República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Máscara, preguiça y otras cositas más.

Por | 4 de setembro de 2021
22 Comments
  • author avatar
    Marcelo 1 mês ago Responder

    Parabéns pela estreia da sua feiticeira, novo estilo menos verborragico, mas dá para botar um chinelinho de qdo em vez.

  • author avatar
    Rasiko 2 meses ago Responder

    Ué! Cadê os comentários? RP&A já se antecipou ao controle da mídia?

    • author avatar
      Jorge Murtinho 2 meses ago Responder

      Rapaz, sumiu tudo! Inclusive as respostas que eu tinha dado.

      Já falei com o grande Bruno Nin, que dá uma tremenda força na parte de TI do blog (sem colocar um centavo no bolso, registre-se), assim que puder ele vai dar uma olhada. Confesso que não tô muito otimista em relação à recuperação, vamos ver.

      Abração. SRN. Paz & Amor. Se cuida.

    • author avatar
      Jorge Murtinho 2 meses ago Responder

      Olha eles aí! Tava tudo na área reservada aos spams. Como eles foram parar lá, não sei. Se voltarem a se rebelar, talvez seja o caso de deixar quieto. Não gosto de mexer com essas coisas do além.

      Abração. SRN!

  • author avatar
    Doutrinador 2 meses ago Responder

    Sob essa premissa (futebol sem torcida não é futebol), o botafogo joga que modalidade?

    rs

    Saudações

    • author avatar
      Jorge Murtinho 2 meses ago Responder

      Hahahaha! Boa, Doutrinador.

      Agora, veja só: Diego Loureiro; Daniel Borges, Kanu, Joel Carli e Jonathan Silva; Barreto, Pedro Castro e Chay; Marco Antônio, Warley e Rafael Moura. Foi com esse time que o Botafogo entrou em campo para derrotar o Remo por um a zero, na rodada mais recente da Série B.

      Na boa: com uma escalação dessas, é possível que um time jogue futebol? Ainda bem que a torcida (?) não tava lá pra ver.

      Abração. SRN. Paz & Amor. Se cuida.

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 2 meses ago Responder

    A nossa Mascarada provocou minha memória. Quando ressuscitou o nome de Morris Albert, algo soou no meu cérebro, alguma coisa m como o longínquo latido de cachorro na madrugada. Não sou nenhum Proust, mas minha memória, às vezes precisa de um gatilho para estimulá-la, nem preciso de um madeleine molhado em infusão de tília, basta a evocação de um nome. Aí fui ver e confirmei: o cara, o tal de Morris Albert é aquele que enriqueceu com uma música só, “Feeling”, vejam só, e, para completar, o tipo era um tremendo plagiário, chupou descaradamente a tal música que lhe rendeu milhões, ficou milionário e parece que tudo ficou por isso mesmo,. Agora a pergunta : foi intencional essa faceta na comparação?

    • author avatar
      Jorge Murtinho 2 meses ago Responder

      Então, Xisto.

      Nunca trabalhei no mercado financeiro – tivesse trabalhado, talvez não me encontrasse na confortável pindaíba da qual desfruto hoje -, mas lembro da piada que corria, há tempos, entre a turma que aqui em São Paulo é chamada de Faria Limers.

      Sempre que um operador se apoiava no feeling para garantir que essa ou aquela ação ia subir, alguém enquadrava: “Para com essa bobagem. A única pessoa que ganhou dinheiro com feeling foi Morris Albert.”

      Claro: foi o feeling de Morris Albert que deu à Mascarada o gatilho pra ironizar o feeling de Roger Flores. Decerto, os mais novos boiaram nessa.

      Abração. SRN. Paz & Amor. Se cuida.

  • author avatar
    Roberto Fla 2 meses ago Responder

    Bem vinda Mascarada! Muito bom o seu pequeno texto.

    Torço para que seja promovida para o setor Ladrilheiros, pelo bem deste blog. Murtinho, a bola está com você!

    Forte abraço e SRN

    Roberto

    • author avatar
      Jorge Murtinho 2 meses ago Responder

      Fala, Roberto.

      Rapaz, o RP&A tem critérios rígidos de admissão. Nosso capitão não dá mole, bicho pega. Dunlop hoje tá aí todo pimpão, mas pergunte a ele se se foi fácil descolar uma boquinha aqui.

      Ainda precisamos resolver a história de como a Mascarada vai responder os comentários. Por enquanto ela sequer tem autonomia pra logar e postar (por isso tá hospedada nos meus escritos), mas vai gostar de saber que você gostou.

      Abração. SRN. Paz & Amor. Se cuida.

  • author avatar
    Rasiko 2 meses ago Responder

    Sou conhecido na intimidade pela preocupação com a integridade física dos amigos, quando distantes, que beira à paranoia. Por isso, respiro aliviado com a tua volta (embora, cá entre nós, meio sobre o deprê – tomara que eu esteja tão enganado no meu feeling quanto o Roger Flores no dele). Se na vida dita “normal” o imprevisível é a regra, imagina em meio a essa desgraçada!

    Gostei da Mascarada e o tema tem tudo a ver. Esses caras – locutores, comentaristas, repórteres -, com raríssimas exceções que não completam uma das mãos, são patéticos. Merecem ser debochados, ironizados e ridicularizados. Eles quase imploram por isso. Que a Mascarada seja generosa na tamancada

    • author avatar
      Rasiko 2 meses ago Responder

      Pelo que vi e dos comentários que li sobre as atuações do Isla na seleção chilena, ele é um ponta e não um lateral. Lá ele rebenta, no Flamengo é pífio, comprometendo o sistema defensivo, tendo dificuldade de recomposição quando perde a bola no ataque e não tem ninguém por aquele setor pra fazer sua cobertura. Que seja então uma alternativa na ponta e não na lateral.

      O Flamengo tem hoje 2 times. O titular todos conhecemos, com Thiago Maia no lugar do Diego e Léo Pereira fazendo dupla com Rodrigo Caio, mas o regra 3 não fica muito a dever, com exceção do substituto do debochado.

      Gabriel Batista, Mateusinho, Gustavo Henrique, Noga e Ramon; João Gomes, Andreas e Vitinho, Kennedy, Pedro e Michael.

      Diego Ribas sempre pronto a dar uma força nos 15/20 minutos finais.

      Anyway, precisamos de um goleiro de ponta URGENTE! Nenhum dos 4, incluindo o César, é confiável e o Diego Alves só é bom debaixo das traves, o que é pouco, muito pouco. Nem a pequena área ele domina.

    • author avatar
      Jorge Murtinho 2 meses ago Responder

      Fala, Rasiko.

      Agradeço pela preocupação, mas pode aliviar a paranoia. Tá tudo bem, felizmente.

      Concordo: o texto meio que dá uma descambada pro lado do desânimo, mas é apenas porque, como cantam Gil e Caetano na lindíssima “Desde que o samba é samba”, tá tudo demorando tanto em ser tão ruim. Vamo que vamo, aguardando as próximas tamancadas da nossa amiga.

      Abração. SRN. Paz & Amor. Se cuida.

  • author avatar
    CARLOS MORAES 2 meses ago Responder

    Por etapas.
    Diferente, mas sempre eficiente.
    Gostei muito do que escreveu sobre o Arrascaeta.
    Modéstia a parte, aqui mesmo no RP&A, fiz ver que, para mim, a ÚNICA jogada eficiente do jogo contra o Santos fora a do segundo gol, da qual participaram ARRASCAETA, Tiago Maia, Michael e, sem brilho algum, o Gabigol.
    Resssalte-se que Maia e Michael também tiveram participação brilhante, embora tudo tivesse começado com a genialidade do uruguaio, que, mais uma vedz ponto para o Murtinho, não tem a menor semelhança com o futebol raçudo – mas vitorioso – de um Obdulio Varela e de tantos e tantos uruguaios.

    No tocante à menina mascarada, gostei, mas fico esperando o lado positivo.

    SRN
    FLAMENGO SEMPRE

    • author avatar
      Rasiko 2 meses ago Responder

      Meu querido amigo, o brilho do Gabigol é estar no lugar certo, na hora certa, e sem esse brilho não tem gol. 🙂

    • author avatar
      Jorge Murtinho 2 meses ago Responder

      Meu amigo Carlos.

      Obrigado pela força de sempre.

      Quanto à Mascarada: pelo que entendi, na próxima postagem ela vai falar dos caras a quem admira. (Será que não ficar meio sem graça? Sei lá.) Eu cá tenho minhas preferências, mas por enquanto não quero meter meu bedelho nisso não.

      O que eu acho é que mesmo os mais fracos de vez em quando soltam opiniões interessantes ou frases divertidas. Um exemplo: o cara a que ela se refere no primeiro parágrafo só pode ser o narrador do SporTV conhecido por Dandan. Lembro que, um dia, ele se empolgou exageradamente com essa história de caneta, até que o ex-jogador e então comentarista Edinho disse com indisfarçável impaciência: “Você gosta muito de uma caneta, né Dandan?” Foi engraçado, e olha que Edinho era um comentarista bem enrolado.

      Aliás, isso vale também para os nossos treinadores. Mesmo os mais ultrapassados e os maiores enganadores, todos têm seus momentos. Enfim, vamos aguardar pra ver como se sai a nossa Mascarada.

      Abração. SRN. Paz & Amor. Se cuida.

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 2 meses ago Responder

    Murtinho, taí, gostei da nossa Mascarada, em se tratando de criticar os hoje assim chamados “analistas” e “narradores”(antigamente eram “cronistas esportivos”(epa!), “espíquer”, por aí) estamos no mesmo barco. Os caras falam besteira o tempo todo e ainda descolam uma graninha azucrinando os nossos já atordoados ouvidos.

    • author avatar
      Jorge Murtinho 2 meses ago Responder

      Fala, Xisto.

      Pois é. Demorei a levar fé na empreitada (e ainda tenho dúvidas) porque acho a história um pouco cansativa. (Mesmo porque, o que a gente escuta de abobrinha não tá no gibi.) Mas com a insistência da Mascarada, achei que valeria a experiência. Vamos ver.

      Abração. SRN. Paz & Amor. E continua se cuidando.

  • author avatar
    Alessandro Matos 2 meses ago Responder

    Murtinho , acho que ficaste preso ao paradoxo de que o futebol acabou por causa da pandemia , que sem torcida não há futebol mas o Flamengo continua sua jornada e eu particularmente vou degustar tudo que envolve o Flamengo e suas letras sempre recheadas de amor ao Flamengo serão sempre bem vinda ao cardápio do dia , mas respeito sua falta de apetite momentâneo , espero que volte com mais frequência ao RP&A.

    A mascarada Flamenguista, gostei dos debates envolvendo suas colocações ,não sou fã de programa de máscara da Globo, mas tudo que envolve o Flamengo e tenha conteúdo eu vou gostar .

    Como é ótimo ser Flamenguista e saber que temos uma nação que ama o Flamengo seja os sumidos , os mascarados e eu.

    • author avatar
      chacal 2 meses ago Responder

      sempre muito bom ver vc por aqui,não fique tanto tempo sem escrever !

      SRN !

      • author avatar
        Jorge Murtinho 2 meses ago Responder

        Valeu, Chacal.

        Ando bastante enrolado com umas coisas de trabalho aqui, mas espero conseguir postar com muito mais frequência.

        Abração. SRN. Paz & Amor. Se cuida.

    • author avatar
      Jorge Murtinho 2 meses ago Responder

      Fala, Alessandro.

      Posso plagiar? Então, vamos lá: como é bom ser flamenguista e saber que você continua firme e forte na leitura do RP&A. Show de bola.

      Cara, se você acha que fiquei preso à tese de que o futebol está atravessando um longo hiato por causa da pandemia, acertou em cheio. Não digo que acabou, porque aí seria definitivo, mas não considero que tenha voltado pra valer. O que taí é um arremedo. É parecido. É quase. Mas ainda não é futebol. Aliás, nós, flamenguistas, devíamos ser os primeiros a reconhecer isso: se passamos a vida inteira enaltecendo nossa torcida e nos orgulhando de seus indiscutíveis poderes, o fato dela não poder estar presente significa que não temos um futebol (ou um Flamengo) 100%. Né?

      Claro: continuei assistindo aos jogos – com exceção do Campeonato Carioca, cada vez menos importante e mais deprimente -, me irritei profundamente com aquela ridícula derrota para o São Paulo na última rodada do Campeonato Brasileiro, me animei com algumas das últimas atuações do time. Isso é outra coisa: é o vício, a cachaça, e se for doença não tem cura.

      De todo modo, agradeço pela força e espero ser mais mais assíduo. Ainda mais com a Mascarada chegando junto e, como dizem os incontroláveis amantes da nossa base, “pedindo passagem”.

      Abração. SRN. Paz & Amor. E continua se cuidando aí, porque o bicho ainda tá pegando.

Deixe seu comentário