República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Júlio César Representa.

Por | 22 de abril de 2018
capa
29 Comments
  • author avatar
    Anselmo Ferreira 3 anos ago Responder

    Só passei aqui pra dizer que se o nosso Flamengo jogasse com 10% da RAÇA que vi nos jogadores vascaínos com salários atrasados, nem o Real Madrid seria páreo para o mengo.

    Infelizmente, a frase que resume atualmente o CR Flamengo foi proferida pelo corintiano Benjamin Back: “O FLAMENGO VIROU UM RESORT”

    Sem mais

    SRN

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 3 anos ago Responder

    O horror! O horror!, como diria Conrad. A pior coisa que eu já vi na minha vida, uma coisa medonha, horrorosa e que alguns incautos chamaram de partida de futebol. Por muito menos o Botafogo deu um pé na bunda de um aventureiro (mais um) que foi aproveitado como interino. Coitado desse Barbieri, ele não sabe o que faz, senhor, e muito menos essa diretoria incompetente. Pé na bunda já, porque mesmo sem técnico essa porra desse time joga, quer dizer, jogam aquela coisa macabra que eles pensam que é futebol e pra que técnico?Com aquele amontoado de energúmenos a bater cabeça, indigno de atuar até nas piores peladas do aterro, só necessitamos de um cara pra fazer barata avoa com as camisas. E isso qualquer roupeiro faz.

  • author avatar
    Carlos Moraes 3 anos ago Responder

    Senhores, eu vi !

    Nesstes meus oitenta anos, do futebol não posso reclamar.

    Garoto, bem garoto, eu vi Zizinho, um jogador excepcional, que, pelos imponderáveis que nos comandam, não foi campeão do Mundo.

    Mal, é bem verdade, muito mal pelas pouquíssimas vezes, em seguida eu vi Puskas, castigado, também injustamente, pelas estrepolias do destino.

    Em seguida, passados uns poucos anos eu vi o máximo, o inacreditável, eu vi, ao mesmo tempo, entre outros gênios, três esplendores brasileiros, Didi, Garrincha e o incomparável Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.

    O tempo foi passando, outros nomes surgiram, Maradona, Zico, Sócrates, antes deles o Tostão, tantos que até a minha memória fica cansada e me engana.

    Vi, sim, muitos gênios.

    Recentemente, Messi e Cristiano Ronaldo.

    Parecia que nada mais poderia me ser oferecido, a mium que tanto vibro com este esporte fantástico que é o futebol.

    Eis que surge, não diria tão bom como alguns aqui citados, de onde jamais poderia imaginar, lá da África, na sua parte árabe, um cara feio, magro e sem o menor físico de atleta.

    Um jogador fantástico.
    Mohamed Salah.

    Arrasou, nesta tarde para nós, lá em Liverpool.

    Dois gols incríveis, duas assistências (palavrinha horrorosa) fora do comum.

    Pode ser um pecado capital da minha parte, mas, nos dois gols, apesar de usar a canhotinha, lembrou-me o Pelé, e, nas jogadas em que deu de presente mais outros dois gols, o Garrincha.
    Voltei no tempo.
    Parecia estar novamente em 1958 e nos imediatamente seguintes.
    Emocionou-me, pelo que não posso de render-lhe a minha homenagem.

    Obrigado, SALAH, pois ainda vale a pena assistir, mesmo que pela TV. uma boa partida de futebol.

    Saudações egípcias.

    PS – os locutores babacas, querendo vender os seus peixes, afirmaram que a semifinal ainda estaria aberta. Brincadeira de mau gosto de quem não sabe ver o esporte.
    Lembro-me de 1962.
    Maracanã, Santos 3 x 2 Benfica.
    Muitos disseram. Não dá, Basta um gol para os portugueses.
    Morri de tanto rir. Placar mais ilusório jamais vi, pois a diferença já deveria ter sido, ali, de, no mínimo, quatro gols.
    O acaso – ou, antes de nascer da inteligência do grande Nelson, o Sobrenatural de Almeida – não quis.
    Lá na ^terrinha^, o resultado todos sabem …
    O mesmo acontecerá na Cidade Eterna.

  • author avatar
    pedro rocha 3 anos ago Responder

    Que alívio: não vamos mais ler aquele fluxo de INconsciência sobre o “lixo chorintiano” que já tinha dado no saco há muito tempo.

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 3 anos ago Responder

    Falar em técnico, em priscas eras(epa!) o Flamengo tinha um técnico chamado Yustrich (acho que se escrevia assim) que reza a lenda dava porrada em jogador que não cumpria suas ordens. As más línguas diziam que o brutamontes era chegado a uma trolha, ou brachola, ou no dizer do Carlos Imperial, jogar água fora da bacia. (Caceta, guarde de baixo, o que eu vou sofrer pelos politicamente corretos por essas impensadas palavras…)

    • author avatar
      Carlos Moraes 3 anos ago Responder

      Xisto, mais uma vez vou me intrometer.

      Ainda desta vez, para aplaudir.

      Fiquei impressionado com o nível do jogo, que, vejam só, terminou sem gols.

      Mais ainda com o tal de Fernando Diniz.

      Um amigo nosso, o homem de Cuba do Norte, o Bill Duba, de rara inteligência e senso de humor, vinha, há tempos, pedindo pelo Fernando Diniz.
      Eu, lamentavelmente, calado e omisso.

      Por isso mesmo, vou fazer um pequeno acréscimo.
      Há uns dez anos, um pouco menos, um pouco mais, no time sub-sub do nosso Flamengo, havia um expoente, que se chamava Camacho, como também Gulherme.
      Camisa 10. Um dos muitos ZICO que se perdeu na poeira, sem chances, como 99% de nossos garotos.

      De repente, junto com o Fernando Diniz, apareceu do nada no Audax, de São Paulo, e foi vice-campeão paulista.
      Sumiu, novamente.
      Ano passado, reapareceu no Corintians, uma espécie de 12o. titular, tendo sido, como todos sabemos, campeão brasileiro.

      O mesmíssimo Fernando Diniz fez questão de levá-lo para o Genérico, onde está comendo a bola, apesar da tola expulsão de ontem.

      A pergunta que paira no ar – QUANDO VAMOS APROVEITAR OS NOSSOS JOVENS.
      De duas, uma. Ou são logo vendidos para o exterior (a minoria) ou desaparecem pelo caminho, a menos que um técnico competente tenha a capacidade de avaliar as suas notórias qualidades.

      Fraternas SRN
      FLAMENGO SEMPRE

      PS – que terá acontecido com o nosso Suiço, que ainda não se manifestou (INT)

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 3 anos ago Responder

    Ontem vi o jogo Atlético paranaense e Grêmio, fiquei estarrecido, meus olhos não estão mais acostumados a ver um futebol assim de tão alto nível aqui no Brasil, parecia que eu estava vendo um jogo de ligas europeias. Será que o Fernando Diniz não serviria para o Flamengo?Embora, eu o achei meio sobre o paradão, tipo indicador coçando o queixo, pensativo, na pose clássica dos fessores que enganam a gente que pensam, mas me parece que ele não substituiria o Vinícius Jr, jogando bem, nem deixaria o horrível Arão em campo. Talvez o FD com um bom tranco possa se transformar no meu técnico ideal para o nosso time: um treinador passional, capaz de rolar no chão, espumar de raiva, enfim, atear fogo às vestes, tipo Renato ou Alberto Valentim.

    • author avatar
      Carlos Moraes 3 anos ago Responder

      Xisto, mais uma vez vou me intrometer.

      Ainda desta vez, para aplaudir.

      Fiquei impressionado com o nível do jogo, que, vejam só, terminou sem gols.

      Mais ainda com o tal de Fernando Diniz.

      Um amigo nosso, o homem de Cuba do Norte, o Bill Duba, de rara inteligência e senso de humor, vinha, há tempos, pedindo pelo Fernando Diniz.
      Eu, lamentavelmente, calado e omisso.

      Por isso mesmo, vou fazer um pequeno acréscimo.
      Há uns dez anos, um pouco menos, um pouco mais, no time sub-sub do nosso Flamengo, havia um expoente, que se chamava Camacho, como também Gulherme.
      Camisa 10. Um dos muitos ZICO que se perdeu na poeira, sem chances, como 99% de nossos garotos.

      De repente, junto com o Fernando Diniz, apareceu do nada no Audax, de São Paulo, e foi vice-campeão paulista.
      Sumiu, novamente.
      Ano passado, reapareceu no Corintians, uma espécie de 12o. titular, tendo sido, como todos sabemos, campeão brasileiro.

      O mesmíssimo Fernando Diniz fez questão de levá-lo para o Genérico, onde está comendo a bola, apesar da tola expulsão de ontem.

      A pergunta que paira no ar – QUANDO VAMOS APROVEITAR OS NOSSOS JOVENS.
      De duas, uma. Ou são logo vendidos para o exterior (a minoria) ou desaparecem pelo caminho, a menos que um técnico competente tenha a capacidade de avaliar as suas notórias qualidades.

      Fraternas SRN
      FLAMENGO SEMPRE

      PS – que terá acontecido com o nosso Suiço, que ainda não se manifestou (INT)

  • author avatar
    Marco Gama 3 anos ago Responder

    Vendo o Atlético-PR jogando ontem, de igual pra igual, com o melhor time do Brasil nos últimos 2 anos, na casa deles, com o time todo compacto e tocando a bola com objetividade, organização e rapidez, fiquei me perguntando:

    Ou o Atlético-PR tem jogadores melhores e mais velozes do que o nosso, ou esse Fernando Diniz é realmente diferente.

    Embora o Flamengo tenha lá suas deficiências, sendo pra mim as mais gritantes a falta de um volante rápido e de boa técnica para jogar ao lado do Cuellar (Jean Lucas talvez fosse uma boa aposta) e o entendimento (na minha visão, trivial), de que Rever e Juan não podem jogar juntos, tendo a ficar com a segunda hipótese.

    Se a segunda hipótese for verdadeira (que é tb respaldada pelo jogo coletivo envolvente que o Audax praticava quando esse mesmo técnico o levou à final do Paulista, com jogadores bem mais modestos que os do Furacão), fica então a pergunta?

    Por que não tentar contratar o Fernando Diniz e realmente dar tempo pro cara trabalhar???

    Em tempo:

    1) Acho tremendamente injustas as críticas ao Renê, tenho visto ele sobrecarregado na marcação (pois nosso meio-campo tem sérias deficiências de marcação e ocupação de espaço, especialmente pelo lado dele onde atua o VJ). O que tenho visto é o cara se matar em campo para cortar cruzamentos e ataques perigosos (vide o lance do último jogo em que o Júlio Cesar espalma pro lado e sobra para o atacante do América-MG, mas o Renê atento e com grande explosão chega na frente a tempo de colocar a bola pra escanteio). Se olharem com atenção, não é a primeira vez que ele fica no mano a mano com atacantes rápidos, praticamente sozinho, e dá conta do recado.

    SRN

  • author avatar
    duda 3 anos ago Responder

    Fla 3 x 1 em confrontos diretos contra o Emelec até 2014 nunca tinha vencido lá …

    UMA PALAVRA SEQUER SOBRE O LIXO CHORINTHIANO ???? BLOGUEIRO VENDIDO PRA MAFIA CHORINTHIANS$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$ ????

    Cade o lixo chorinthiano 50 milhoes FORA GUERRERO CHORINTHIANO 2015, 2016,2017,2018 ARTILHEIRO DE NADA , MAIS CARTÕES QUE GOLS , DOPADO , 50 MILHOES NO LIXO FORA , FORA !

    CEIFADOR PRIMEIRO BRASILEIRÃO NO FLAMENGO E JÁ ARTILHEIRO DO BRASILEIRÃO

    Tecnico estágiario 1,2,3,4 volantes contra o America MG ? Trocar o melhor atacante driblador por um volante vencendo por 2×0 dentro do Maracana aos 30 do segundo tempo contra o América MG …
    FORA RETRANQUEIRO E COVARDE !!! Só Não perdemos pois tivemos Julio Cesar que deveria ficar até o final do campeonato pois a diretoria de merda já planeja vender o Cesar e deixar o clube sem goleiro como no ano passado …

    Um ídolo não se faz apenas com títulos e um time não se faz apenas com goleiros ou zagueiros …

    DESMONTE APÓS A COPA DO MUNDO

    1) Everton já foi, jogador mediano mas pra futebol atual
    2) Vizeu já foi e sendo roubado
    3) Cuellar depois da Copa não deve ficar
    4) Vinicius Junior se iluse aí que o Reavai deixar ficar
    5) Cesar tá sendo negociado
    6) Guerrero lixo desde 2015 50 milhoes nem deveria ter sido contratado FORA CHORINTHIANO LIXO !
    7) Berrio se der 2 dribles na Copa vai embora
    8) Trauco já afirmou que está indo
    9) Diego ,Santos Jair Ventura e Crefisa o querem, pra torcida otaria que vangloria chienlinho chorinthiano perdeor de tudo 50 milhoes no lixo
    10) Lucas Paqueta deve receber propost irrecusavel se voltar a jogar
    11) Julio Cesar já foi
    12) Marlos Moreno dois dribles na Copa e está fora do Flamengo

    ANDRADE HEXA, PET E LEONARDO , faltam 42 pontos …

    FORA BARBIERI !

    https://www.cbf.com.br/competicoes/brasileiro-serie-a/artilharia/2018#.Wtv1Qn8h3IU

    Editar
    Duda Valle gosta da publicação de Deivid Silva.

  • author avatar
    Aureo Rocha 3 anos ago Responder

    De nada adiantou o Barbieri tentar estragar a festa, porque os deuses do futebol já haviam programado a despedida do Júlio César com pompa e circunstância.

    E não fosse realmente essa pré-determinação divina, o resultado da partida seria bem amargo para todos nós. O Flamengo somente não perdeu ou empatou a partida, porque São Judas Tadeu estava também de plantão no Maracanã.

    Como jogou mal o time.

    Esse esquema tático vem transformando o Cuellar num Márcio Araújo renovado: uma profusão de passes para os lados e para atrás irritantes. O Cuellar tem qualidade técnica para sair jogando, para tentar um lançamento, uma jogada individual, mas está engessado.

    Com Cuellar, Willian Arão e Lucas Paquetá, o meio de campo praticamente inexistiu.
    Com Vinícius Jr. e Geuvânio abertos pelas pontas e o Robinson Dourado Crusoé isolado no meio, sem o apoio dos meias, as jogadas de ataque esporadicamente aconteceram.

    Na defesa, Renê foi um convite para um baile.

    E as substituições?

    Não sei não! Antevejo um ano complicado para o Flamengo.

    SRN!

  • author avatar
    Gustavo 3 anos ago Responder

    Esse Barbieri só pode estar querendo voltar pro cargo de auxiliar. Com o maraca lotado, jogo de festa, o cara tira o xodó da torcida e um dos melhores em campo pra por o Jonas e tomar vaia. Se quiser mesmo jogar com 3 volantes na quarta é melhor nem voltar da Colômbia.

    • author avatar
      duda 3 anos ago Responder

      É UM BABACA ACHA QUE PRAMOSTRAR PODER TEMQUE PEITAR O MELHOR JOGADOR , FOI ASSIM COM ZE RICARDO TIRANDO O DIEGO APOS EXPULSÃO PROPOSITAL DEMARCIO ARAUJO CONTRA SEU EX TIMe

  • author avatar
    Wanderson Gustavo 3 anos ago Responder

    Sinceramente fico feliz do jogo ter sido como foi (péssimo),assim como foi na nossa véspera do contra o Emelec lá,não estou dizendo que a vitória é certa,mas o empate (que na atual conjuntura já é bom negócio )fica mais visível no horizonte rubro-negro,sem contar que a atuação do nosso ídolo JÚLIO CÉSAR foi digna de um MITO ,de um RUBRO-NEGRO RAÍZES QUE É O JÚLIO ,enfim belo texto Arthur e que o melhor (a vitória)venha na quarta.SRN

  • author avatar
    Carlos Moraes 3 anos ago Responder

    Ontem, findos o horroroso jogo (mais um) e a bela festa (posto que imprópria), os nossos geniais locutores não contiveram o seu entusiasmo –

    `É isto aí, senhores e senhoras, e o Flamengo é líder isolado do Brasileirão e tem um dos artilheiros da competição ! ! ! ! !^

    Bom, não foi necessário mais do que um só jogo, daqueles terríveis matutinos, e, ^malgré tout^, o nosso FLAMENGO deixou de ser o líder e não tem mais um dos artilheiros do certame.

    Alegira de pobre, afirma a voz do povo que também é a de Deus, dura pouco, no caso em tela, pouquíssimo, apenas mais 90 minutos de bola rolando.

    Realísticas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Romano 3 anos ago Responder

    VJ no segundo tempo tava igual ao enfim finado Everton, perdendo todas as bolas e matando todos os ataques. A diferença dele pro perna-de-pau que foi pra Santa Paula por 550 pilas/mês depois de 5 anos perdendo tudo no Flamengo – e ainda tem viúvas, vai entender – é que não estava marcando ninguém.

    Mas a função primordial dele em campo não é marcar, e num cenário em que estamos ganhando de 2 x 0, com o adversário vindo pra cima com todos os jogadores, bastava acertar um contra-ataque para matar o jogo.

    No melhor estilo Zé Ricardo, nosso jovem distribuidor de coletes, aspirando o estrelato, fez o que todo treinador me(R)dalhão brasileiro artífice de gols da Alemanha faria: tirou atacantes pra botar volantes.

    Nunca vi essa merda funcionar, mas os caras repetem isso sempre. Ficamos sem ataque e sem defesa, já que o inacreditável Arão continuou rebolando sua enorme bunda em campo, sempre mal posicionado, marcando ninguém e errando todos os passes, como de hábito. Jean Lucas não ter chances nesse time deveria ser crime.

    Enfim, Barbieri é mais do mesmo. Nem melhor, nem pior, e também nada diferente. Só que nem fogo no rabo dessas primas-donas ele vai ter condições de colocar, pois não tem estatura pra isso.

    Esse time acabou. Deveria ter acabado ao fim do ano passasdo, mas os contratos longos com salários dabtescos da maioria dos jogadores contratados pela gestão Banana/Cai-Tano não permitirão uma reformulação tão cedo no elenco. Ou algum de vcs acha que alguém toparia pagar 900 mil por mês a um Geuvânio?

    A conta da sangria já chegou. Um time caríssimo sem laterais, sem zagueiros, sem volantes, sem tática, sem nada. É só um monte de ex-jogadores recebendo salários de sheik árabe e dos quais o Flamengo tão cedo não conseguirá se livrar. Estão de parabéns todos os envolvidos pelo maior desperdício de recursos da história do clube.

    Não entendem NADA de futebol, assim como grande parte dos que aplaudem cegamente essa diretoria, que está fazendo nada além do que as anteriores fizeram, jogando dinheiro no LIXO. A diferença é que agora têm mais dinheiro, por causa dos patrocínios, das cotas de TV e do profut. Os demais méritos administrativos são da gestão anterior, aquela com a qual o Bandeira roeu a corda na trairagem das mais rasteiras. Agora tá pedindo “ajuda” aos jogadores, para não fazerem feio e prejudicarem o projeto político dele. Patrícia Amorim II. Deve ser por isso que os dois têm sido como unha e carne ultimamente.

    Só um fato novo terá condições de mudar o cenário sombrio que se desenha para o resto da nossa temporada. O problema é que tenho medo dos “fatos novos” oriundos da Bananolândia.

    SRN

    OBS: Somados os salários de Geuvânio, Berrío, Guerrero, Marlos, Rômulo, ER7 e Diego, dava pra trazer 2 Iniestas, que está indo pra… China.

    Será que seria tão difícil convencê-lo a encerrar a carreira sendo o camisa 10 do time mais popular do planeta no Maracanã? Não valeria a pena investir em um projeto para trazer um supercraque de verdade, que mudaria o clube de patamar, e não esses medíocres que trazem da China por preços europeus, como Geuvânio e ER7?

    Não adianta ser rico, se não se tem inteligência.

    • author avatar
      duda 3 anos ago Responder

      lixo Chorinthiano 50 milhoes Guerrero perdedor de tudo desde 2015 ?
      Tenho criticas ao Everton mas diante da mediocridade da lateral esquerda atual do Flamengo e dos jogadores do meio de campo e ataque …
      E as duas demissões de Jayme ?
      E o desmonte de 2014 ?
      Se lembra do hiato 1992-2006 com venda de todos os promissores da base ? Repetindo a estória … Paulo Vitor , Leo Moura , Samir , Frauches, Jorge , Luis Antonio , Mateus , Elias , Brocador , Vizeu Vinicius Junior

      OBS: Somados os salários de Geuvânio, Berrío, Guerrero, Marlos, Rômulo, ER7 e Diego, dava pra trazer 2 Iniestas, que está indo pra… China.

      Será que seria tão difícil convencê-lo a encerrar a carreira sendo o camisa 10 do time mais popular do planeta no Maracanã? Não valeria a pena investir em um projeto para trazer um supercraque de verdade, que mudaria o clube de patamar, e não esses medíocres que trazem da China por preços europeus, como Geuvânio e ER7?

      Não adianta ser rico, se não se tem inteligência.

    • author avatar
      Carlos_SP 3 anos ago Responder

      Passando por aqui, visto que tenho estado ausente nos últimos meses dada a correria estúpida de trabalho. Concordo em quase a totalidade ficando somente, a meu ver, a opinião que temos somente 1 volante (Cuellar) e que em um esquema bem montado, seria o suficiente para o time titular. Os demais são péssimos. Nosso meio campo não funciona bem de jeito nenhum e o V Jr tem feito menos que esperamos. Falo do V Jr pois espero algo dele, ao contrário de outros que nem me atrevo a mencionar.

      Quanto ao Banana de Melo, estou ainda aguardando a tão prometida reviravolta no futebol com títulos no segundo mandato, dele onde para se eleger, a meu ver, roeu a corda com o grupo que colocou as finanças e gestão do clube nos eixos. E espero errar em meus maiores medos, que chegasse ao final desse mandato com insucessos e com um convite para as velhas rapozas felpudas tomarem o clube de assalto de novo. O céu está nublado, escurecido, mas vai que nossos mulambos resolvam ganhar algo. Apesar do céu, sigo esperançoso.

      Abraços

    • author avatar
      Rasiko 3 anos ago Responder

      Obrigado, Romano! Me poupou tempo e energia. Já cansei de esbravejar contra essa diretoria. Onde a política entra, a pureza do coração é mortalmente ferida.

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 3 anos ago Responder

    Eu acrescentaria, ainda usando Shakespeare, para definir o atual momento do Flamengo: ” há algo de podre no reino da Dinamarca”. Não quero deixar de lado o mérito dessa mudança de filosofia iniciada com esse grupo que aí está na direção do clube, mas que esses caras fazem coisas que foge “a vã filosofia”, fazem. Adoram uma festança extemporânea, parece que nunca ouviram falar num dia fatídico de maio de 2008 na tal despedida de Joel Santana, lembram-se do América MEX?, pois é, semana passada a presepada se repetiu às vésperas de um jogo importante, resultado o tal empate que a torcida até hoje chora lágrimas de esguicho regadas a sangue. Ontem, por um triz (epa! quanto tempo) não se deu a tragédia, aliás, graças à categoria que ainda tem o nosso eterno goleiro. Lá era hora de dar farra do boi, despedida, sei lá eu, num jogo à vera valendo três pontos? E falar nisso, mudaram, mudaram, pra continuar tudo o mesmo no velho estilo de Lampedusa. Continua o tal esquema(epa!) esdruxulo que chamam de 4141 do Carpegiani, ou o que merda lá isso signifique. O nosso Barbieri, continua a inventar tangos em suas substituições, ele que parece não entender de futebol nem de tangos, se ainda fosse como o xará o Gato Barbieri de Último tango em Paris.Já que falei no filme uma sugestão ao nosso presidente, técnico e a quem mais se habilitar nessa barafunda (epa! até rimou com o destino do que vem adiante) baseada nas saliências do Marlon Brando com a pobre Maria Schneider: corte a unha com a tesourinha, encomende a manteiga besunte a anatomia própria e enfie o dedo nas profundezas, pode ser que alguma ideia brilhante surja lá em cima na cachola de alguns desses luminares. Com todo o respeito. Desculpem a grossura, vocês não merecem.

    • author avatar
      Carlos Moraes 3 anos ago Responder

      Brilhante Xisto,

      vou continuar com a ^grossura^, até porque o Grão Mestre, com o esporro dado, liberou geral.

      Gato Barbieri foi um gênio, algo semelhante ao homem do acordeon (não é que me esqueci do nome dele, o maior tanguista, entre os mais novos). Ambos, no além.

      Bernardo Bertolucci, outro cara sensacional.
      Filme pornô é sempre uma merda. Não conta, portanto.

      Entre os filmes artísticos – e põe artístico nisso – tenho para mim que as duas cenas mais eróticas das telas, recentemente, foram em filmes do italiano.
      A citada enrabada do grande Marlon Brando na prima-irmã da Claudia Ohana, a Maria Schneider, e, em ^Os Sonhadores^, o Pitt mais novo e menos badalado tirando a virgindade (deveria ter escrito cabaço, mesmo) da Eva Green.

      Duas cenas antológicas, que, isto sim é ARTE, só aconteceram nas nossas cabeças.
      Nem a Schneider sofreu, muito menos a Green.

      O talento é tudo, desperta a imaginação, faz vibrar o ser.
      Assim em todas as manifestações artísticas, pois jamais esquecerei de como tremia de emoção, nos longínquos anos 50, todas
      as vezes que o Primo Basílio não perdoava a priminha ou que os irmãos Maia se deliciavam no mais autêntico prazer sexual.

      Lembranças, apenas lembranças.

      Sem dúvidas melhores que torcer para que o Barbieri, que não é felino, consiga dar uma dentro.

      SRN
      FLAMENGO SEMPRE

      • author avatar
        Xisto Beldroegas 3 anos ago Responder

        Pois Carlos,
        Carlos Moraes também é cultura. O nome a que você se refere parece ser Astor Piazzolla e tocava bandoneón(epa! essa foi phoda, assim mesmo com ph para disfarçar a grossura)

        • author avatar
          Carlos Moraes 3 anos ago Responder

          Claro que é. Genial !

  • author avatar
    João Neto 3 anos ago Responder

    Acho que o envelhecimento e o amadurecimento me faz ser mais crítico e racional. Entendi a visão do treinador. O lado direito do América estava dando um baile na marcação. Por diversas vezes quando chegando as vias de fato. Renê estava sobrecarregado com os meias, lateral e atacantes que insistiam por seu lado. Vinícius Júnior não marcava ninguém. Perdi bolas bobas, principalmente quando saía para o ataque, deixando a defesa em polvorosa. Não tem o mínimo cacoetes defensivo. No ataque, passes errados e chutes bisonho. No meu ponto de vista, é jogador de segundo tempo.
    Será que estou ranzinza demais? Acho que não. O problema é que Everton não está mais no elenco. De imediato, não há substituto para essa composição.
    Parabéns, Júlio César! Grande despedida e desempenho.

    • author avatar
      Carlos Moraes 3 anos ago Responder

      Com certeza, ESTÁ.

      Vinicius Júnior é a salvação do time e o Gato Barbieri não é técnico em lugar nenhum.

    • author avatar
      Valcinei Lima 3 anos ago Responder

      Creio que,bastava ajustar Cuellar um pouco mais para a esquerda e inverter VJ com Paquetá que tem mais poder de marcação,deixando o camisa 20 solto no meio…

  • author avatar
    Carlos André Rosa Martins 3 anos ago Responder

    Do jogo de ontem, três constatações: a primeira, a de que a Diretoria realmente não sabe o que faz, porque em um campeonato de pontos corridos em que qualquer jogo é decisivo, não se brinca, não se homenageia. Joga-se “à vera”, simplesmente.

    A segunda, a de que o Julio Cesar pega pra cacete e isto fica tanto mais visível quanto a realidade nos mostra: todos os nossos goleiros são muitíssimo inferiores tecnicamente, comparativamente a ele, JC.

    E a terceira – e que talvez abra foruns de especulações cerebrinas – , a de que o garotinho que treina a rapaziada deve levar muito a sério a parafernália tecnológica que o circunda, com informações aos milhares sobre rendimento do atleta…tão a sério para considerar o rendimento físico mais importante do que o esportivo, que considera sobretudo a tal “inteligência emocional” (não sou muito fã dessa conversa, mas vá lá…): não fosse assim, não teria tirado o menino para colocar o Jonas, regurgitado pela baleia e que nada mais fez do que passar o recibo do acovardamento do time em pleno Maracanã, diante da portentosa equipe do América Mineiro….

  • author avatar
    Carlos Moraes 3 anos ago Responder

    Comentarios perfeitos, pelo que nada há a acrescentar.

    Júlio César realmente mereceu e, no gran finale, salvou a Pátria rubro-negra, após mais uma partida simplesmente horrorosa, com um suposto técnico que parece ser uma aberração.

    Pelo que vi na TV, quarta-feira iremos todos ajoelhar no milho, implorando mais um milagre ao santo protetor, mesmo sendo fraquíssimo o time colombiano. O nosso não é melhor nem pior, assemelha-se.

    Como aconteceu em Guayaquil, o nosso santo tem nome, Vinicius Júnior.
    Se o menino estiver, como lá e ontem, devidamente inspirado, poederemos sair vitoriosos, mormente se o Diego Alves incorporar o grande homenageado rubro-negro.

    Para terminar, aproveitando o embalo da mais política de todas as peças do teatro mundial, repetiria Marco Antonio, não sobre Brutus, mas a respeito de Julio Cesar – ^foi um nobre goleiro^.

    Respeitosas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

Deixe seu comentário