República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Nós sempre teremos o Flamengo

Por | 10 de maio de 2017
mosaicomenino
5 Comments
  • author avatar
    EDVAN SANTOS 4 meses ago Responder

    E nessa controvérsia entre a AmaLeblon presidida por Dona E. Rosenzweig, com esse nome com certeza não nasceu na Paraíba, e o FLAMENGO, na contestação da construção do nosso estádio, e dentre tantos argumentos já batidos da comodidade, desassossego, desarmonia e incômodo dos moradores do bairro, e que na minha opinião, com bom projeto acústico e ordenamento exterior de mobilidade, estacionamento etc., tudo seria superado, se; um fato quase inexpugnável, inconquistável da tolerância , não viesse a sobrepor a tudo que é a vista panorâmica da Lagoa e da aprazibilidade da sua contemplação. Também, acho! Ponto pra Dona Rosengzey, vixe, enrolei a língua e endureceram-me os dedos no teclado.

    Como o interesse do FLAMENGO está acima de tudo tenho a solução que boto pra baixo é tudo da insatisfação e futrica das comadres e dos ‘veinhos’ das redondezas, ranzinzas : que se tire a Lagoa daquele lugar.

    Obrigado, ,obrigado, obrigado, nada de aplausos, é que sou muito tímido fico constrangido…poxa vida não pensei desse reconhecimento, fico com vergonha..é que sou tão reservado…!

    Edvan-Alagoinhas- Ba.

    PS – Li declarações do Zé sobre a atuação do FLAMENGO contra o Atlético-MG., e disse… que foram poucos os acertos, e que o time perdeu o controle da partida, ou seja, não fomos suficientemente equipe para ganhar o jogo…etc. e caixa de fósforo e não sei o que mais lá….

    Bom, se ele tá dizennnnnndo… me poupa do ‘Schwar’ brigar comigo…

    FUI…!

  • author avatar
    CHACAL 4 meses ago Responder

    vivi,

    vou te confessar…..
    eu nao gosto de ir a jogo contra o fluminense…eu dou azar pro mengao,eh verdade eu juro !
    fui naquele fatidico fla-flu da barrigada do renato,logo ele que sempre me inspirou,sim eu cortava o cabelo igual o dele….
    acho que o primeiro jogo que fui foi exatamente um fla-flu….que saber o resultado(…)flu 2 x 1 com um golaco do galinho quase do meio de campo,,,,isso nao foi capaz de livrar a cara do flamengo, foi la pelos idos de 74,76,sei la.
    eu era apenas um rapaz latino-americano,sem dinheiro no bolso,sem parentes importantes e vindo do suburbiooooo,deixa pra la !
    o ultimo fla-flu foi aquele do hernane brocador fez o dele de letra 3 x 2 pro mengao…..foi um sinal pra nunca mais ir no fla-flu.
    pq eu prometi nunca mais ir se o flamengo ganhasse aqule jogo kkkkkkk
    besteira todo mundo sabe que esse negocio de superticao eh bobagem….massss podendo evitar,nao eh mesmo (…)

    sabe qual eh o problema de verdade…eh que minha mae eh tricolor….sabe como eh praga de mae pega,ah se pega !!!
    vou ficar por aqui se nao escrevo a noite toda….fluminense e flamengo tem muitas historias pra contar…concordo com a nivinha …eh o maior classico do brasil….
    o fla x flu eh eterno,o rio de janeiro fica mais bonito.

    um beijo

    SRN !!!

  • author avatar
    Guilherme Fusari 4 meses ago Responder

    Vivi a cada texto seu viro mais seu fã e volto aqui sempre que tem novos textos. Vc demonstra um grande amor pelo nosso MENGÃO e isso me deixa emocionado. Mesmo aqui em São Paulo estou sempre acompanhando nosso MENGÃO como agora na estreia da Copa do Brasil.
    SRN

  • author avatar
    Igor Jaloto 4 meses ago Responder

    “Você precisa “”estar”” naquele jogo, caso contrário, a bola não entra””. Engraçado como as coisas são, eu estava em um aniversário quando o jogo começou e fui olhar o placar com o meu amigo aniversariante ao lado. Estava 1 x 0 para o Flu e constava 70% de Posse para o Mengão. Na hora fiquei de cabeça baixa, bateu a tristeza ao lembrar que o Flamengo cerca, mas não consegue fazer os gols.
    E ele me questionou o porquê de estar cabisbaixo, pois aquilo era somente um jogo. Mesmo ele sendo torcedor (de outro time), mas ainda sim de outro time. Eu respondi o de sempre, que aquilo era mais forte que eu. E assim que o aniversário acabou fui correndo para casa assistir ao segundo tempo (já estava com 5 minutos), o que vimos dali em diante já é história, mas que me marcou ao ler o trecho que destaquei no começo do comentário. A partir do momento que passei a realmente viver o jogo, no momento que cheguei em casa, coloquei o manto e fui mais um rubro-negro a empurrar o time, a bola entrou.

    • author avatar
      Vivi Mariano 4 meses ago Responder

      Que testemunho lindo, Igor! É isso…quando o torcedor “entra’ no jogo….a bola entra!
      Grande beijo e SRN,
      Vivi.

Deixe seu comentário