República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

O octa do Tio Carlos.

Por | 28 de fevereiro de 2021
Carol e Tio Carlos (Form. J)
7 Comments
  • author avatar
    Felipe Abreu 1 mês ago Responder

    Que crônica maravilhosa! De tirar o fôlego!
    Parabéns, Murtinho!
    Parabéns a tio Carlos!
    E parabéns a quem é octacampeão!
    SRN

  • author avatar
    Guilherme Silva 2 meses ago Responder

    Que texto maravilhoso, quase a descrição da minha familia, onde eu e minha irmã somos Flamenguistas graças a um tio, e nós 3, apesar das distâncias que hoje nos separam (1 em MG, 1 em SP e outro fora do BR), assistimos os jogos sempre “juntos” pelo WhatsApp. Muito emocionante! Espero que tio Carlos esteja plenamente recuperado agora!

  • author avatar
    CARLOS MORAES 2 meses ago Responder

    Arthur, a toda hora, escrevendo artigos brilhantes, no seu estilo incomparável.

    Vivi, a emoção pura, só torcendo para que não seja tão episódica.

    Agora, o Murtinho, sempre meticuloso e trazendo textos perfeitos, como este.
    Para falar a verdade, senti-me como o próprio Tio Carlos, sem covid.
    Até Xará ele é.

    É demais.
    Preciso me recuperar emocionalmente.

    O RPA está extrapolando.

    Emocionadas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

    PS – mais um dado negativo a creditar à idade avançada. Não tive a emoção de entrar no Maracanã lotado, aí conhecendo o Mengão.
    Mesmo no estadinho da Gávea, com a Charanga a pleno vapor, o meu momento foi de glória.

  • author avatar
    chacal 2 meses ago Responder

    grande murtinho,

    eu tbm creio que o futebol é muito mais que 22 marmanjos correndo atrás da bola.
    futebol envolve paixão,amor verdadeiro .
    amo o flamengo simplesmente por amar e isso basta.

    SRN !

  • author avatar

    Linda crônica, Murtinho!

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 2 meses ago Responder

    Murtinho, bela narrativa, mas a dura realidade é que ainda não engoli essa de perdermos jogos dos tais chamados ganhos e que você sabe perfeitamente quais são, volto, pois ao meu raciocínio pirandelliano já exposto em outra postagem, assim é se lhe parece, a verdade depende muito do ponto de vista de quem vê o fato. No fundo qual escafandrista de plantão cada um tem sua verdade.
    Como é que o Flamengo conseguiu ser campeão perdendo jogos entregues, primeiro pelo seu zagueiro, o Gustavo Henrique, depois por esse goleiro incensado pela imprensa, o tal de Hugo que deixou passar todas as bolas nos últimos jogos que foram em seu gol? Que me desculpem os entendidos, aqueles mesmos que acham que jogador que vem da base é sempre um gênio, esse tal de Hugo Souza foi o único culpado pela derrota contra os bâmbis. Sofreu dois gols em bola de falta fora da área quase idênticos com o Grêmio e S. Paulo em que ele preparou barreiras inacreditáveis, parecia que ele estava querendo se mostrar num salto felino para a noivinha como fizera naquele famoso drible em que entregou o jogo ( mais um para os bâmbis). E olhem só as estatísticas, gols de falta estão raríssimos nessa porra aí que finalmente acabou, e só o cara deve ter sofrido os oitenta por cento deles. Se o Flamengo quiser salvá-lo contrate um psicanalista. E dizer-se que com tudo isso fomos campeões. Somos ou não somos diferentes?

    • author avatar
      The Trooper 2 meses ago Responder

      Putz cara, nem depois de um texto magnífico desse vc nos poupa do seu mimimi.

      Vai torcer pro foguinho, pelo menos vc será um infeliz com causa.

      Que maluco chato, PQP…

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta para MAURICIO CARRILHO Cancelar resposta