República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

16 Comments
  • author avatar
    chacal 2 semanas ago Responder

    se futebol tivesse alguma logica o flamengo teria vencido por 2×0….

    SRN !!!

  • author avatar

    Fala sério Libertadores é justa! Zé Ricardo mexeu mal, tirou o Everton por isso que o jogador (FDP) da Club Deportivo Universidad Católica, estava sozinho… Para com esse papo. Libertadores não tem justiça é bola na rede. Não adianta ficar dando uma de arame liso, cerca, cerca e não machuca. Para classificar temos que ganhar mais duas em casa e empatar uma fora, ou seja 9+1=10. Torcer é obrigação, bajular e babar ovo não! Libertadores é cobrança. Bajulação só depois do titulo. E outra… Na verdade bastava o empate. Não precisava mexer no time, não entendi o desespero do Zé Ricardo.

  • author avatar
    Roberto Tomaz 2 semanas ago Responder

    Falou bem linda Nivinha.

    O time jogou muito bem!

  • author avatar
    Henrique 2 semanas ago Responder

    Bem, nao deu.
    Depois de jogar bem razoavelmente, perdemos.
    Poderia-se dizer que é coisa do futebol, mas acho que é mais coisa nossa.

    E nao preciso dizer que perder “bonito” é perder tb. Perdemos 3 pontos, jah que essa Universidade estava mais pra curso de mobral.
    Ou seja, vamos ter que ganhar bastante ainda para nao desaparecer do mapa.
    Mas acho possivel nesse grupo, até provavel.

    Como vi esse jogo:

    Criar pra criar, fazendo belezas, nao aconteceu do nosso meio campo, mas teve sim umas ou outras que poderiam, ou melhor, deveriam, ter sido convertidas em gols.
    Nosso jogo foi bem compacto, jogamos muito, mas muito melhor que nos anos antes nesse quesito. Mas nao basta. Isso dai nao é nada extraordinario e sim o BASICO.
    Em cima disso temos que chegar à erro zero, criaçao boa e constante e principalmente aproveitamento de verdade.
    Disso estamos longe.

    Pode-se dizer – coisa rarissima, tratando do Mengao das ultimas 6 temporadas – que todos jogaram razoavelmente bem. Fora nosso Vaz, que nao fez isso. O restantes jogaram beirando seus respectivos limites. Muito mais leite nao sai dessas pedras.

    O MA trouxe, tenho que sublinhar isso, tranquilidade ao meio campo, ajudou muito bem ao Romulo e Arao, liberando esse ultimo. O trabalho dele fez com que nossos dois centrais – ambos uma merda – nao cometessem muitos erros. Fora o Vaz, né.
    E para frente tb aconteciam coisas. Ele nao freiou isso.

    Entao, ponto para o Zé.

    Perdemos pq na frente o peruano nao sabe meter suas chances pra dentro e os outros tremem perante a responsabilidade na hora H.

    O nosso goleiro – outro merda – foi talvez o pior, pior que o Vaz.
    A unica vez que teve que pular de verdade falhou. Acho que poderia ter desviado essa cabeçada, se estivesse melhor posicionado. Bola alta é sempre um desastre, mesmo tendo melhorado um pouco nisso, falta muito. O goleiro nosso nao tem a minima ideia de posicionamento. Por isso nao sabe tb sair. Temos que ter um outro.

    Enfim, uma manha nao totalmente perdida, pois o Mengao parecia sobrio e fez seu feijao-com-arroz costumaz de forma aceitavel. Até alguns esbarrarem na panela e derramar a beleza pelo chao.

    Mas estou vendo, creio, alguma melhora. Nada de barcelonitis, mas uma melhora de time mediano. O que jah é muito.
    Mas quero muito mais.

    SRN

  • author avatar
    Carlos Moraes 2 semanas ago Responder

    Desculpem, mas não posso resistir à emoção !

    Sou fodão, mesmo.
    Ainda ontem, escrevi no vídeo anterior da Nivinha.
    Não tem vez para o Jorge, como lateral esquerdo, no Mônaco, pois o titular do time será o futuro titular dos blues (equívoco, provando que os gênios tamém se equivocam – bleu, azul em francês).

    Passaram-se apenas 24 horas.
    Deschamps faz uma nova convocação do time francês.
    Quem está lá, indagam os incautos.
    Respondo eu – MENDY.

    A demain que eu vou em frente, porque cavalo não desce escada.

  • author avatar
    Carlos Moraes 2 semanas ago Responder

    Este comentário, além do auto-elogio, é dirigido à excelente Bia Rago, ilustre palmeirense e grande admiradora (como eu) do Jorge Murtinho.

    Bia já declarou peremptoriamente aqui no estrebuchante RP&A.
    Jogador com menos de 23 anos, não quero no meu time.

    Pois bem, entre os meus acertos do dia de ontem, esteve também a classificação do Mônaco, eliminando o multimilionário time do Manchester City, do badaladérrimo técnico Pep Guardiola.

    Vou citar, um a um, os ONZE titulares de ontem do time francês (quase todos TITULARES MESMO), com as respectivas nacionalidades e IDADE.
    Subasic – Croácia – 32 – titular absoluto
    Sidibé – França – 24 – titular absoluto
    Raggi – Itália – 32 – titular absoluto
    Jemerson – BR – 24 – titular absoluto
    Mendy – França – 22 – caminhando para ser titular absoluto
    Bakayoko – FR – 22 – idem
    Fabinho – BR – 23 – titular absoluto
    Lemar – França – 21 – caminhando para ser titular absoluto
    Bernardo Silva-PT- 22 – titular
    Germain – França – 26 – titular
    Mbappé – França – 19 – caminhando para ser titular absoluto

    Veja, portanto, caríssima Bia, que um dos OITO melhores times (por enquanto) do melhor futebol do mundo , tem, COM MENOS de VINTE E TRÊS anos, apenas e tão somente CINCO jogadores, vale dizer, MEIO TIME.

    É pouco ou queres mais, indago.

    SRN a uma ilustre palmeirense
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Schwarzenegger 2 semanas ago Responder

    Nivinha vou, pela 1a vez, discordar de você, no futebol não existe esse negócio de justiça ou injustiça, resultado de uma partida se faz com a soma dos acertos e, também, dos erros ocorridos no decorrer da mesma, vi a partida de ontem a noite da seguinte forma:

    1o Tempo: Zé Ricardo acertou em cheio ao escalar Márcio Araújo de saída, com 3 volantes, Diego, Everton e Guerrero não precisaram voltar tanto, a defesa ficou sólida e criamos 4 oportunidades de gols que não aproveitadas acabaram fazendo falta, “quem não faz leva”já diz o dito popular, dominamos todo o campo, a Católica não encontrou espaços pra jogar e se limitou a jogar bola alta na área onde Rever e Vaz ganharam todas, não fosse a “entregada” do Vaz eles não teriam criado nada no 1o tempo.

    2o Tempo: O panorama pouco mudou até que Zé Ricardo ERROU, ao substituir Rômulo por Berrio, abriu o meio de campo onde os chilenos com 5 jogadores passaram a dominar o setor, e mesmo, sem criar muito foram apertando o cerco, Zé apostou em um desespero da Católica que não veio, eles não se lançaram ao ataque desordenadamente, Berrio aprontou uma ou duas correrias sem efeito, pior entrou na pilha dos caras e foi expulso por pura burrice, se tem algo que me deixa P. da vida é um jogador experiente, campeão da Libertadores/2106, cair na pilha fácil daquele jeito, inaceitável, deveria sofrer punição pecuniária no salário do mês pela expulsão infantil.

    Junto ao erro do Zé, Diego, praticamente, desapareceu em campo, e ainda, fez a falta, desnecessária, que originou o gol dos chilenos, será que ninguém viu como eles tumultuam nossas cobranças, temos uma equipe com vários jogadores experientes deveriam ir lá tumultuar também, barreira andar, tirar a bola do lugar, não fizeram nada disso, ficaram ali com cara de paisagem vendo os caras cobrar a falta com absoluta calma e pior, deixaram o Santiago Silva ser marcado por Berrio e Pará, piada pronta, depois do gol se tivemos 5 minutos de bola rolando foi muito, ou o Flamengo aprende a jogar o jogo do modo que eles jogam ou a coisa se complica, os próximos 3 jogos serão pela ordem: Atlético/PR (casa) – Atlético/PR (fora) – Católica (casa) temos que fazer no mínimo 7 pontos, chegando a 10, pois, muito provavelmente, na última rodada iremos enfrentar o San Lorenzo já eliminado, desmotivado enquanto católica e Atlético/PR vão se pegar em confronto direto no Chile.

    Na minha visão as atuações foram assim:
    Muralha: Sem muito trabalho, sem culpa no gol, porém, precisa ser mais firme nas saídas de gol.
    Pará: Mal no apoio, enrolado na defesa, pelo seu lado a Católica atacou mais, Rodnei está pedindo passagem.
    Réver: Estava bem até deixar Santiago Silva ser marcado por Berrio no gol
    Rafael Vaz: Precisa fazer um exame de cabeça, está alternando muito bons com maus momentos, aquele recuo sem olhar pra trás foi dose, Juan, também está pedindo passagem
    Trauco: No 1o tempo limitou-se a defender, tentou sair mais pro jogo no 2o tempo sem sucesso.
    Márcio Araújo: A verdade é que foi o melhor dos 3 volantes, desarmou muito e ainda deu opções de saida de contra ataque, sei que muito aqui não gostam dele, mas estou mentindo ???
    Arão: Muito bem no 1o tempo, mas não pode perder um gol como perdeu, de frente na marca do penalti, no 2o tempo limitou-se a marcar e foi substituído com justiça.
    Rômulo: Também limitado a marcação, junto com MA, faziam muito bem a função, sua saída abriu o meio de campo pros Chilenos.
    Diego: Muito bem no 1o tempo, vamos ser sinceros, sumiu na etapa final, limitou-se a cobrar a falta no travessão e ao tentar ser participativo na defesa acabou fazendo falta desnecessária que originou a gol dos caras.
    Guerrero: Muito bem no 1o tempo, mesmo brigando sozinho contra 2,3 Chilenos, porém, com a queda do Diego as bolas não chegaram mais e, também, caiu de rendimento no 2o tempo.
    Everton: Idem, bem no 1o tempo, mal no 2o.
    Berrío: Seria bom nem falar, ridículo, jogador experiente entrar naquela provocação foi dose, pior é saber que o cara sabe jogar, mas não dá pra deixar passar aquilo que aprontou ontem a noite prejudicando a equipe.
    Damião: Sem tempo, sem nota.
    Zé Ricardo: Começou muito bem, acertou na escalação inicial e no sistema de jogo, dominou o 1o tempo e se os jogadores, em campo, tivessem mais pontaria teríamos liquidado o jogo, ainda, na etapa inicial.
    ERROU feio ao desfazer aquilo que tinha feito com maestria, ao sacar Rômulo por Berrio, abriu o meio de campo, passou de dominador a dominado, e não encontrou solução pra sair da armadilha que criou pra si mesmo, se queria sacar o Rômulo, talvez por cansaço ?? Deveria manter o sistema de jogo que estava dando certo colocando Cuellar, apostou num desespero dos Chilenos que não veio e viu a cava ir pro brejo, o fato de poder fazer até 3 alterações, por jogo, não implica, necessariamente, que você tenha que fazê-las e ontem não era pra fazer a não ser por questão médica.

    Vamos em frente se conseguirmos chegar a 10 / 11 pontos iremos nos classificar, sigo muito otimista com o elenco, mas não podemos passar esse atestado de infantilidade sempre que jogamos fora entrando nas provocações adversárias, assim não se chega a lugar nenhum e não temos um elenco de principiantes.

    Como até agora não vi nenhum comentário, é muito provável que os bota…digo pessimistas que andavam meio sumidinhos reapareçam hoje com força total, afinal eles sempre dizem que no Flamengo está tudo errado mesmo, hoje terão um prato cheio após longos 4 meses sem derrotas e 19 jogos de invencibilidades perdidos ontem a noite, à conferir mais tarde.

    SRN !!!!

  • author avatar
    Carlos Moraes 2 semanas ago Responder

    Desta vez, vou discordar, maravilhosa Musa !

    Nem tanto ao mar, nem tanto à terra !
    Até parece, pelo seu vídeo-comentário, que o Flamengo (além do MA) fez uma partida monumental, do caralho como você proclamouem diversas oportunidades.

    De fato, não jogou mal, mas bem longe de jogar bem.
    Uma constatação óbvia – qual teria sido o gol ^mais perdido^ do jogo, o da cobrança de falta do Diego que resvalou na trave e foi para fora ou o do Santiago Silva, após a pixotada monstruosa do bizarro Rafael Vaz TNC.

    Por outro lado, Berrio, que mal chegou e foi logo endeusado, SEM QUE SE SAIBA A RAZÃO.
    Berrio não é o nome correto. BURRIO, sim.
    Ontem, entrou e deu uma porrada, no meio de campo, pela ponta direita, que merecia o amarelo. Em seguida, dentro da área, outra porrada, recebendo, mais do que corretamente, de forma direta, o vermelho. BURRO, muito BURRO, além de convencido.

    Há que se reconhecer que o Zé, optando pelo MA – como previ em conversas e palpites com diversos amigos – não optou – como supunha – por um jogo defensivo.
    O nosso Burocrata, sem ser a maravilha vista pela Nivinha, jogou de forma aceitável, ao contrário do que aconteceu, uma vez mais, com o Rômulo e até mesmo o Arão.

    Por outro lado, até corretamente, não se jogou alucinadamente ao ataque.
    Perguntaria, duvidando desde já que haja uma resposta positiva, em que momentos da partida os laterais Pará e Trauco foram vistos apoiando o ataque.
    O Trauco destaca-se pela ofensividade, sendo mais um (e olhe lá) na defesa.
    Ontem, além de uma incursão fracassada, NADA.

    Não se pode dizer que a vitória da UC tenha sido justa. Isto não, embora, na história do futebol, jogos equilibrados são decididos, INÚMERAS VEZES, pela ^força do destino^.
    Ontem, mais uma vez, como em tantas e tantas ocasiões, graças a uma falta cretina (cartão amarelo justíssimo) do Diego (depois que elogiei, passou a jogar sem tanto brilho) e a inutilidade do BURRIO, que não acompanhou o velho tanque da grande guerra, quando eu era ainda um garoto de colo.

    Há que colocar as barbas de molho, pois não teremos, na Libertadores, adversários do porte da fabulosa lusinha, que até do Vasco conseguiu perder.

    Por fim, mais uma vez sem falsa modéstia, vou repetir – EU AVISEI !

    Preocupadas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 2 semanas ago Responder

    Nivinha, concordo com tudo que você disse, tenho horror quando um time domina amplamente o jogo e perde. Fleitas Solich dizia sempre após as partidas”gano el mejor”, nem sempre, nem sempre, digo eu. Aliás com essa “loquacidade” toda, ele faria sucesso nas entrevistas longas e ocas de nossos atuais professores. Um poema que eu sempre gosto de citar, pois eu só vejo o Flamengo. Poema do Beco:
    Que importa a paisagem, a Glória, a baía, a linha do horizonte?
    – O que eu vejo é o beco.
    Que importa se o Márcio Araújo, o maldito, foi o melhor em campo? Se o Arão não vem jogando nada ultimamente?Se o Diego estava pra lá de exaurido e cometeu uma falta desnecessária? Se foi frango?(será que nosso Muralha está no perigoso caminho de muitos de seus antecessores? ) O que me importa é que o Flamengo perdeu esmagando o adversário, mais uma vez.
    Tirei umas conclusões alheias ao futebol propriamente dito, mas muito rubro-negra nos úlltimos anos. O Flamengo é o redentor dos fracassados. Nem precisa aí inserir os pequenos que nosso time está sempre dando colher de chá. É só um time chegar ao fundo do poço, quando joga com o Flamengo, sai inteiramente reabilitado. O que o Flamengo já deu fama a times medíocres, a jogadores desconhecidos de cidadezinhas que ficaram famosas dá fácil uma lista telefônica. Um exemplo recente com time fracassado foi na Sul Americana passada, ganhamos lá de um a zero e perdemos aqui vergonhosamente e, claro, fomos eliminados mais uma vez. Me pergunte o nome do time : não sei, nem nem milhares de torcedores. Talvez seja por isso que o Eurico Miranda adora jogar contra o Flamengo, o time dele é um eterno fracassado e o glorioso Flamengo está sempre a disposição de dar uma mãozinha ao anão da colina. Solução? Não tenho, essa maldição de redentor de fracassado é congênita, inata, e de difícil cura.

  • author avatar
    VAGNER BSB-SSA 2 semanas ago Responder

    Nivinha, você não está sozinha nesta história.
    Futebol é, na maioria do tempo, justo. Tanto que os melhores times, com os melhores jogadores, com o melhor treinamento e com a melhor estrutura ganham mais de 90% dos jogos e dos títulos. Mas, existem os restantes 10%.

    Ontem foi um caso típico dessas exceções.
    Jogamos melhor, dominamos o adversário, criamos várias chances de gol, colocamos 2 bolas na trave e o goleiro adversário fez defesas importantes no jogo. No final, levamos um gol de bola parada (em uma falta desnecessária feita pelo Diego) e ainda tivemos um jogador expulso por bobeira. Fazer o quê?

    Agora é reorganizar a cabeça, concentrar os jogadores para os próximos jogos preparatórios (vulgo Carioqueta) e chegar mais forte no próximo jogo da Libertadores, que será essencial para a nossa campanha.
    Não digo que não podemos cometer os erros que cometemos ontem. Afinal, não foram muitos erros. Jogamos melhor e deveríamos ter vencido (se o futebol fosse justo), mas o revés veio e temos que lidar com ele da melhor forma possível.

    Estávamos a tanto tempo sem perder um jogo importante que a dor de cabeça parece ser maior. Acho que estávamos desacostumados com a sensação.

    SRN a todos!

  • author avatar
    Marco Gama 2 semanas ago Responder

    Frase retirada do globoesporte.com: ‘De volta à equipe, Márcio Araújo foi o melhor do Flamengo na partida. Desarmou, antecipou, recuperou bolas e ainda teve tempo de ir ao ataque. Fez partida irretocável’. Será que é muito difícil reconhecer as qualidades e utilidade desse jogador?

    Há tempos que venho falando isso aqui, o problema no Flamengo NUNCA foi o MA, mas a dificuldade da porra do Arão em acertar um chute a gol, o destempero e olhar quase catatônico do Guerrero em jogos decisivos como esse (pq nunca é substituído??) e, a cereja do bolo, a displicência do Vaz. NADA justifica a titularidade deste rapaz, ainda mas tendo o monstro do Juan no banco (sempre concentrado, técnica refinada, experiente, ótima noção de posicionamento, e alto.).

    A saída do Everton ontem tb foi qualquer coisa de maluco. A não ser que ele estivesse morto em campo, o que claramente não era o caso.

    Podem ter certeza: o jogo contra o Atlético-PR será muito mais difícil do que o de ontem. Vai ser foda classificar.

    SRN.

  • author avatar
    Anônimo 2 semanas ago Responder

    Sabe aquele funk da dança da motinha? vou modifica-la para Dança da bicicletinha o zé perde a linha… 3 volantes? que Zé medroso

    Eu tõ sentindo o cheirinho e vocês? Bem é só cheirinho mesmo por que título o zé copinha NADA

    o Atletico pr venceu o San lorenzo LÁ, logo nota-se que os 4×0 foi mais pelos 78 dias de férias deles do que qualquer outra coisa.

    3 volantes contra um time que era notório o medo e o cagaço do mengão? deixamos de ganhar 3 pontos que time ruim esssa catolica

    O zé ó zé por que modificou o jeito de jogar do time assim do nada? por que escalar o burocratico e AZARÃO Caramujo? só foi esse fracasso entrar de titular que perdemos a invencibilidade. credo!

    Aí meu jesus cristin rezendo aqui todas as rezas possiveis pra pelo menos ganhar a taça rio não quero mais um ano de cheirinhos meu deus NÃO NÃOO NÃOOOOOOOOO

    Ta na hora do donatti ser titular no lugar do Vaz, ta na hora de chegar alguém na orelha do zé, e dizer o zé era o catolica e não o Boca Juniors de 2000 com riquelme e cia na Labombonera. 3 volantes porra? larga de ser medroso carai, deveria ter entrado como vinha jogando Zé Bicicletinha

    Por enquanto é só Copinha vai vendo

  • author avatar
    ULISSES 2 semanas ago Responder

    Disse tudo Nivinha ! Estou contigo !

    E estou com o Flamengo também, não só nas vitórias, mas nas derrotas também……Ainda mais esse nosso time do Flamengo que vem honrando o Manto Sagrado mesmo nas derrotas, mas sempre em busca da vitória e com o time lutando em campo……..

    Já tem gente ensaiando colocar a culpa no Zé Ricardo e no Márcio Araújo por causa da derrota de hoje…….acontece que o Márcio Araújo jogou pra cacete hoje, e se o Flamengo não alcançou a vitória, que faria justiça ao que o Flamengo jogou, não foi por culpa do MA e nem do Zé Ricardo……..acho um saco esse negócio de que o Flamengo não pode perder para que um CULPADO seja eleito, ainda mais quando os “eleitos ” são sempre os mesmos, por mais que jogue muito bem, e por mais que o Flamengo tenha feito uma partida muito boa e digna……..

    O futebol não é um esporte justo mesmo, Nivinha……..Se fosse justo, nosso glorioso time comandado pelo Zico, que foi o melhor time do mundo durante quase uma década, não teria perdido algumas Libertadores……… teria papado tudo…….

    Mas estamos mais vivos do que nunca !……..mesmo que alguns torcedores já queiram nos declarar derrotados antecipadamente………Mas a cultura ancestral Rubro Negra, não admite que pensemos assim !

    Nem sempre venceremos, nunca foi assim e nem nunca será. Vivemos mais de lutas do que de glórias.

    A OBRIGAÇÃO É LUTAR. VENCER É A GLÓRIA !

    SRN —NAS ALEGRIAS E NAS DERROTAS —

  • author avatar
    Aureo Rocha 2 semanas ago Responder

    GRANDES SELEÇÕES QUE NÃO GANHARAM A COPA DO MUNDO.

    1 – Holanda de 74
    Futebol total, laranja mecânica e carrossel se tornaram expressões comuns ao futebol graças à Holanda de 1974, considerada a seleção de maior revolução tática da história. Vice-campeã, a equipe de Cruyff, Neeskens e Rensenbrink foi derrotada pela Alemanha na decisão – jogou novamente em 78 e caiu diante da Argentina, outra anfitriã, também na final.

    2 – Brasil de 82
    Uma reunião de craques equivalente ao Brasil de 70 caiu no Sarriá, estádio catalão, contra a Itália de Paolo Rossi, autor de três gols que eliminaram talentos como Falcão, Zico, Sócrates, Toninho Cerezo, Júnior e Leandro. Mais que isso, somada à perda de 1986, essa derrota trouxe uma mudança na concepção do futebol entre os treinadores brasileiros.

    3 – Hungria de 54
    A qualidade técnica dos jogadores húngaros era de outro mundo e foi somada à dedicação do treinador Gusztáv Sebes e a uma preparação física incomum para a época. O resultado foi a seleção que, entre outras coisas, goleou a poderosa Inglaterra duas vezes, sendo uma em Wembley, antes da Copa de 54. A derrota nesta decisão de Mundial, diante da Alemanha, é considerada a maior zebra da história de finais mundialistas e ganhou o rótulo de Milagre de Berna, cidade suíça onde foi jogada a decisão pelo time de Puskas, Kocsis, Hidegkuti, Bozsik e Czibor.

    No site ao final mencionado, podemos ler a história de mais sete excelente seleções que não ganharam a Copa do Mundo.

    Ora, a derrota do Flamengo ontem no Chile é apenas mais uma prova, entre tantas outras, das injustiças que ocorrem no futebol.

    E, antes que algum babaca possa dizer que eu estou comparando grande seleções com o modesto time do Flamengo, quero, desde logo, esclarecer que somente tenho a pretensão de dizer que injustiças no futebol acontecem desde grandes jogos de copa do mundo até uma simples pelada de fim de semana.

    Portanto, minha querida Nivinha, você está coberta de razão: ” Futebol não é justo. Mas…hoje, foi uma das maiores injustiças…”

    Como também são injustas as críticas ao Zé Ricardo e ao Márcio Araújo, no que diz respeito exclusivamente a essa derrota frente à Universidad Católica. Até podem caber criticas a eles em outras partidas. Porém, relativamente à de ontem não.

    Á princípio, condenei a escalação de três volantes, por desaprovar este tipo de armação. Todavia, enorme a minha surpresa ao constatar a ofensividade do time do Flamengo, que foi o senhor das ações em todo o tempo em que esta formação permaneceu em campo.

    Sei lá! Mas, há acontecimentos inexplicáveis tanto no Universo, quanto no futebol. Ganhamos do time do Papa, mas perdemos para os católicos.

    Saudações Rubro-Negras.

    http://www.terra.com.br/esportes/infograficos/copa-10-grandes-selecoes/index.htm

    • author avatar
      chacal 2 semanas ago Responder

      grande áureo!

      em 54 a Hungria na fase de classificação goleou a própria Alemanha pelos famosos 7×1,ohhhh 7×1.

      SRN !!!

  • author avatar
    Rmjorge 2 semanas ago Responder

    Muito bem, fiquei esperando o jogo acabar só pra ver o que ia ser dito após esta derrota no Chile. E parece que tava todo mundo doido ou nas nuvens por causa de certas goleadas…Então a realidade veio a tona, e o Flamengo caiu porque além de tudo tá se achando maior do que é….E também porque acha que a Libertadores e igual ao carioqueta´; sem suor e lágrimas. Nunca se deve menosprezar um adversário, nem muito menos perder chances de gol quando elas aparecem…Todo mundo sabe que pra ganhar a Libertadores é preciso ter raça e competência. Raça pra mostrar que tem coragem…Competência pra mostrar que sabe decidir…Que essa derrota acabe de vez com o oba-oba e coloque o Flamengo no rumo certo, sem depender da sorte ou do Sobrenatural de Almeida. Chega de oba-oba, chega de cheirinho, chega de lições nas derrotas, chega de bla-bla-bla…Vencer, vencer, vencer…Flamengo até morrer!

Deixe seu comentário