República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

O Novo Normal

Por | 10 de setembro de 2020
Sem Título 3
16 Comments
  • author avatar
    Marco Gama 2 meses ago Responder

    O tal do Tiago Maia joga tanta bola que faz o Gerson parecer amador.

    Até hj não entendo pq o JJ não dava oportunidades pra ele, o cara é OTOPATAMÁ. Marca muito bem (melhor que o Arão), dribla fácil e tem um passe e senso de posicionamento foras de série. Um jogador de primeira linha.
    SRN

    • author avatar
      chacal 2 meses ago Responder

      eu tbm faço a mesma pergunta,pq o mister não escalava o tiago maia ?
      cara joga muito e merece a vaga de titular.

      SRN !

      • author avatar
        CARLOS MORAES 2 meses ago Responder

        Pode ser que esteja equivocado, mas sinto no ar uma estranha vontade de se criticar o técnico Jorge Jesus.

        Pior – com dados errados.

        Caso típico do aproveitamento ou não do jogador Thiago Maia, que, realmente, vem se apresentando muito bem

        Thiago Maia jogou TREZE vezes pelo Flamengo, com DOZE vitórias e UM empate. Está invicto.
        Destas TRESE partidas, SEIS foram jogadas enquanto o Mister ainda era o nosso técnico, inclusive TODAS AS DUAS da Copa Libertadores, sendo que em uma delas atuou durante todos os 90 minutos.

        Com o novo técnico, foram SETE partidas, ou seja, apenas UMA a mais, cabendo considerar que, quando das seis primeiras, foi em um período de apenas DOIS meses (fevereiro e março) ao passo que, ao curso das sete últimas, tivemos um período bem maior, que foi de junho até este início do mês de agosto.

        Sugiro, em consequência, que,antes de sutis críticas, respeite-se a verdade dos fatos.

        Encrenqueiras SRN
        FLAMENGO SEMPRE

        • author avatar
          CARLOS MORAES 2 meses ago Responder

          EM TEMPO

          Quero registrar a bem sacada propaganda dos dois últimos livros do Arthur.

        • author avatar
          The Trooper 2 meses ago Responder

          Além do mais, ainda que JJ tivesse mesmo subaproveitado o Thiago Maia – o que não ocorreu – o que importaria?

          JORGE JESUS GANHOU TUDO!

          Não querem ser gratos ao maior treinador da história do Flamengo, ok. Mas ficar arrumando picuinha pra criticar injustamente o cara parece só dor de cotovelo.

        • author avatar
          Marco Becker 2 meses ago Responder

          Ótima análise dos números, Carlos.

          Eu acredito que se Jesus tivesse ficado, Maia teria entrado no time no lugar do Arão. Mas aqui estamos falando de hipóteses.

          Eu achava que nenhum meio de campo central jogaria perto do que o Gérson joga, mas aí vejo o Maia e seu terno. Temos de comprar logo esse cara.

          SRN!

        • author avatar
          Marco Gama 2 meses ago Responder

          Oi Carlos, bom dia.

          O que estava tentando dizer é que não entendo como um treinador do nível do Mister parece ter não percebido o imenso talento do TM. Só isso. Reconheço que foi o maior treinador da história do Flamengo, e é exatamente por isso que não entendo o motivo do TM ter recebido tão poucas oportunidades com ele.

          Gostaria por favor de ver os seguintes números: em quantos jogos o JJ teve o TM à disposição e não o usou, quando comparado ao DT. Esse é o número que importa.

          SRN.

          • author avatar
            CARLOS MORAES 2 meses ago

            A questão, Marco, é que, como bem disse o The Trooper, o Thiago Maia não foi subaproveitado pelo Mister.
            Há que se lembrar –
            a) os quatro jogos em que o Maurício de Souza foi o nosso técnicos, os primeiros deste ano –
            b) o jogador, que vem mostrando um excelente padrão – aqui todos concordamos – veio do exterior, provavelmente fora de ritmo –
            c) por tal razão, quero crer, ficou de fora as cinco primeiras partidas já sob o comando do JJ.

            Depois que passou a ser utilizado, só não jogou no jogo contra a Portuguesa, aquele pré-pandemia, já com portões fechados.
            Se bem que só tenha atuado integralmente em uma partida – contra o Júnior, no Rio – tal aconteceu em jogo inaugural da Libertadores, logo o mais importante, até então, do ano.
            Não atuou nas duas partidas contra o Indepediente Del Valle, mas, como não sei dizer se ficou no banco ou não, pode ser que nem tivesse sido inscrito, se tal existe nessa competição de tiro curtíssimo.

            Enfim, foi BEM aproveitado pelo técnico português, tanto como agora com o espanhol.
            Não chegou para ser, de imediato, titular.
            O Arão, de quem não sou fã, vinha bem, não sendo o caso de uma imediata barração, fato que representaria uma injustiça pelo que produziu ao longo de nossas conquistas.

            Creio que atendi as suas ponderações, feitas, cabe frisar, em alto padrão, como sempre deveria ser.

            SRN
            FLAMENGO SEMPRE

    • author avatar
      Henrique 2 meses ago Responder

      Escuto tb uma critica ao Arao.
      Nao concordo com essa. Acho a dupla com Gerson perfeita. Agora, Gerson nao marca bem, o Thiago sim. Os passes verticais tb o Thiago sabe fazer.
      Ou seja, se alguem da dupla seria pra ser trocado (sem a menor razao, pois funciona muito bem) poderia ser o Gerson.
      Alias, o que me intriga é que o Gérson, depois de um inteiro ano de treinos, parece continuar a nao aguentar 90 minutos.

      Eu gosto do Arao. Tb do Gérson e tb do Thiago.

      Somente nao acho que existe alguma razao para que o Arao (cobiçado pelo exterior) seja simplesmente banco do Thiago.

      srn

  • author avatar
    Marco Becker 2 meses ago Responder

    Estamos no caminho certo e é justamente por isso que todos sabemos que ainda há pontos a melhorar.

    Agora é esperar os caras continuarem se dedicando nos treinos e mantermos os pés no sapatinho.

    Os flanelinhas já estão preocupados em saber quem terá a honra de passar a liderança para o Flamengo. Comenta-se que a torcida do colorado ainda comemora os gols do Flamengo dizendo: Gol do Flamengo, não, não, não.

    SRN

  • author avatar
    CARLOS MORAES 2 meses ago Responder

    Que o jogo foi fácil, não há a menor dúvida.
    Convenhamos, o Fluminense é um time bem mais fraco, pelo menos no momento, que o Fortaleza.

    Que a vitória foi justa, também não há a menor dúvida.
    Inclusive o golzinho final, contribuição amigável do Gustavo Henrique, não foi merecido.

    Que merecíamos golear, no entanto, não procede.
    O fraco goleiro irmão do Alisson, que contribuiu em muito para o segundo gol, não fez, ao longo da partida, sequer uma defesa difícil.
    Com certeza teve nota negativa no Cartola.

    Em suma, uma atuação aceitável, nada mais do que isso.
    Em princípio não deverá ser o Ceará o proximo time que nos ameaçará. apesar do que não gostaria de ver tanto desinteresse como vi na noite de ontem.

    Indolentes SRN
    FLAMENGO SEMPRE

    • author avatar
      Henrique 2 meses ago Responder

      Otimo artigo do Arthur, ri muito. O cara com o dom da pluma!

      Vi umas surpresas.
      O Filipe esta muito melhor pra tras do que ano passado.
      O Diego foi otimo.

      Agora a defesa esta meia boca.
      O Isla vacila demais, espero que seje adaptaçao.
      O Gustavo nao entra no jogo de verdade. Eh insuficiente.
      E o goleiro nao da. Ele tem que jogar nas categorias mais embaixo e pricipalmente treinar bolas altas – ai ele é zero.

      Jogamos durante um tempo com os 3 volantes, interssante. Mas nao foi um bom momento, para frente nao existiu mais nada.

      Estamos mais estaveis. Levemente, mas até agora suficientemente.

      Infelizmente estamos perdendo muitos gols, todo mundo com o pé torto. Faz tempo. Acho inexplicavel tantos jogadores diferntes perderem tantos gols.
      Isso, para um jogo dificil, tem que acabar.

      SRN

  • author avatar

    Valeu Arthur…
    Grande texto e sempre amarradão no Mengão.
    Flamengo Sempre !!!

  • author avatar

    O que está faltando pra inflamar o time é a magnética. Enquanto ela não retornar ao seu lugar de direito, vai ser isso aí.

  • author avatar
    ORLANDO DE SOUSA SILVA 2 meses ago Responder

    Texto realista , meu caro Arthur. Concordo integralmente com vossa crítica. Ora, 2X0 não se pode encher a equipe de reservas como se o placar estivesse resolvido. Se mudasse nos 40 minutos finais, tudo bem, mas veja que o time não sustentaria o placar caso o “referee” desse mais cinco minutos de acréscimo. O time fez um ótimo primeiro tempo e retornou do intervalo sem ímpeto e com começando a jogar nos contra-ataques. Achei ridículo. Mas, espero que o Dome perceba essa falha psicológica nos jogadores e mande algumas porras bem alto. Abraços. Saudações Rubro-Negras.

  • author avatar
    Eduardo Leao 2 meses ago Responder

    Fui dormir bolado com a falta de vontade de esculaxar esses caras. Time bunda, clube bunda, técnico maionese e o presidente se confundirá eternamente, com o Pequeno Príncipe.
    SRN

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta para Eduardo Leao Cancelar resposta