República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

21 Comments
  • author avatar

    This is the kinda post I was searching for. Sometimes I can’t find what I’m looking for from Bing but it seems this time it worked for me! Thanks for your help.

  • author avatar
    Leandro 4 anos ago Responder

    Gostei muito do desenho. Posta mais \o/

  • author avatar
    Bill Duba 4 anos ago Responder

    Vim pra postar por culpa do Carlos Moraes, que reclamou paca .
    To contigo e nao abro, vamos ser campeoes esse ano com o time que estah ahi, e se vier o Ganso, vencemos com 5 rodadas de antecedencia.
    Saudacoes Rubro Nigerrimas

    • author avatar
      Bill Duba 4 anos ago Responder

      Explico em outra carta que estou elaborando e quando der tempo nas entregas de pizza, que ta phodda esta “season” aqui no Norte de Pinal del Rio.

  • author avatar
    duda valle 4 anos ago Responder

    Flamengo: Gilmar (atual CBFLU) Fabinho, Júnior Baiano, Wilson Gotardo e Piá; Uidemar, Júnior e Zinho; Nélio (Paulo Nunes), Júlio César (Marcelinho) e Gaúcho. Técnico: Carlinhos.

  • author avatar
    carlos moraes 4 anos ago Responder

    No século passado, no mais do que longínquo ano de 1951, na terceira série ginasial, comecei a ter umas aulinhas, sem muita profundidade, como até se impunha de Filosofia.
    De cara, o Mestre falou – o home é o produto do meio.
    Ora bolas, o que seria isto (int.).
    Não me foi difícil, deixando de olhar apenas para o meu umbigo, que, garoto da classe méida, chegada a alta, lá no Lelon, uma das minhas preferidas brincadeiras, era o jogo de futebol de botão.
    Bem alí do lado, ainda existia, antes de ser criminosamente incendiada, a Favela da Praia do Pinto, onde a garotada, de forma diferente, brincava fazendo ^embaixadinhas^ com uma laranja que não estivesse madura.
    A existência de armas, para nós, limitava-se aos revólveres de brincadeirinha ou à espada do Pirata da Perna de Pau, enquando, ali do lado – nem tanto como hoje – a garotada já ia se acostumando com os trabucos de verdade.
    Não me foi tão difícil assim, embora té hoje tantos não o façam, preferindo a diminuição da menoridade penal a uma melhor base educacional, perceber que o meio, realmente, tinha, grande influência.
    Acredito, sinceramente, que o Arnaldo, anos mais tarde – e põe anos nisto – estivesse na mesma posição em que me encontrava.
    Escrevi estas baboseiras, sem chegar a outro ponto importante.
    A influência temporal.
    O Arnaldo, da era Zico, acostumado às vitórias (ainda bem), até vislumbrava nas poucas DERROTAS algo de extravagante, de belo, pois, para dar um exemplo banal, é belísima uma tempestade em alto mar, independentemente de eventuais perigos (mormente dentro de um navio seguro …).
    Pra valer, comecei a frequentar os estádios em 1945, logo após o primeiro TRI.
    Neste ano, só deu Vasco.
    Lembro-me ainda que , aos trancos e barrancos, fomos tentando o tetra, até cairmos, por 2 x 0 paera o Botafogo, em plena Gávea.
    Lá estava eu, sofrendo e ABOMINANDO a DERROTA.
    Em 1946, viramos o turno,invictos e disparados, no primeiro lugar. Começou a ziquizira, na segunda ou terceira rodada, quando perdemos, para o Bonsucesso, por 1 x 0, fora de casa (teria sido o Bangu, interrogo. Com certeza um time com a letra B, pequeno.
    Na última rodada, precisávamos ganhar do Flu, que havíamos derrotado nas Laranjeiras por 5 x 2, mas, curiosamente, em plena Gávea, perdemos pelos mesmíssimos 5 x 2.
    Não vou relatar as nossas desditas de 47 até 52, mas, para a tristeza de um menino de nove anos e de um adolescente de 14, praticamente só dava Vasco.
    ABOMINO AS DERROTAS.
    O segundo e fantástico TRI foi a nossa espetacular REDENÇÃO.
    Era o Flamengo que ressurgia, com sua fantástica e incomparável torcida, que nunca o abandonara.
    Daí para a frente, quase todos conhecem a história, de muitas glórias, até os insucessos que se aolumaram a partir de 93, em que pese a conquista de 2009, além de alguns títulos estaduais – que já haviam perdido o EXTREMO VALOR do passado – e de três na Copa do Brasil, competição que, ao que tudo indica, é bem mais SUJA que os torneios elaborados pelo Caixa d*Água, no passado, e, hoje em dia, pelo Rubinho.
    Pela influência do que vivi, não há a menor condição de sentir o menor prazer com toda e qualquer DERROTA.
    Simplesmente, ABOMINO-AS, mas compreendo e aceito o posicionamento do Arnaldo, em suas melhores tirinhas.
    FLAMENGO SEMPRE e SEMPRE VITORIOSO

  • author avatar
    carlos moraes 4 anos ago Responder

    Esta é a minha SEXTA ^intervenção^, sem que qualquer comentário, não só meus, tenha sido publicado.
    Porquê, interrogo, eis que saíram ontem alguns lá na Nivinha.
    PQP, as melhores tirinhas do Arnaldo !
    Dá pano para mangas.
    Na próxima, garanto que comento !
    SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Wallace Souza 4 anos ago Responder

    Estou lendo um livro,se chama Um Flamengo grande,um Brasil maior,que deveria ser leitura obrigatória a todos os Rubro negros para termos paciência com esse momento atual que passa o Flamengo.O livro conta como em um período que o Flamengo não ganhou nada dentro de campo se transformou no gigante que hoje eh…um show de choque de gestão,estratégia e alianças ,que serve muito ,inclusive para inspirar nossos atuais gestores….SRN

  • author avatar
    Wallace Souza 4 anos ago Responder

    Grande mensagem…espetacular quadrinho do momento atual e do Flamengo.

  • author avatar
    carlos moraes 4 anos ago Responder

    Não temos time, não temos Blog.
    Não sei o que é pior.
    O nosso time já vinha sendo uma merda mesmo, mas o RP&A era campeão.
    Força, Arthur, a peteca não pode cair.
    Se eu soubesse como fazer alguma coisa, estaria me mexendo para consertar o que está dando errado.
    É bem possível que algum outro comentarista entenda desta engrenagem.
    Perder mais um jogo e perder o Blog É UMA PUTA SACANAGEM !
    Emputecidas SRN
    FLAMENGO SEMPRE
    PS – entre outras soluções, a Diretoria tem que levar o time aos Barbadinhos, indo junta. Hoje, mesmo jogando mal, demos azar.
    Como dizem os paranaenses e eu nunca entendi o porquê – PUTA QUE PACHECO !

  • author avatar
    carlos moraes 4 anos ago Responder

    O que está acontecendo, interrogo.
    Boicote do Globo.com/flamengo, volto a interrogar.
    Preocupadas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    LÚCIFER 4 anos ago Responder

    Salve Nação !

    Estou Muito Animado !

    Nos livramos do Luxa (O homem que quer ser presidente), e agora teremos um técnico mais sério, compenetrado, dedicado, e sobretudo, sem medo de ser Feliz e de dar Glórias á esta equipe, pois nosso atual técnico (Cristóvão) almeja somente ser técnico, e não “futuro presidente” e opositor da atual gestão….

    Imaginem vocês, o conflito interior do Luxa ! Ter que treinar para dar vitórias à uma equipe da gestão Blue ! Uma gestão à qual ele já pretendia ser opositor para almejar suas aspirações…..

    Talvez não tenha sido à toa a famosa e deletéria “ rotina de treinos” que o Luxa implantou no Flamengo, que transformou o nosso bom e promissor elenco em um mal treinado e inseguro arremedo time de futebol…..

    Quem não se lembra do jogo praticamente ganho contra o Atlético MG na Copa do Brasil, onde ele fez aquelas substituições suspeitas, estapafúrdias e inexplicáveis, que nos levaram a derrota e eliminação….

    E a postura covarde jogando pelo 0 a 0 e pedindo para perder da Vasquinha no final do Carioca ? Ali teve o dedo, o braço e a cabeça do Vanderley…..

    Acho que queria ser demitido, para depois sair falando mal…..e foi exatamente o que aconteceu……e reparem como ele já está envolto na política do Clube ! Há pouco tempo atrás, ele deu declarações aspirando a ” Presidência ” do Flamengo…..
    .
    Mas Cristóvão ainda levará algum tempo para reparar o estrago que o Vanderley fez, principalmente na confiança da equipe. Mas como a equipe é boa, uma vez bem treinada poderá fazer frente à qualquer outra equipe no Brasil.

    Mas a equipe precisa voltar a treinar de verdade, e readquirir a confiança perdida com o Vanderley, o que com certeza ainda é muito cedo para já vermos readquirida diante do Fluminense, portanto, não vamos nos iludir já com uma vitória ou apresentação de Gala, pois o “ranço” de “time treinado por Luxemburgo”, deixará de existir gradualmente.

    Seja bem vindo Cristóvão. Seja bem vindo Guerrero. Com certeza, se concretizarão em duas excelentes contratações. E alerto para a contratação do jogador Guerrero, que muitos clubes no Brasil (se não todos), gostariam de ter em seu elenco !

    Muito contente e Feliz com as contratações,

    SRN.

    Lúcifer.

  • author avatar
    carlos moraes 4 anos ago Responder

    Nada, ainda.
    Aproveito para registrar com euforia o retorno, prá lá de demorado (espero que não demore tanto o restabelecimento do Blog),
    do Arnaldo Blanco.
    Registro também a espetacular conquista do basquetebol, obtendo o quarto título, terceiro consecutivo, em sete edições da NBB.
    Duas exibições espetaculares, com todo o time jogando muito bem, embora haja um talento fora do comum, que é o argentino Nico Laprovittola. Temo que este jogador vá para a NBA, pois tem jogo para tanto.
    Como acompanhei o basquete – apenas o do Flamengo, nos grandes momentos, e da Seleção Brasileira (retifico, em também nas Olimpíadas e nos Mundiais, independente da nossa presença) – acreditava, com muita presunção, que entendia um pouco.
    Meus dois filhos menores jogaram – e bem, apenas categorias menores, pois não tinham altura para viagens mais altas – e o conselho que dava para eles era a respeito das duas grandes características que, para mim, este esporte exige – COLETIVIDADE e COMPROMETIMENTO.
    AO CONTRÁRIO DO FUTEBOL – QUE SEMPRE FOI A MINHA PAIXÃO – não há jogador que ganhe sozinho uma partida de basquete, nem quando faz uma cesta de três pontos a um segundo do fim.
    Pelé e Zico, entre outros, no passado, Messi, atualmente, ganharam e ainda ganham jogos graças a um ou mais momentos de genialidade.
    Um exemplo mais do que recente.
    O jogo contra o PSG estava bem equilibrado, até os 77 minutos. Faltando apenas 13, o Messi acretou um ^surdazo^ de fora da área – como é a sua grande característica – fez um gol antológico com o pé do bonde, acabando por dar uma assistência perfeita para o Neymar, sem qualquer dificuldade, matar o jogo e, ao mesmo tempo, a série.
    Isto é IMPOSSÍVEL no basquete, mesmo para um Michael Jordan ou LeBron James.
    A COLETIVIDADE impera, o COMPROMETIMENTO tem que ser constante, embora raríssimas vezes um jogador jogue integralmente os 40 minutos.
    Aliás, coletividade e, principalmente, comprometimento estão em falta no nosso time de futebol.
    Espero que amanhã, inspirados nos campeões de hoje, o nosso time supere os problemas e saia vitorioso.
    SRN
    FLAMENGO SEMPRE

    • author avatar
      carlos moraes 4 anos ago Responder

      Vou responder a mim mesmo, acrescentando algo.
      Até parece que estava adivinhando.
      O Messi, comprovando ser UM DOS MAIORES CRAQUES DO MUNDO DE TODOS OS TEMPOS, fez ^um autêntico gol de placa^, só que este de verdade.
      Como não vi o famoso gol de placa do Pelé no Maracanã contra o Fluminense, sendo que, àquela época, não havia ou era muito precária a utilização de VT, este gol de hoje foi, para mim, o mais incrível que vi em toda a minha vida.
      Pegou a bola, lá na beiradinha do gramado, pela direita (ainda bem que do lado em que estavam as câmaras), foi e voltou, foi novamente, passou por três, entrou na área, passou por mais um e fulminou com sua canhota mágica no cantinho baixo do bom goleiro.
      Lindo, maravilhoso.
      Um gol que reabilita o FUTEBOL e. como dizia anteriormente, só pode acontecer neste esporte, em que um jogador sozinho tem o poder de definir uma partida.
      Felicíssimas SRN
      FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    carlos moraes 4 anos ago Responder

    Vou aguardar o restabelecimento dos contatos.
    Em seguida, comentarei.

  • author avatar
    Saulo Zetum 4 anos ago Responder

    Muito bom, como sempre!
    Ser flamengo é nunca deixar de acreditar!

  • author avatar
    André 4 anos ago Responder

    O ARNALDO BRANCO voltou em ALTO ESTILO.

    shaushuashuahsuahsuahsuahsuahusaushuahsuahsuahsuausuasuas

    Excelentes as tirinhas !

  • author avatar
    Everton Taveira 4 anos ago Responder

    Veio o Guerrero, rumo ao hepta!

  • author avatar

    Muito bom, show de bola, rindo muito aqui kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • author avatar
    Almeidinha 4 anos ago Responder

    Aí sim!! Bom para caralho!

Deixe seu comentário