jogaram para o futuro, com extraordinário êxito.

    Márcio e Antônio Augusto faziam parte do Grupo, embora não fossem os elementos principais.
    Como tal, todo respeito aos mesmos é devido.

    Foram – e ainda podem vir a ser – muito mais importantes para o FLAMENGO que Wallim, Bap e a então Rainha da Inglaterra, o Eduardo Bandeira de Mello.

    Não foram DESASTROSOS, foram, na verdade, ESTRUTURADORES.

    Nada mais, qual um certo Ministro da Justiça, tenho a declarar.

    SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

    Inicialmente, um reparo.
    O nosso grande Murtinho exagerou. Na foto. Não precisava uma em que o Presidente estivesse tão feio …

    Passo à análise, serena e profunda, do ótimo artigo e, fundamentalmente, dos fatos.

    Quero dizer que, por dois motivos, demorei-me um pouco, o que me permitiu, cabe acentuar, a alegria de ler memoráveis comentários, pela ordem, do Chacal, do Romano, do Legolas (dois), do Edvan (dois, para matar as muitas saudades) e do Henrique Leemann.

    Primeiro motivo. Tentei descobrir o Walter Monteiro e/ou o http://www.mundorubronegro.com .
    Fracassei. No meu computador saiu sempre aquele terrivel anúncio de que o ^website is temporaly unable to service …^
    Pior. Na chamada, pude ler, do Walter – ^Situação financeira ainda inspira cuidados e agora até mais do que antes, porque gastamos …^ (aqui, as reticências são do próprio texto).
    Consequência inevitável – APAVOREI. Pior do que antes, será mesmo esta a triste verdade, indago. Em princípio, há lógica, eis que gastamos e como gastamos. Já apelidei o nosso dito sério Presidente de Bananovich (homenagem ao próprio Banana, já consagrado, e ao mafioso Abramovich, que, quando nunca, transformou um timeco londrino de terceira em uma potência mundial, pelo menos enquanto ele lá estiver, gastando o seu dinheiro sujo), pois contratou como se milionário fosse ele próprio (ou o pobre do nosso Flamengo), até mesmo um vetusto senhor argentino, que se encontrava aposentado na China.

    Segundo motivo. Resolvi aguardar o jogo do Flamengo contra o Coritiba, lá na República do Murrow.
    Tragédia.
    O Flamengo não jogou.
    Entrou em campo um time todo de AMARELO. Por fora e, bem pior, POR DENTRO.
    Quem puder, que me avise o que aconteceu com o poderoso RUBRO-NEGRO da Gávea.
    Perdeu o avião, ou será que foi mesmo a razão.

    Dito isto, até parece que está tudo dito.
    Márcio, Antônio Augusto, apesar dos OITENTA anos, vocês ainda estão vivos.
    O grande Gilberto já não posso chamar.
    Façam algo.
    Tem que ser bem depressa.
    Já tive o desgosto de ver um time disfarçado até de rosa, outro de azul e ouro, como se fosse o Mossoró (aviso aos navegantes, em 1933, por incrível que pareça, ainda não tinha nascido), agora este desbotado de amarelo com respingos azuis, UM HORROR !
    Não quero ver o Flamengo descamisado (isto era com o Perón), mas tudo faz crer que não demora muito !

    Desesperadas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

    • author avatar
      Legolas 4 semanas ago Responder

      Taí, mestre. E a quem mais interessar possa:

      http://www.mundorubronegro.com/flamengo/os-numeros-que-assustam

      De nada, hehe.

      SRN

      • author avatar
        Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

        Obrigado, amigo Legolas.

        A bem da verdade, números e especulações não fazem lá muita parte da minha praia.

        De qualquer forma, no tocante aos salários estapafúrdios e à duração de alguns contratos (Romulo, p.ex.), é mesmo de causar calafrios.

        Por outro lado, como já escrevi no meu segundo comentário, detesto esta visão imediatista de que o sucesso está na razão direta da porra da gestão.

        Valorizo, certa ou erradamente, muito mais o idealismo, a vontade de se fazer algo de novo, de diferente, em vez de se ficar pensando pequeno, pretendendo-se apenas ganhar dinheiro-mais dinheiro-mais dinheiro.

        Veja-se até mesmo o mundo do futebol.
        Detesto a porra (porra para mim está quase igual a caralho para a nosssa Musa) do PSG, destes times que vivem fincados na compra de jogadores, sem se preocupar na criação.

        O exemplo da Alemanha, que dominou, como Seleção, o mundo do futebol, parece que não frutificou, à exceção da Inglaterra, que, em poucos anos, deverá alcançar também o topo, como já o fez nas seleções de base, folgadamente.

        Todos sabemos que os alemães mudaram de mentalidade e, em consequência, de padrão de qualidade no futebol. Investiram pesado na garotada e deu certo, como não poderia deixar de ser.

        Nós, que, nas gestões que quase todos consideram de MERDA, de iresponsáveis (até o nosso mais do que brilhante Xisto, para tristeza minha), formamos CRAQUES EM CASA, passamos, com Bananovich e seus asseclas a comprar, muito mal além de tudo, gastando ZILHÕES, como fica muito claro no artigo do Walter Monteiro.

        É um profundo equívoco, como sempre se repete, pensar ^apenas^ em Leandro, Júnior, Adílio, Andrade, Zico, Moser e Tita, os componentes da chamada GERAÇÃO DE OURO, que, por sinal, são de DIFERENTES GERAÇÕES. apesar de terem sido, JUNTOS, campeões do mundo, no inesquecível time de 1981.

        Não se pode esquecer que, em Seleções Nacionais que participaram de Copas do Mundo, para ficar apenas nestas, as mais badaladas, natural e corretamente, tivemos, anteriormente, muitos outros garotos da base, pratas da casa como se dizia, tais como Índio, Joel (iniciou-se no Botafogo, é verdade), Moacir, Dida, os que mais me recordo, de pronto.

        Creio, sinceramente, que vivi com muito mais intensidade, em todos os aspectos da vida, valorizando outros atributos. Talvez, quem pode saber, um romântico defasado.
        Não me importo, em muitos destes aspectos, aí incluindo o futebol, que, para mim, é, mais do que tudo, PAIXÃO. Não consigo ver o nosso esporte favorito como um mero negócio, como, cada vez mais se tornou.
        Corre-se, QUANDO NUNCA, o risco de se ficar nas mãos de tantos e tantos escroques, como todos estes que, em especial nesta semana, ganharam espaço nos relatos da criminalidade internacional, como os asquerosos delatores e os ainda mais asquerosos donos de grandes empresas, ávidos, apenas e tão somente, de se locupletaram às custas exatamente das nossas paixões, sinceras e simples.

        Forte abraço, grande Elfo, ficando certo que, no dia 28 do mês que vem, estarei pensando na pureza das crianças, em especial de uma certa LARA.

        SRN
        FLAMENGO SEMPRE

    • author avatar
      Romano 4 semanas ago Responder

      Perfeito, Moraes.

      E vc sabe o que representam esses “respingos azuis” na manga da camisa?

      Uma homenagem às cadeiras do New Maracanã.

      É sério. Não tô de brincadeira. Pode pesquisar.

      Uma ode ao mau gosto e ainda motivada por uma homenagem ao templo da corrupção.

      Quem aprova um troço desses?

      Em tempo, não tenho nada contra terceiras camisas, nem sou conservador a ponto de achar que o Flamengo só possa jogar de vermelho e preto, mas, PORRA, tem que ser um troço tão feio e descabido?

      O pior é que nem pra vender camisa serve, porque não conheço um que tenha comprado essa vergonha.

      Em tempo 2: as camisas 1 e 2 também estão de gosto bem duvidoso, não à toa geraram tanta polêmica.

      Alguém tem que ver isso aí.

      Aliás, alguém tem que ver o Flamengo TODO, que tá difícil achar algo positivo nesse 2017.

      E antes que venham com papo de balancete, cabe ressaltar que o principal responsável por eles vazou.

      Bandeira? Não passava de uma péssima Rainha da Inglaterra. Quando resolveu assumir a chefia de Estado e ainda acumular com a de governo, em uma espécie de ditadura venezuelana piorada, conseguiu ser ainda pior.

      Quando o problema vem de cima, é difícil dar certo embaixo.

      O traidor está isolado, e o Flamengo está à deriva.

      As Bandeiretes, que vivem no mundo da fantasia, agora estão sumidas, não apresentam ideias, soluções…

      Por que será?

      SRN

      • author avatar
        Rasiko 4 semanas ago Responder

        Vou puxar a cadeira entre os amigos queridos e lembrar baixinho, quase sussurrando, que, há uns 2 anos atrás, EU AVISEI!

        Disse com todas as letras que o resultado do brilhante trabalho dos departamentos de finanças, marketing e jurídico na equação das dívidas, equilíbrio financeiro e promoção da marca Flamengo estavam sendo minados pelo departamento de futebol, na época ainda comandado pelo Godinho, mas com o Banana já escandalosamente abrindo suas asas gerando reclamações dentro do próprio Conselho Gestor por suas atitudes ditatoriais e contraditórias com o que havia sido acordado desde o início quanto ao caráter personalista do cargo. Usei a seguinte figura de linguagem: enquanto os que fazem o trabalho sujo, arrecadam muito e colocam a casa em ordem, as contratações equivocadas, as renovações incompreensíveis e o pouco aproveitamento da base drenam grande parte desses recursos, gastos de maneira irresponsável, imatura e com evidente desconhecimento do produto negociado. Não vou perder energia tentando me lembrar das lambanças da época cometidas por Banana e seus asseclas no DFut, mas acho que deve ser um esforço monumental tentar encontrar explicações minimamente razoáveis que justifiquem tanta incompetência pra escolher e pagar por um produto que, ninguém pode negar, é bixado, vencido e podre. E me lembro logo do Berrio, do Éderson, do Conca. Do Berrío, já disse, o responsável por sua contratação deveria ser despedido por justa causa. No caso do Éderson, todo o departamento médico, agravado com o caso Conca. Em relação às renovações de Marcio Araujo e Gabriel, o mesmo responsável que já havia sido despedido pela contratação do Berrío, é readmitido e em seguida despedido de novo. Mera formalidade. Renovação automática pro MA? Se isso não é cusparada na cara da torcida, então não sei qual o limite.

        EU AVISEI!

      • author avatar
        Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

        Escrevi muito, quem sabe muita bobagem, ao responder o nosso querido amigo em comum, o grande Elfo, como gosto de chamar o Legolas.

        Cansei, para dizer a verdade,

        Quero que fique muito claro que, em que pese as rusgas bobas do passado e certas divergências em outras áreas, respeito muito as suas opiniões, pelo que fico feliz por esta sua resposta.

        Aliás, entendo que vocêS (aí necessariamente no plural) estão fazendo muita falta lá no CDN. Não é da ^boca pra fora^, é com a maior sinceridade possível.

        Aliás, duas outras figuras extraordinárias deveriam ingressar naquelas bandas.
        Refiro-me ao Rasiko e ao Edvan.
        São figuras EXTRAORDINÁRIAS.
        Se o futebol, além das tantas e tantas conquistas flamengas, trouxe-me algo de positivo e de inesquecível, certamente há que se incluir muitos personagens do ^velho e cansado^ Urublog, como os que agora mencionei.

        Forte abraço

        SRN, até porque recuso-me às Saudações Amarelas com pintinhas azuis (não sabia da homenagem ao ^templo da corrupção^)
        FLAMENGO SEMPRE

        • author avatar
          Legolas 3 semanas ago Responder

          Grande mestre Moraes.

          Sempre com ótimos comentários. Ainda que eu não concorde com alguns deles, sempre é boa a troca de idéias de forma respeitosa e inteligente. Sabe, isso fez falta por aqui, durante um tempo. Parece que estamos voltando à normalidade.

          Eu agradeço pela lembrança, bons tempos do ótimo CDN, onde fiz muitos amigos, a maioria vindo do Urublog e aqui mesmo do RP&A.

          Agradeço também por lembrar do aniversário da Lara. Errou por poucos dias, mas é compreensível, na verdade achei surpreendente que tenha lembrado que ela está para completar seu primeiro ano de vida. O aniversário é dia 30, dois dias só de diferença, hehehe. Atualmente com 10 meses, ela já está dando seus primeiros passinhos, começou a andar, sem ajuda e sem se apoiar em lugar nenhum. Muito legal acompanhar isso!

          Um forte abraço, meu amigo, vamos torcendo pelo nosso Flamengo rumo a grandes conquistas!

          SRN

  • author avatar
    chacal 4 semanas ago Responder

    fala ai grande murtinho.

    tudo verdade…uma pena um cara que transforma o flamengo nessa marca poderosa,nao ter conseguido um titulo brasileiro.
    pra mim isso eh comparável ao mal que a derrota do brasil para a italia no sarria.
    toda competência do bandeira de mello nas finanças ,não eh acompanhada pelos títulos importantes,mas uma hora a coisa se ajeita,eu creio…..

    SRN !

  • author avatar
    Romano 4 semanas ago Responder

    É difícil montar um time, Murtinho, quando, em vez de profissionalismo e meritocracia, há protecionismo e PANELAS estabelecidas de longa data dentro do elenco.

    Exemplo: Everton, tratado como imprescindível, insubstituível, que fez 10 gols em 54 jogos nesse ano (média inferior à de bons volantes) e cai de bunda no chão ao chutar em 80% dos chutes e cruzamentos, parece ter comprado a ponta-esquerda.

    Mesmo que seja um dos principais responsáveis pelo nosso arame-lisismo, grande característica do Flamengo desde 2014, quando adquiriu sua titularidade eterna, nada, NADA, faz Everton sair do ataque.

    Nem mesmo a impressionante revolução que a entrada do VJ no lugar dele causou no Fla x Flor da Sula, e que foi o único motivo de ainda estarmos vivos na competição.

    Entre técnico e sai técnico, e lá está Everton matando todos os nossos ataques e fazendo um gol a cada 5 jogos no carioqueta e um a cada 10 no Brasileirão. Vida que segue.

    Graças a isso, VJ joga poucos minutos e muitas vezes torto pela direita, Geuvânio (850k/mês) nem joga, Everton Ribeiro fica deslocado, Mancuello não tem oportunidades, Fernandinho jogava pouco, etc. etc.

    É ilusão esperar que Rueda vá mudar isso em poucas semanas de trabalho. Até pelo trauma que isso causaria no nosso time mimado e psicologamente frágil. Vide o exemplo do primeiro jogo contra o foguinho pela semi da Copa do Brasil, quando o everton foi substituído pelo Rueda aos 40 do segundo tempo, para entrada do VJ, e deu um verdadeiro ataque de pelanca. O menino VJ nem chegou a jogar naquela partida, pois precisou ser substituído logo em seguida. O Everton jogou por 85 minutos, errou tudo e foi um dos maiores responsáveis pelo tétrico 0 x 0.

    Mas no jogo seguinte, lá estava ele de volta, marcando laterais adversários com todo afinco e desperdiçando ataque atrás de ataque.

    Seria ele um dos “protegidos” do presdiente, como Muralha, Gabriel, Horroróújo e Vaz? Será que é isso que garante a renovação contratual desses caras, com salários polpudos? Pode ser, pode não ser, mas pelas palavras do próprio presidente, é uma pergunta plausível.

    Bandeira deixou claro que não toma suas decisões baseadas na meritocracia, no desempenho, no resultado e, sim, na proteção aos seus escolhidos. Foi ele mesmo que falou isso.

    Quem garante, então, que a renovação dos contratos de Vaz, Horroroújo e Gabriel, por exemplo, não foi baseada nesse critério? E a titularidade de Pará, emérito sobrevivente do Bonde da Stella? Nunca se sabe, tudo fica nebuloso.

    Quem garante que não há protecionismo ao Everton, outro dos remanescentes da época das vacas magras e das lutas ferozes contra o rebaixamento?

    Por isso, independente do que acontecer nesse fim de ano, a BARCAÇA não pode ser adiada. Esse elenco precisa ser desfeito e começar do zero, sem a presença de “protegidos”, que naturalmente causam um desestímulo aos demais, que sabem que não terão oportunidades.

    Para um time ser unido, forte, competitivo, é fundamental que todos gozem de igualdade perante ao chefe. Caso contrário, acontece o que estamos vendo hoje. Jogadores sem oportunidades, desmotivados, sendo preteridos SEMPRE pelos mesmos, que não produzem, mas são “protegidos”.

    E essa barca não deveria ser capitaneada pelo Mancuello, como dizem que será, mas sim por Rodrigo Caetano e seus blucaps, responsáveis por chegarmos a uma reta final decisiva sem centroavante, mesmo tendo gasto uma fortuna – que vai cobrar seu preço – na montagem desse elenco desequilibrado e cheio de deficiências.

    Infelizmente o Bandeira não poderá ir nessa barca também….

    SRN

    • author avatar
      Bruno Brito 4 semanas ago Responder

      “E essa barca não deveria ser capitaneada pelo Mancuello, como dizem que será, mas sim por Rodrigo Caetano e seus ‘bluecaps'”.

      Perfeito! Se tá na hora de mirar em um movimento #ForaAlguemPraMudardeVerdade que seja #ForaRC.

      Enquanto isso o CEO do Palmeiras contratou o Diogo Barbosa do Cruzeiro, e nós, vamos de Pará e Rodinei mesmo…

    • author avatar
      Rasiko 4 semanas ago Responder

      A importância que o Éverton passou a ter no time do Flamengo é o espelho fiel da mediocridade desse time. A carência é tanta, que qualquer esforçado ganha a torcida. Mas é melhor que o Renê e talvez pudesse funcionar melhor como lateral-esquerdo com o Trauco mais adiantado, trocando de posições. Eu tentaria.

  • author avatar
    Legolas 4 semanas ago Responder

    Agora, sobre o post do Murtinho, excelente!

    Parece que quem gosta de exaltar os méritos na parte financeira da gestão Bandeira esquece que os fracassos no futebol geram muitos prejuízos financeiros. Murtinho destacou isso muito bem.

    E vamos para mais uma vez dizer “ano que vem vai, é nosso”.

    Mais um ótimo texto pra conta.

    Parabéns Murtinho.

    SRN

  • author avatar
    EDVAN SANTOS 4 semanas ago Responder

    FLAMENGO CAMPEÃO MUNDIAL DE 1981, SEM MAIS CONTESTAÇÕES, OFICIALIZADO PELA FIFA….

    ALGUNS ‘IDIOTAS’, INVEJOSOS, FALAM QUE TIMES ARGENTINOS NÃO PARTICIPARAM DAQUELA LIBERTADORES DE 1981, E QUE FICOU FÁCIL VENCÊ-LA ,O QUE NOS LEVOU AO TÍTULO MUNDIAL.. ISSO É UMA MENTIRA; CONQUISTAMOS COM TODAS AS REPRESENTAÇÕES DE PAÍSES SUL-AMERICANOS, INTEGRALMENTE.

    Ganhamos a Libertadores de 1981 amplamente e sob domínio, uma das edições mais difíceis aquela daquele ano, rigorosa, se classificava apenas um time de cada grupo, 20 participantes, só campeões e vices, inclusive com os dois representantes argentinos, o Rosário Central e o Ríver Plate, este, tinha um timaço, faziam parte daquela equipe jogadores como Fillol, Tarantini, Passarella, Alonso, Houseman, “Cacho” Heredia, Ramón Díaz, Ortiz e Kempes – todos eles disputaram ou disputariam Copas do Mundo pela seleção argentina, e alguns se sagraram campeões mundiais em 1978, inacreditavelmente, foram eliminados pelo Desportivo Cali da Colômbia na fase de grupos, então, que história é essa que não participaram? Não tivemos, sim, confrontos diretos com eles, e, não determinado pelo FLAMENGO, problema, se ficaram para trás na competição. . Quanto ao Atlético-MG, muito reclamou o de favorecimento da arbitragem ao adversário, que foi prejudicado, balela, desculpa, na partida classificatória, tremeu, bateu muito, ficaram violentos, seus principais jogadores, indisciplinados, se descontrolaram, provocaram e expulsos, legitimamente, foram, outros, desertaram, fugiram da partida, simularam contusões e do encerramento antecipado do jogo, pelo árbitro, a desclassificação punitiva em sequência foi exemplar. O resto é choro!

    FLAMENGO, CAMPEÃO DO MUNDO DE 1981 COM TODOS OS MÉRITOS…

    BRAVO…!

    Edvan-Alagoinhas-Ba.

    PS – Sinceramente espero que não ocorra do provável, mas tudo indica: . Apanharemos do Coritiba, hoje. novamente e outra vez, ‘quieto’…

    MENGÃO, REAJA, LUTE, BRIGUE…PORRA, POR FAVOR…!

    Abraços para todos os meus amigos, daqui…PESSOAS MARAVILHOSAS…!

    FUI..ALI!

  • author avatar
    Legolas 4 semanas ago Responder

    Repostando aqui, porque postei no último vídeo da Nivinha e, quem sabe, até o Natal o comentário aparece por lá.

    ==========================================================================================================

    https://www.youtube.com/watch?v=AnI8VY4ukb4&feature=youtu.be

    “Vamos buscar esse empate” hahahahaha.

    Quer dizer que já tem vascaindo reclamando do Zé? O homem da grande sequência invicta, mas que não ganha nada?

    Na verdade, eu acho que pra eles tá muito bom, estavam quase na zona de rebaixamento e agora brigam por uma vaga na liberta.

    Injustas as reclamações. Inclusive, ouvi dizer que tem muito “verdadeiro flamenguista” entrando nos blogs dos viceínos pra discutir com as bigodudas que criticam o Zezinho. Tá certo, tem que defender mesmo o amado deles.

    Agora, quanto ao Flamengo, que é o que me interessa, quer dizer que nosso zagueiro em vias de se aposentar virou solução para um elenco milionário?

    Se Rueda não tem opção e tem que escalar Pará (ou Rodinei, tanto faz), Vaz, Rhodholpho, Renê (ou Trauco, tanto faz tb), a culpa é dele?

    Parabéns aos envolvidos, que montaram esse elenco caríssimo, porém recheado de pernas-de-pau.

    Salvam-se Diego Alves, Cuellar, Paquetá, Vinícius Junior… às vezes Everton Ribeiro. Alguém mais?

    Ah, a garotada da base (preterida pelo Zé, por ele todos estariam no GOA) também virou nossa solução, além do Cuellar (outro preterido pelo Zé).

    O Zé era realmente tão benéfico assim para o Flamengo?

    Sei… trabalho impecável na vasca, eles disseram, HAHAHAHAHAHA

    Eu quero mais é que o Zé e a vasquinha se danem.

    E que o Flamengo volte a ser o time que joga com Raça, Amor e Paixão.

    SRN

  • author avatar
    EDVAN SANTOS 4 semanas ago Responder

    Se eu fosse um ‘trainee’ em formação gerencial queria aprender com ele essa coisa de administração, porém tem um detalhe, sou torcedor e pouco vou valorizar balanços superavitários em regozijo de suprir cada decepção com esse time horrendo que nos representa em campo. Evidente que não se pode atribuir ao presidente se os caras não se resolve em campo, comportam-se com o ‘meninas’ melindradas e doces, o que revolta-me é como a diretoria relativa a derrota e fracasso, a proteger, abafar, minimizar e aceitar quase como resultados naturais a debaque de um elenco milionário. É muita proteção e compreensão para o meu gosto,. O FLAMENGO vive de conquistas e delas se alimenta para manter-se forte, robusto, gigante. Viramos uma baba, nossos adversários não nos respeitam, mais, jogamos sem a personalidade vencedora e nisso, também, atribuo ao Zé Ricardo, que jamais deveria ter feito a pré-temporada no início de 2017, foi uma perda de tempo, e ficamos com esse time, sem brio, sem raça, presumido, mal treinado e incompetente a frustrar a grande massa torcedora.

    Isso aí não é FLAMENGO, viciou-se com a derrota e esses jogadores não precisam mais de treinamentos convencionais, que se tornaram inúteis, necessitam de tratamento de grupo, da auto-determinação, um trabalho com psicólogos, talvez, a ioga, sei lá…Não tem Rueda, perdido e que escala muito mal, Cuca, Tite, quem for, do aspecto das soluções conhecidas que resolva, não há solução com técnicos de futebol mais para esse time, o antigo “treinador’ estragou-o, inexoravelmente, com a sua concepção frouxa de jogar.

    Bom…agora o que resta e como diz o Bandeira, como sempre, o ano que vem as conquistas virão. Sentemos e esperemos. Ou alguém aqui acha que vamos ganhar a Sul-Americana com ‘ dondocas’ em campo?

    vou aqui…!

    Edvan-Alagoinhas-Ba.
    PS – A seguir entrarei num assunto, em outra página,…Annnn como enche-me de orgulho o que vou dizer…

  • author avatar
    Henrique Leemann 4 semanas ago Responder

    Sim, Murtinho, essa diretoria foi sempre uma boschta. No que trata o nivel pessoal pior que boschta.

    E repito pela enéssima vez – SE estah bem na economia MESMO, soh saberemos quando chegar uma nova diretoria.

    11 pontos para a zona e 21 (!!!) para o primeiro do campeonato. 21 para o time que sem jogar muita bola, soube jogar o basico bem e friamente. Bastou para ser campeao disparado, num campeonato de extremo baixo nivel futebolistico, parecendo ser 3a divisao de qq pais maior.

    O Bandeira nao precisa entender de futebol: Ele precisa CONTRATAR alguem que entenda e depois apoia-lo.
    Mas isso nao vai acontecer, pela simples razao que estah jah no quinto (!!!) ano e se nao aconteceu até agora, nao vai mais.
    Nao sejamos tolos e “esperançosos” (termo que no Brasil tem o mesmo significado de tolo, caipira, idiota de plantao, etc).

    Ele jah virou “Brigitte Bardot velha”, como eu costumava chamar o Ronaldinho ruimzinho. Que eu nunca quis no Flamengo. Que veio todo ferrado, depois de uns 2-3 anos sem o menor sucesso na Europa e marcado no velho continente como alguem que nao quer mais nada sério. Enfim, olhar para o futebol dele nesses 2-3 anos era como ter na mente a BB e na vista a BB com 70 anos.

    Aqui, no Brasil, claro, parecia ser o salvador da patria. Aqui pelo jeito nao ha janelas que abram para fora, nao ha janelas que trazem noticias (as que merecam o nome), a nao-informaçao reina. Ou entao é aquilo lah de cima, a “esperança”.
    “Esperança” num futuro que nunca vai chegar e que a historia jah mostrou que nunca chegarah mesmo.

    Mas pouco importa isso para os esperançosos, os burros de plantao que hoje em dia estao em TODOS os lugares da sociedade e – se achando.
    Porque nao estariam no CRF ?
    Claro que estao.

    E é isso que nao deixa o minimo otimismo para 2018.

    P.S. Ganhar a Sula? Duvido, e muito. Soh se nesses jogos se verah um time TOTALMENTE diferente do que vimos o ANO inteiro.
    Chances para isso acontecer? Em percentagem?
    Zero virgula um.

    Do mesmo jeito que o pais em peso nao terah nenhuma chance em 2018 de tirar do comando esse bando de safados, nao teremos chance em 2018 de formar um time de futebol.

    SRN tristes

Deixe seu comentário