República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Na praia do Flamengo, em fevereiro de 1599

Por | 15 de novembro de 2020
Before the Battle of the Downs, 21 October 1639, Showing Tromp's Flagship 'Amelia'
8 Comments
  • author avatar
    Maxwel A.Rodrigues 2 semanas ago Responder

    Primeiro,parabéns Dunlop pelo texto.Segundo,o vice …sempre.Terceiro,não sei como funciona isso por aqui,mas vou arriscar e postar uma matéria que achei em outro site Rubro-negro e que achei muito pertinente pra tudo o que estamos passando vendo nosso time vitorioso de 2019 ruir em 2020.Se por acaso eu tiver cometido uma gafe por fazer isso me perdoem e me avisem que não farei mais do mesmo.Aqui vai a tal matéria para quem quiser vê-la, https://mundorubronegro.com/flamengo/para-quem-acredita-no-azar-do-flamengo

  • author avatar
    Rasiko 2 semanas ago Responder

    UM AVISO/RECOMENDAÇÃO IMPORTANTE PRA GERAL:

    COMO TRAFEGO NO UNIVERSO DA YOGA/MEDITAÇÃO/TERAPIA HÁ MAIS DE 50 ANOS, DESDE O INÍCIO QUESTIONEI O USO DA MÁSCARA TAL QUAL ESTÁ SENDO USADA.

    COMO ELA É FECHADA EM CIMA E EMBAIXO, OXIGÊNIO E GÁS CARBÔNICO TERMINAM POR SE MISTURAR NUMA MESMA RESPIRAÇÃO.

    EXEMPLIFICANDO: INSPIRAMOS O OXIGÊNIO NECESSÁRIO À REVITALIZAÇÃO DO MECANISMO CORPO-MENTE NUM PROCESSO CONTÍNUO E INCONSCIENTE, E EXPIRAMOS GÁS CARBÔNICO PRA DESINTOXICAR ESTE MESMO MECANISMO E DA MESMA MANEIRA INCONSCIENTE.

    ACONTECE QUE POR SER A MÁSCARA FECHADA NO QUEIXO ESSE PROCESSO DEIXA DE SE FAZER NA PLENITUDE DA SUA EFICIÊNCIA- MESMO QUE INCONSCIENTE.

    O GÁS CARBÔNICO QUE DEVERIA SER ELIMINADO PELA EXPIRAÇÃO VOLTA A ENTRAR ATRAVÉS DA INSPIRAÇÃO JÁ QUE A MÁSCARA BLOQUEIA POR SER FECHADA NO QUEIXO.

    ESTE EFEITO NÃO É DIFÍCIL DE NOTAR UMA VEZ QUE QUANDO INSPIRAMOS COM A MÁSCARA O AR QUE ENTRA É QUENTE, ABAFADO, QUANDO DEVERIA SER FRESCO E REVIGORANTE.

    COM O TEMPO O NÍVEL DE OXIGÊNIO VAI CAINDO, TORNANDO O MECANISMO CORPO-MENTE DEBILITADO E O SISTEMA IMUNOLÓGICO ENFRAQUECIDO, FRAGILIZANDO O ORGANISMO E TORNANDO-O MAIS RECEPTIVO AO VÍRUS.

    UMA DAS DIFICULDADES É QUE POUCO SE SABE SOBRE O VÍRUS, INCLUINDO CIENTISTAS, MÉDICOS, EPIDEMOLOGISTAS E OUTROS SUPOSTOS ESPECIALISTAS E QUALQUER UM PODE PERCEBER QUE TODOS ELES (ESPECIALISTAS) ESTÃO TATEANDO NO ESCURO.

    POR OUTRO LADO, NÃO É POR ACASO QUE OS BILIONÁRIOS, COMO JEFF BEZOS DA AMAZON, TRIPLICARAM SUAS FORTUNAS DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA E AS GIGANTES FARMACÊUTICAS, COMO A PFIZER, APARECERAM COM A FÓRMULA MÁGICA SENDO DISPUTADA A TAPA.

    COMO NÃO TENHO DADOS CONCLUSIVOS SOBRE ISSO, MESMO PARECENDO ÓBVIO, ME ABSTENHO, POR ENQUANTO, DE COMENTÁRIOS.

    VENHO FAZENDO EXAUSTIVAS PESQUISAS – NÃO SÓ EM RELAÇÃO AO VÍRUS MAS TAMBÉM AO QUE ESTÁ POR TRÁS DELE,- E ME COMUNICANDO COM AMIGOS E COLEGAS DA ÁREA EM VÁRIAS PARTES DO MUNDO PRA CHEGAR A ALGUMA SOLUÇÃO E/OU CONTRIBUIÇÃO.

    E A MELHOR, ATÉ AGORA, EM RELAÇÃO À MÁSCARA, QUE VEM SATISFAZENDO MUITA GENTE, É USAR A MÁSCARA SEM ELÁSTICO NO QUEIXO, QUE TAPE O NARIZ E CUBRA A BOCA MAS SEM ABAFAR, OU SEJA, SOLTA PRA BAIXO, TIPO ODALISCA, COM UM SÓ ELÁSTICO PRENDENDO NA ORELHA E PERMITINDO QUE O PROCESSO INSPIRAÇÃO-EXPIRAÇÃO SE FAÇA MAIS NATURAL. A DIFERENÇA É GRANDE.

    O DISTANCIAMENTO FÍSICO, PRINCIPALMENTE DE QUEM NÃO SE CONHECE, É FUNDAMENTAL,

    E, PRA COMPLETAR, MANTER O SISTEMA IMUNOLÓGICO EQUILIBRADO ATRAVÉS DE UMA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL E RESTRITA, MUITA, MAS MUITA ÁGUA MESMO – NO MÍNIMO 2 LITROS POR DIA – E EXERCÍCIOS FÍSICOS (O MELHOR DELES É CAMINHAR).

    POUCA ALIMENTAÇÃO EXIGE MENOS DO SISTEMA DIGESTIVO QUE GASTA MENOS ENERGIA PRA METABOLIZAR. E TUDO QUE PRECISAMOS AGORA É DE MUITA ENERGIA – FÍSICA E MENTAL.

    DESCONFIO QUE AS SUCESSIVAS CONTUSÕES NO FLAMENGO TENHAM A VER COM ISSO.

    srn p&a

  • author avatar
    Mario Dunlop 2 semanas ago Responder

    Outra bela história flamenga! Três possibilidades para o nome Flamengo. Haverá uma quarta? Citado no Webster’s: FLA’MEN, substantivo [latim], na Roma Antiga, um padre. Originalmente, havia três padres chamados; o flamen Dialis, consagrado a Júpiter; flamen Martialis, sagrado para Marte; e flamen Quirinalis, que supervisionou os rituais de Quirino ou Rômulo. Haveria um quarto, flamen Go, sagrado a vitórias? O padre teria habitado o Castelinho, na Dois de Dezembro? Vai saber…

  • author avatar
    CARLOS MORAES 2 semanas ago Responder

    Dois textos num só, graaças aos comentários do Arthur.

    Um tanto ou quanto cultura inútil, mas gostosa de ser lida.

    Um dado curioso. Está amplamente justificada a minha admiração (e até mesmo torcida, em termos) pela Seleção da Holanda.
    Van Noort, primo do Van Persie e padrinho espiritual do Cruyiff, o primeiro flamengo.
    Tudo explicado.

    Da minha parte, posso esclarecer.
    Em 1944, com seis anos de idade, entrei no colégio, aprendendo a ler e a escrever lá pro meio do ano.
    Fiquei sabendo que o bi-campeão era o Flamengo.
    O pai de um primo, muito amigo meu e um ano mais novo, era um torcedor fanático rubro-negro.
    Aderi de imediato.
    Com ele, que era casado com uma prima de meu pai, fui até a Gávea, onde, ainda naquele ano, assisti jogos do nosso time.
    Virei torcedor fanático.
    Hoje, confesso, não sou tão fanático.
    Antigamente, brigava com os que diziam que o Flamengo perdera um jogo por ter jogado pessimamente. Tinha outros argumentos para sustentar uma ^tremenda injustiça^.
    Ainda na noite do último sábado, em razão de um simples empate, fiquei devidamente puto e esculachei o técnico e o time todo, sem a menor cerimônia.
    Os tempos passam.

    Sinceras SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Arnaldo Gomes 2 semanas ago Responder

    Muito legal a história do primeiro Flamengo. Só um porra-louca como Van Noort para chegar por aqui, batizar a praia e as ginjinhas dos portugueses, que por sinal foram muito deselegantes com o aventureiro de Flandres.

  • author avatar
    Muhlenberg 2 semanas ago Responder

    A data do título da coluna do Dunlop de hoje é um easter egg pra uma cultura inútil muito maneira. A adoção do calendário gregoriano em 24 de Fevereiro do ano 1582 pela bula Inter gravíssimas do Papa Gregório XIII.

    No século XVI a confusão com as datas dava a maior dor de cabeça. Os calendários e martirológios eram controlados pela Igreja, segundo o calendário Juliano implantado pelo Julio César em 46 A.C. e influenciavam diretamente as atividades economicas e a cobrança de juros.

    Gregório, um papa executivo, juntou os sábios pra corrigir o calendário juliano. Ele queria de volta o equinócio da primavera no dia 21 de março e desfazer o erro de 10 dias existente. Publicou-se a bula, estabeleceram penas foda de excomunhão pra quem zoasse o calendário.

    O primeiro dia valendo do novo calendário foi 15 de Outubro de 1582. Felipe I de Portugal, que era Felipe II na Espanha e fechamento do Gregório, assinou logo uma lei em 20 de setembro. Depois Itália e Polônia e maioria dos países católicos europeus formou.

    Nos países onde o luteranismo já rolava a adoção foi mais problemática. Na Baviera, Prússia e e Holanda foi só em 1700. Na Inglaterra e País de Gales só em 1752. Na Suécia o bagulho foi tão doido que rolou o 30 de fevereiro. A implantação universal do calendário levou 4 séculos.

    A China só adotou em 1912, Bulgária 1916, Rússia 1918. Romênia em 1919, Grécia em 1923 e a Turquia em 1926.
    Dizem que o calendário Gregoriano tem falhas, O número de dias de cada mês é irregular (28 a 31 dias).

    Além disso a semana, adotada quase universalmente como unidade laboral de tempo, não se encontra integrada nos meses e muitas vezes fica repartida por dois meses diferentes, prejudicando a distribuição racional do trabalho e dos salários. Ruim, mas é o que temos pra hoje.

  • author avatar
    Henrique 2 semanas ago Responder

    Parabens, Dunlop ! Extraordinaria historiazinha gostosa!

    Tem nivers que nao dao para serem festejados. Esse é um desses raros.
    A festa so sai se SP cai.
    Rima.

    Abraço cordial – SRN

  • author avatar
    EDUARDO VINICIUS FERNANDES DE SOUZA 2 semanas ago Responder

    Mais um ótimo texto, culminando com um final espetacular!

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta para Mario Dunlop Cancelar resposta