República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

22 Comments
  • author avatar

    I’d have to check with you here. Which is not something I do! I enjoy reading a post that will make people think. Also, thanks for allowing me to comment!

  • author avatar

    This is the kinda post I was searching for. Sometimes I can’t find what I’m looking for from Bing but it seems this time it worked for me! Thanks for your help.

  • author avatar
    Fiestas 4 anos ago Responder

    Those who may have had favorable criedt scores plus a stable source of income arrive at have better alternatives slightly part the mouth area just like you’re saying ‘o’ then press lightly on the cheeks.my web page ::

  • author avatar
    Heraldo Oliveira 4 anos ago Responder

    Acabei sendo rubro-negro meio que autodidata. Se deixasse me levar pela (má) influência do meu pai (espero que lá em cima ele não leia isso), eu seria vice e andaria mal vestido e chorando pelos cantos por mais de um quarto de século.

    Felizmente pra quem nasceu nos anos 70, as cores “preto-e-cinza” (TV em cores era coisa de rico) eram bem representadas pelo Arthur, e era uma tendência natural que a criançada acabasse fechando com o certo, com exceção dos que tinham QI sub-20.

    Valeu, Zico!

  • author avatar

    Ótimo, nos fez lembrar os quadrinhos do ENFIL!!!

  • author avatar
    Jair Felipe Garcia Pereira Ramalho 5 anos ago Responder

    Muito boa essa sequência. No meu caso meu pai é botafoguense mas os quatro filhos são flamenguistas. Escapamos do time dos intelectuais!!! e ficamos com o povo, com o certo como gosta de dizer o Arthur.
    Minha mãe que era tricolor mudou para o Flamengo tbém.

  • author avatar
    Wallace Amorim 5 anos ago Responder

    uhaeuhaehuae sensacional

    o meu Botafogo foi o Vasco e a minha Odete foram meus primos, e a força motriz uma derrota numa final de campeonato onde todas as crianças pulavam na rua de alegria, e eu estava chorando, pq estava derrotado, virei Flamengo e resolvi todos os problemas kkkk

  • author avatar
    Eduardo 5 anos ago Responder

    Genial! Hilário!

    • author avatar
      Duna 4 anos ago Responder

      the video itself is poor the audio is very hard to udnarstend but, I thank you for showing me the web address to this awesome program I hope when I sign up, you get a commission Oh, there was no affiliate Ad Tracker link

  • author avatar
    carlos moraes 5 anos ago Responder

    Não vou esperar o vídeo da Nivinha.
    Passo, de imediato, ao comentário do BOM jogo (afinal, ufa !) em que conseguimos empatar, com extrema dificuldade, com o surpreendentemente BOM time do Madureira, que dominou tranquilamente o primeiro tempo, marcando um GOLAÇO.
    Duas decepções rubro-negras nesta tarde, a saber – 1a.) – Wanderley Luxemburgo – o nosso time já não tem o 10, mas hoje, até os 64 minutos, não teve o 10 e também o 8 (levando-se em consideração a numeração dos áureos tempos). Tínhamos três 5 – Cáceres, Márcio Araújo e Canteros (todos jogando mal, por sinal), e três atacantes que ficaram órfãos, além do mais também sem qualquer lucidez, à exceção do Everton.
    Pior do que tudo a bizarra justificativa do Profexô – ^estou preparando o time para jogar em Pelotas^. Que loucura, ou melhor, quanta estupidez ! Por mero acaso, na véspera, assisti uma entrevista do René Simões, que, perguntado a respeito do próximo jogo contra o Flamengo, respondeu corretamente que, naquele momento, cabia-lhe comentar o jogo contra o Nova Iguaçu. Perfeito, ben ao contrário do besteirol do Luxa.
    2a.) – Marcelo Cirino – não jogou bem, mas foi INACEITÁVEL a sua cavação de penalty. Inaceitável e RIDÍCULA. Típico lance para Cartão Amarelo, que se impunha. A TV, com RIGOROSA NITIDEZ, flagrou o jogador – que deveria prosseguir na tentativa do gol – dobrando, muito antes de chegar no goleiro, as pernas. Que PAPELÃO.
    No mais, ah !, ia me esquecendo, e o Pará, hein, minha gente. É bem melhor não aceitar a transferência do Léo Moura para os Estados Unidos. Deu pena. pois o Madureira simplesmente ignorou todo e qualquer interesse de marcá-lo. Recebia a bola limpinha, lá pela direita, e … NADA.
    Quanto ao nosso gol, não se pode dizer se a bola entrou toda ou não. Da minha parte, acho que entrou, mas, com certeza, teremos amanhã uma chuva de comentários de APITO AMIGO, favorecido da GLOBO e assim por diante.
    Ainda bem que a turma do ArcoIris parece desconhecer o RPA …
    Vamos assistir o joguinho do Engenhão, torcendo por um empatezinho maroto.
    Desconfiadas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Gabriel Guzman 5 anos ago Responder

    Essa combinação de belos textos, com vídeos e quadrinhos está sensacional!!! Coisa fina de primeira do jeito que nosso Mengão merece!!! Não canso de parabenizar os membros da República!

  • author avatar
    Vinicius Moreno 5 anos ago Responder

    Show, parebéns!
    CRN: 353198

  • author avatar

    Foda demais essa série. Pena que demora tanto pra ler a próxima.

  • author avatar
    Roberto Fla 5 anos ago Responder

    Muito boas as sua tirinhas Arnaldo! Muito obrigado por compartilhar suas memórias rubro negras. Comigo aconteceu algo semelhante, mas um grande tio, e também meu padrinho, me salvou do meu pai e avô alvi-negros.

    SRN

    Roberto

  • author avatar
    MARCELO TORRES 5 anos ago Responder

    Essa série “O Flamengo que eu lembro” é sensacional.

  • author avatar
    André 5 anos ago Responder

    Espetacular….SHAUSUASUAHSUAHSUAHUSHAUSHUAHSUAHSUAHUSHAUSHUASUA

    Destaque para: “A era Zico prejudicou o crescimento de várias crianças” e “Mais uma vítima dos anos 80…” Josiel foi DEMAIS para quem viveu os anos 80…..SHAUSUAHSUAHSUAHSUAHSUAHSUAHSUA

    Parabéns !!!!!

    SRN

    CRN 434356 SEMPRE (nas VITÓRIAS e nas DERROTAS).

  • author avatar
    Ramon Teodoro 5 anos ago Responder

    Show de bola, o site tá ótimo!

    • author avatar
      Penakluq 4 anos ago Responder

      Getting the best in autoresponder tclnhoeogy, building trust and relationships are sides of a multi part game we should play to win.Working online could be a very successful experience provided we have the best tools, good strategies and the coaching of those clever minds who became real success stories and are building trust with good advice and unique online service.

  • author avatar
    carlos moraes 5 anos ago Responder

    Só vou dizer uma palavra, para definir este número 4 (do Mozer, com certeza) – EXCEPCIONAL
    Idendifiquei-me, por demais, porque meu pai, minha mãe e meu único irmão eram botafoguenses.
    Graças a um falso tio (na verdade, marido de uma prima do meu pai), a ^minha Odete^, transformei-me em um fanático rubro-negro, resistindo à pressão negativa dos anos 45 a 52 (só deu Vasco, quase, e, ainda por cima, em 48, uma conquista alvi-negra).
    Valeu a pena, e como.
    Vou mudar
    FLAMENGO ATÉ MORRER

  • author avatar
    chacal 5 anos ago Responder

    grande odete !!!

    salvou essa sua alma fadada ao choro ou chororo,como achar melhor.

    saudações

    • author avatar
      carlos moraes 5 anos ago Responder

      Acho que o Arnaldo não deve mais chama´-la de Odete, passando a ser ^Detinha, mon amour^.
      Reitero – estas tirinhas estão ESPETACULARES, concordando plenamente com o destaque observado quanto ao Josiel (Meu Deus, que perna-de-pau)

Deixe seu comentário