República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Medo

Por | 24 de outubro de 2021
56 Comments
  • author avatar
    Rafael 1 mês ago Responder

    O futebol é louco e amanhã podemos começar a virada pro Tri brasileiro… É tudo ou nada.
    Não esqueçam que também podemos ser campeões do mundo nesta temporada…
    Ser Flamengo é acreditar sempre, mesmo na merda.
    É se estamos na merda agora, como qualificar o que vimos entre os anos 90 e 00?
    Bora, Mengão!

  • author avatar
    Henrique 1 mês ago Responder

    Mais 2 contundidos – é impressionante o que fazem com os jogadores.

    Ai de quem se machuca, vai ser mandado em campo mesmo nao sarado pra si phude de vez.

    Poxa vida, quem contratou esses profissionais-amadores?

    E bora Mengao – uma liçao pro galinheiro !

  • author avatar
    Marcelo 1 mês ago Responder

    O “sarhumano” encontra sempre com facilidade um culpado qdo as coisas não saem como ele quer ou se acostuma rápido com o melhor ,não desculpa a queda de nível jamais, sem espernear e aplacar a sua ira com sangue do culpado pelo seu estado de frustração. O futebol apenas copia e amplifica estas percepções e atitudes. Pensem bem seus doutores em bola, que como o mar, a coisa pode mudar e ficarem sentados nos seus tronos de sabidos profetas. Aposto que na vida cotidiana tb teimam ser assim, mas o futebol, se nunca foram ensinados pelos seus ancestrais familiares, é somente um jogo, que não deva ser levado a sério a não ser que viva ou trabalhe nele,se quer ter vida longa e saudável. Mengão Sempre.

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 1 mês ago Responder

    Existe uma justificativa diáfana, tão impalpável como a inteligência de certos donos do poder, chamada virar o fio, muito utilizada no futebol quando um time inexplicavelmente ( ou por demais explicavelmente, porque todo mundo acha que achou sua causa )começa a cair de produção. Quando isso acontece, diz-se, tranquilamente: virou o fio. O fenômeno carece de explicação científica, parece que no famoso livro sobre o acaso, “O andar do bêbado” de Leonard Mlodinow, já por mim citado aqui várias vezes, há explicação sobre o assunto ( ando com uma preguiça macunaímica de pesquisar).Tanto isso é verdade que muitos técnicos tentam prever a coisa para evitá-la e chegar nas competições na ponta dos cascos. O caso mais evidente foi o Liverpool na temporada anterior, foi irreconhecível, parece que perdeu todas, não sei, e nem por isso quiseram a cabeça do genial Klopp e o time, praticamente o mesmo, voltou a jogar bem. Não estou justificando o Renight, é apenas uma esperança a mais, quem sabe a gente chega na final das Libertadores na ponta dos cascos novamente mesmo com Renight atrapalhando? O problema é que parece que o português lá dos porcos está pensando a mesma coisa….

  • author avatar
    Rasiko 1 mês ago Responder

    Sempre me declarei analfabeto em táticas e estratégias no futebol, mas não sou tão burro a ponto de não enxergar o óbvio.

    Em papo com amigos no whatsapp sugeri que o Flamengo, pela dificuldade que encontra em furar retrancas (e que retrancas!), desse a bola pro adversário, recuasse as linhas e usasse seus contra-ataques que, quando acontecem, são letais. Além disso, a defesa ficaria mais protegida e não sofreríamos gols ridículos como vem acontecendo.

    Eis o que encontro hoje na coluna do André Rocha no Uol.

    https://www.uol.com.br/esporte/colunas/andre-rocha/2021/10/29/rocha-por-que-o-flamengo-nao-pode-jogar-contra-o-galo-no-contra-ataque.htm

    Parece que meu analfabetismo não passa de uma crença infundada, ou, mais provável, uma prova inconteste da incompetência do Renato Gaúcho. Se até eu vejo…

    • author avatar
      Rasiko 1 mês ago Responder

      Mas… é bom, pra ser imparcial nos julgamentos, observar todos os lados e possibilidades.

      Esbarrei com essa análise tática de um cara que entende e, vejam só:

      https://www.youtube.com/watch?v=wTLoJUIjf4U

      Pois é, o time estava então na ponta dos cascos, motivado, jogando um belo futebol e os resultados foram as sucessivas goleadas, encantando a todos.

      O que mudou? Porque a excessiva queda de produção? Contusões, convocações? Os argumentos do Renato têm razão de ser ou não?

      Nós, torcedores, queremos, sim, explicações, mas o fato é que elas nunca satisfazem.

  • author avatar
    Braga Felipe 1 mês ago Responder

    Arthur. Gostaria de saber qdo o senhor vai mandar uma real no Vascaíno do Cahe Motta no GeFla. Porra o cara faz tudo pela crise na Gávea mano. Tô de saco cheio dele já. Ele prevê se divertir vendo essa merda toda acontecendo no ninho e na gavea. SRN.

  • author avatar
    Marco Gama 1 mês ago Responder

    Há muito tempo venho dizendo aqui que o Gabigol é superestimado, que é um crime de responsabilidade o Pedro ser banco dele. A diferença é abissal, tipo Arrasca e Vitinho, espero que isso tenha ficado bem claro para quem tem acompanhado os jogos do Flamengo. E agora a gente ficou sem o Pedro, graças ao nosso departamento médico.

    Alguns pontos que pra mim são cristalinos:

    1) Renight é muito ruim como treinador, e além de tudo é um cagão, não tem coragem de barrar medalhões que não vem jogando nada (Gabigol é o melhor exemplo, seguido pelo ER – embora esse último, ao contrário do primeiro, seja um craque de verdade) e ainda é covarde (só coloca os moleques da base na fogueira, quando os coloca). Suas explicações são um atentado à inteligência (coisas do tipo: entrei com o Vitor Gabriel contra o Flor pq era o único da posição; coloquei o Andreas adiantado – onde ele já mostrou que não rende – para surpreender o adversário). Por favor.

    2) Gabigol já era pra estar no banco faz tempo (pra mim tem sido sistematicamente um dos piores, senão o pior em campo). Acho realmente engraçado quando alguém acha que ele tem vaga na seleção no lugar de jogadores como Firmino, Gabriel Jesus e Richarlison. Só pode ser piada. Eu o venderia na hora se chegasse uma boa proposta.

    3) Diego e Diego Alves já deram sua contribuição ao Flamengo, não dá mais, principalmente o primeiro.

    4) Já que o Flamengo gosta de jogar com as linhas altas, o Rodrigo Caio precisa de um zagueiro rápido pra jogar junto com ele. Entre GH e Leo Pereira, não tenho dúvidas que o primeiro é bem melhor, mas ambos são lentos.

    5) Temos 4 ótimos laterais (Matheusinho, Isla, Filipe Luís e Ramon), embora obviamente o FL seja fora da curva. Eu o considero o melhor lateral esquerdo que vi no Flamengo após o Júnior. Poderia, inclusive, jogar no meio-campo dependendo do jogo, como faz o Júnior no final da carreira.

    6) Arrasca é o cara, um gênio. O jogador hj que mais se aproxima dele no Flamengo se chama Matheus França, que tem 17 anos, mas está arrebentando no sub20. Quem ainda não o conhece, sugiro dar uma olhada. Já deveria estar treinando com os profissionais.

    7) Vitinho e Michael são bons atacantes, acho uma injustiça o que fazem que o Vitinho, embora reconheça que às vezes seja meio displicente. Mas tem ótima técnica (dribla bem, chuta com as duas, e já mostrou várias vezes que tb sabe achar uns bons passes quando joga no meio-campo). Tudo o que ele precisa é de um bom técnico.

    8) ER não é o mesmo, mas tem um estilo único de jogar. Eu jamais abriria mão de ter um cara desses no meu time.

    9) BH é o cara dos jogos difíceis, e sua velocidade faz a diferença. Pra mim, muito mais importante que o Gabigol.

    10) Andreas é um puta jogador na posição do Gerson. Aliás, o acho bem mais dinâmico e talentoso. Tentaria comprá-lo. Thiago Maia é muito bom tb, uma ótima opção quando o Andreas estiver fora.

    11) Arão é o jogador mais regular do Flamengo, não tem substituto à altura (já o critiquei muito pela displicência, mas com o JJ ele se tornou excepcional).

    12) Por último: Treinador faz toda a diferença, mesmo em times bons como o nosso. Espero que o JJ tenha deixado isso bem claro.

    SRN

    • author avatar
      Rasiko 1 mês ago Responder

      Excelente, Marco!

      Do Gabigol venho dizendo a mesma coisa desde que ele começou no Flamengo. Já fui mais crítico e depois dei uma recolhida na corneta diante dos números e das boas apresentações. Mas parece ter voltado aos “velhos tempos” de mediocridade. Jogador de técnica limitada, que não sabe driblar, é facilmente marcado, sai muito da área, contra os genéricos perdeu um gol num rebote do Santos por não estar bem posicionado, chegando atrasado, cai e reclama o tempo todo. Nunca me convenceu. Lembrando que na final contra o River foi nulo até o empate e depois a vitória. Os defensores podem argumentar em contrário, mas isso não apaga sua inutilidade e falta de participação durante 90 minutos. É o tal do raio que não cai duas vezes no mesmo lugar. Também venderia na hora, só que a possibilidade disso acontecer é zero. Comparar ele com Pedro é heresia.

      Tem um zagueiro no sub-20, Cleiton, de quem dizem maravilhas, além do já citado Mateus França, com a Europa em peso de olho nele. Qual a dificuldade que a direção do Flamengo tem em colocar esses moleques pra jogar? O Fluminense acabou com a gente graças aos moleques Luiz Henrique e John Kennedy (trouxemos o Kennedy fake), enquanto nos contentamos em ganhar taças nas categorias de base, revelando mas não aproveitando. Vide Ramon, jogado às feras, um milhão de vezes melhor que o Renê e até do que Filipe Luís na função específica (como vc, o deslocaria pro meio-campo, já que não tem velocidade pra acompanhar ponta veloz e seus cruzamentos são pífios).

      De resto, concordo com tudo, incluindo o Vitinho, que só precisa de uma assessoria de um psicólogo pra mantê-lo acordado e confiante. Técnica e talento ele tem. Se o clube não consegue resolver, a responsabilidade é do clube. Não compreender questões mais profundas na personalidade que impedem o desempenho no nível de excelência, é falta grave. Com o Éverton Ribeiro não é muito diferente. São personalidades retraídas que têm dificuldades de se impor e sair da zona de conforto da omissão, inseguros que se sentem pra se expor. É claro que um troglodita como o Braz vai negar, como negou publicamente, a necessidade de um psicólogo, embora minha sugestão, por experiência própria, seja um terapeuta holístico, que trata do todo e não apenas da parte, muito mais moderno, rápido e eficiente – se o terapeuta for competente, o condicionamento negativo desaparece num piscar. Ele sabe como atingir o alvo e destruir a programação que impede o sucesso.

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 1 mês ago Responder

    Claro que o Renato é o grande culpado. Ele é muito rudimentar em matéria de esquemas e táticas, a sua inteligência só alcança como o máximo de estratégia de jogo colocar o melhor jogador na sua posição e mesmo assim não cumpre, como o notório caso do Andreas, não sabe usar peças para mudar o assim chamado panorama da partida (epa!), parece que nunca ouviu falar em treinar sem bola, isso pra ele é um mistério profundo, são esses alguns dos seus defeitos, ele é adepto do “vão lá rapaziada, que vamo ganhá essa porra de qualquer jeito”, o que, convenhamos com o elenco sofisticado do Flamengo não funciona. Agora a bem da verdade ele não é culpado de tudo, há jogadores irreconhecíveis, principalmente os dois que vieram da famigerada CBF, Everton Ribeiro e Gabigol, nem preciso citar o Arrascaeta, contundido, e o Isla que vai ruim e volta pior, quer dizer essa bosta de seleção nos prejudica duas vezes, quando nos priva de nossos melhores jogadores e nos entrega os mesmos com essa síndrome da volta da seleção que parece até vírus de pandemia. Mas de qualquer maneira Renight foi mais um embuste que reina nesse bananal/laranjal comandado por farsantes.

  • author avatar
    Henrique 1 mês ago Responder

    Outra: jogar contra nos virou a coisa mais facil do mundo.

    Todo mundo atras e na frente 2-3 velozes e bons tecnicamente.
    Pronto.

    Ja nos jogar contra os que estao recuados na propria area – é um deus me acuda.
    Soluçao zero.
    O tecnico nao tem a minima ideia – e isso passa pros jogadores.

    Nao vejo o ano acabar e o tecnico mudar.

  • author avatar
    Henrique 1 mês ago Responder

    Alias, achei impressionante como a jamanta gorducha deles pode dar um pique de 50 metros sem ter alguem atras dele, velocidade 10km/h, e, como numa pelada, colocar pra dentro, tirando o nosso “melhor” zagueiro sem o menor problema da jogada.
    Impressionante.

  • author avatar
    Henrique 1 mês ago Responder

    Eh um desgosto profundo.
    Nao a derrota.
    Mas sim o sorriso no rosto que o Flamengo de hoje em dia me tirou.

    Aquele sorriso de ver futebol, bonito e moderno – e acabando ser quase sempre vitorioso.
    Isso dava razao pra sorrir.
    Isso é a razao para se gostar do futebol.

    Hoje, com essa merreca que se ve (até 5 da manha!), é verdade, a unica coisa que se salva, ou que salvaria, seria o resultado.
    Esperar raivosamente, chutando cadeiras, pelo resultado.
    Que nao vem. Nem ele.
    Dai vem uma boa parte do desgosto.

    Bem, sejamos claros.
    Com um pouco mais de sorte, teriamos empatado ou ganhado.
    Sorte, digo.
    Até essa ja falta.

    Claro que o Remanita nao tem erro de tudo, mesmo quase levando de novo uma manita em pleno Maraca.
    Mas tem erro de muita coisa, sim.

    O „bom“ dessa derrota é que nos faz ver o que temos que fazer, para o inicio da nova temporada.
    Ficaram bem claras, escancaradas, certas coisas.
    E urgentes.

    Jogadores de defesa.
    Escalando contra um time rapido umas lesmas, tipo o Filipe, o Caio e o Léo, se pede pra levar gol. Gol facil. Acontece volta sim e volta sim.
    Alias, o „grande craque da defesa“, o idoso, acabou sozinho com a gente.
    Fez penalti por ser lento e burro e depois deixou o outro chutar por ser lento. Claro que nessa foi ajudado na obra pelo idoso Diego entre os postes.

    Foi um erro, se ve hoje em dia, a prolongaçao dos contratos dos 3 idosos.
    Junto com os 2 Diegos, que estao a cada dia pior, ruim mesmos, enfim, o campeonato custa energia que os velhos nao tem mais, o Filipe nao merece mais ser chamado de titular.
    Ja o Caio fez o karai. Deu aquela cabeçada meia-boca sem ver o jogador dos outros, driblou no meio sem necessidade, e no 3×0 fez homenagem ao GH. Cometendo exatamente o mesmo erro, da mesma forma.
    Impressionante.

    Hora de mudar.
    Ou seja – temos que construir uma defesa COMPLETA.

    Começando pelo goleiro. Alias, o deles pareceu ser muito bom. Seria algo pra se pensar. E logo.
    Os nossos 2 melhores defensores, Caio e D. Luiz, sao potencialmente clientes do DM. Jogo sim, 3 nao. Assim nao da.
    Os outros defensores, todos, nos mostraram em 2020 e 21 de nao ter qualidade suficiente.

    Ataque
    Estao com problemas, mas a qualidade deles é grande.
    Continua grande, a de 4 deles: BH, Gabriel, Pedro e hj em dia, Michael.
    Sao esses o nosso ataque.
    Teriamos que introduzir mais uns 2, de preferencia vindo da base.
    Aqui estamos bem dotados. Mas se sai um dos grandes, temos um problema.

    O nao-funcionar do ataque tem a ver com o desgaste natural deles, com fases, deles, mas tb muito com o jeito do resto do time jogar.
    Jogando quasemente sem defesa e com um meio campo frouxo, eles estao somente dependentes deles mesmo.
    Assim nao da.
    Isso é esporte coletivo, nao individual.

    Meio campo
    Desde que na frente o pessoal nao resolve por si mesmo, no craquismo, e que entao necessitariamos de uma tatica flexivel e que traga resultados, o meio campo ficou com a tarefa de fazer o que nao sabe: criar e chutar.
    Bem, pensando bem, eles sabem o que mesmo? Porque defender tb nao sabem.
    Questao em aberta. O que sabem fazer?

    Vimos que o Andreas nao vale nem 1 milhao, muito menos 20-30 milhoes de euros.
    Com essa grana se traz uma defesa inteira. E é essa que faz a maior falta.
    O Diego esta em pessima fase. Tem que se recuperar. Titular nao mais. Thiago Maia, outro para o DM. E fora disso, esta ha 1 ano fora de forma.
    Vitinho. Ontem senti falta, porque é o unico que sabe chutar (junto com Andreas). Mas de 10 bolas acerta so uma no alvo. Pelo menos isso. E fora dos chutes, faz o que … sei nao.
    ER é um otimo jogador. Fora de forma. Alias, quanto mais velho fica, menos volta bem da seleçao. Mas esse é imprescindivel.
    Arao. Sem discussao. Mesmo em fases alternando, ele é o bench-mark do meio campo.
    Arrasca. O craque. Mas tb com consideravel aumento dos problemas de contusao.

    Foras desses, nao ha outros.

    Ou seja, seria necessario mais um volante (Andreas nao se compra) e mais um ou 2 meias. Da base parece que nao vem ninguem. Muito menos craque.

    Por ultimo resta falar sobre o tecnico e os ajudantes dos tecnicos.
    Que os segundos teriam que ser os melhores do Brasil, disso nem precisa se discutir. Como vai querer elevar o time a oto patama sem esses dai sendo os craques no métier deles?
    Estao querendo economizar nas custas de quem mesmo?

    Tecnico.
    Temos que ter um que vive o futebol moderno e que saiba passar sua sabedoria tambem para o jogador individual, se necessario pegar ele nos treinos pela mao e colocar na posiçao que deve estar durante o jogo.

    Esse merequismo de treino coletivo, e so de vez em quando … nao pode ser sério que aceitam um treineiro fazer isso em pleno século 21.

    Galinhas
    Vai ser outro jogo dificil – temos que ganhar. Sem mais nem menos.
    Nao interessa a fase desse ou daquele, que se phodam, que saiam pro campo e se arrebentem e nos deem a vitoria.
    Menos é inaceitavel.

    Se nao acontecer, o clima vai ficar bem pesado …

    Perder contra a flor, perder a copa e perder o campeonato, tudo em 1 semana???
    Cuidem-se !

  • author avatar
    Rasiko 1 mês ago Responder

    O vexame dos 3 x 0 não foi nada comparado ao pós-jogo. Leio que o renato (minúscula) entregou o cargo e o Braz NÃO ACEITOU.

    E o mais pior de ruim ainda está por vir com a possível reeleição do Landim e sua gang.

    O único que presta dessa diretoria é o Rodrigo Tostes, que é o que venho afirmando desde 2013.

    Ele é que entende de finanças e colocou a casa em ordem. Política, como sempre, é a podridão explícita da humanidade. Onde tem política, fede, e o resultado é o pior possível.

    Mas não dá pra colocar toda a culpa e responsabilidade no balaio do renato. O escândalo do departamento médico, incluindo fisiologistas e preparadores físicos, é estarrecedor. Saber que os melhores profissionais saíram do clube pra ganhar mais no vasco,e botafogo e outros séries B é inacreditável.

    O que dizer então, independentemente da incompetência do renato, da atuação de um gabigol e éverton ribeiro? do léo pereira e do isla não é novidade, mesmo assim o jênio insiste em escalá-los. Mas de chorar foi o frangaço do diego alves e ver o rodrigo caio se arrastando no 3º gol do genérico, saindo na frente e perdendo a passada pro cara chutar como e onde quis pra marcar.

    E isso tudo numa semifinal que rechearia os cofres do clube em mais de 50 milhões.

    Tá na hora de uma limpa, a começar pela diretoria e passando por todos os departamentos (menos o financeiro).

    • author avatar
      vicentaum 1 mês ago Responder

      Não demitiram o Renato ontem pra demitir sábado após uma possível derrota, que palhaçada.
      Técnico estrangeiro pra já!
      SRN.

  • author avatar
    Renato Francisquini 1 mês ago Responder

    Desde que a sua conta foi suspensa no twitter as coisas começaram a dar errado. Precisa ver isso aí.

    Fora Renight!

    Abs.

Deixe seu comentário