República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

O Flamengo x River Plate que ninguém viu

Por | 2 de dezembro de 2019
flamengo-gabigol
17 Comments
  • author avatar
    Marcos 2 dias ago Responder

    Belíssima homenagem, tocante e divertida na medida certa.

    Pra sempre Garotos do Ninho

    SRN

  • author avatar
    Maroog 2 dias ago Responder

    Chorei no trabalho. Como choro quando a torcida começa a homenagea-los aos 10 minutos dos dois tempos.

    Ah, como eu queria ter vocês aqui…

  • author avatar
    Cristiano Cury 2 dias ago Responder

    Demais!!

  • author avatar
    Pedro Henrique Trajano 2 dias ago Responder

    Porra Dun, que porrada !! Jamais imaginei que seria possivel deixar este Fla x River ainda mais emocionante ! Demais !!

  • author avatar
    Bruno 2 dias ago Responder

    Resolvam isso, logo!

  • author avatar
    Leonardo tauil 2 dias ago Responder

    Belo texto Dunlop
    Aqui serão esquecidos

  • author avatar

    Tive que esperar passar uma semana para conseguir ler o texto uma segunda vez !

    Palmas, palmas de pé, desta vez sem poder gritar bis, eis que a emoção foi tanta que impediu.

    Parabéns ! Emocionante !

    SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Marcelo Stern 3 dias ago Responder

    Que texto maravilhoso, companheiro.
    Digno de figurar em um quadro, na parede da casa de qualquer uma dessas famílias que fizeram pelo Flamengo o sacrifício supremo, o de entregar ao clube a vida de um filho. Que eles sejam sempre lembrados e que possamos logo dizer que nada material é devido a nenhum deles. Porque nossa homenagem, nosso respeito e nossa consideração, eles sempre terão.
    Quem dá a vida pelo Flamengo dessa forma está como o time, em outro patamar.

  • author avatar
    Rafael 3 dias ago Responder

    Que beleza de texto, parabéns.
    Nunca serão esquecidos!

  • author avatar
    Max pereira Hager 3 dias ago Responder

    Dentro do ônibus, recebi pelo whats um belo elogio deste texto magnânimo! Difícil conter as lágrimas.. extraordinário

  • author avatar
    Roberto Fla 3 dias ago Responder

    Emocionante!

    Sempre muito bom ler os textos desta turma. Parabéns.

    Abraços e SRN

  • author avatar
    Pedro Rocha 3 dias ago Responder

    Viva os garotos do Ninho!

    Justiça para as famílias!

  • author avatar
    BruxoLobo 3 dias ago Responder

    Dunlop, sempre fui um admirador dos teus textos no RPA, mas dessa vez vc abusou…tirou partido da nossa emoção e fez uma homenagem aos nossos saudosos “meninos do Ninho”, os moleques atrevidos, que nos deixa sem palavras e de no na garganta… só nos resta lembrar o canto do rubro negro Jorge Aragão quando diz… “Respeite quem pode chegar
    Onde a gente chegou
    Também somos linha de frente
    de toda essa história…”…
    SRN

  • author avatar
    Serginho 3 dias ago Responder

    Aproveitando o ensejo deste post, vamos assinar essa petição, para pressionar a diretoria a resolver essa questão o mais rápido possível: https://secure.avaaz.org/po/community_petitions/CR_Flamengo_Doe_os_R80_milhoes_da_Libertadores_para_os_Meninos_Mortos_no_Incendio_do_Ninho_do_Urubu/
    Quando a Defensoria Pública e o Ministério Público propuseram uma indenização de 2 milhões por família, além de uma mesada de R$10.000,00 para cada família por 35 anos, a diretoria do Flamengo perdeu a oportunidade de aceitar o acordo. Se não fosse possível pagar os 2 milhões à vista, negociava para parcelar o valor. O Flamengo tem condições de indenizar as famílias de forma digna. Que se dane o valor médio de indenizações que o mercado paga! Afinal, são os nossos meninos! Saudações Rubro-Negras!

    • author avatar
      Rasiko 3 dias ago Responder

      Beleza, Dunlop. Os meninos do ninho não podem ser esquecidos. Faz tempo que venho fazendo essa cobrança e avisando que a não solução desse imbróglio seria uma mancha nos títulos. E é.

      srn p&a

    • author avatar
      Rasiko 2 dias ago Responder

      Já assinei, Serginho, assim que vi o teu link.

    • author avatar

      Custei a assinar.

      Fiz apenas neste exato momento.

      Não foi por culpa minha, mas,, pela forte emoção, nem havia lido o seu comentário.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta para Roberto Fla Cancelar resposta