República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

7 segundos de agonia e êxtase

Por | 25 de julho de 2017
Everton Ribeiro cobra pênalti com estilo. Foto: Gilvan de Souza/Flamengo/Divulgação.
17 Comments
  • author avatar

    Texto bacana. Eu acabei de localizar o seu website e gostaria de falar que de fato os seus textos são maravilhosos. Até mais abraço.

  • author avatar

    Artigo muito bom. Eu acabei de encontrar o seu site e gostaria de falar que de fato os seus posts são maravilhosos. Até mais abraço.

  • author avatar
    Red and Black Label 4 anos ago Responder

    Pois é, foi minha estreia no Urubilha, com Flamengo jogando de amarelo, com detalhezinhos em azul… Na arquibancada pré-moldada, parecia um jogo de uma seleção sub qualquer coisa na Olimpíada ou no Pan.

    Tenho notado que o torcedor, e aí não me excluo, está cada vez mais crítico e impaciente, em qualquer ordem. Como a arquiba fica muito, mas muito perto do campo, havia um cara xingando um jogador do Fla antes de o jogo começar!!! No intervalo, quando três sócio-torcedores foram convidados a tentar fazer o gol do meio do campo, uma parte da torcida vaiava os pobres perebas sócio-torcedores, que erraram tudo…

    Bom, por fim, falando em delay, passamos um pouco por isso no final. Como estávamos pelas tampas com a atuação ridícula do time de amarelo, e como tínhamos deixado o carro em um supermercado antes do estádio, resolvemos partir aos 43′.

    Já no lado de fora, ouvimos um ruído, que não parecia ser de gol. Soubemos por uns caras que estavam vendo o jogo numa TV analógica tipo bombril na antena que fora marcado penalti para o Fla. Propus que continuássemos andando. Se fosse gol, a vibração da galera chegaria mesmo antes da imagem. E assim foi. Gol da Fla. Menos, bem menos mal, a gente já de costas para o bom estádio da Ilha.

    Saúde e Sorte

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 4 anos ago Responder

    Já tive várias essa experiência, a última foi no pênalti batido pelo Neymar nas Olimpíadas, enquanto ele ajeitava a bola, eu já ouvia o clamor da vizinhança vibrando com o gol. Assim, como diria a Nivinha, com um ufa, assiti tranquilo à cobrança. Fenômeno parecido é quando assisto um VT de jogo do Flamengo, claro, quando ele vence. É um tipo de sadismo que me leva a um prazer digno do Marquês
    criador daessa história toda, para gáudio de Freud. Incrível eu, confortavelmente na poltrona, ver o pobre torcedor ainda no presente, jpassado pra mim, se contorcendo de ansiedade e de dor. E eu ali no quentinho, calma cara, tá gastando adrenalina à toa, no final vai tudo dar certo. Espero que logo mais, no passado, presente e futuro dê tudo certo, sem precisar de delay e o escambau

  • author avatar
    Bill Duba 4 anos ago Responder

    Entrevista com Zé Ricardo

    Como já dizia Caetano Veloso, trenero do Mengão já está com a cabeça a prêmio na assinatura do contrato. Pode ser o Guardiola, pode ser o Felipão (que deus nos livre e guarde), pode o Andrade ou o Carlinhos voltarem (Carlinhos ainda pode, e sem crise, pois devia estar dando uns toques no Zé la do além), quem quer que entre ali pra sentar a bundinha no banco mais precioso do Mundo, vai sentar com o cuzinho já na reta.
    E vinha eu, com Elbinha e Japa pelas ruas de Cuba do Norte, terra do despacito e dos sobreviventes da batalha da baía dos puerquitos, quando me deparo com eles, de mãozinhas dadas pelas ruas e avenidas de South Beach, bemvestidamente de Rubro Nigérrimos, Zé e Márcio, o Araújo.
    Japa os reconheceu de prima, Elbinha se identificou com a cabeça chata de Márcio Araújo, sendo ela também nordestina e também amante das mãos dadas, e eu parti pra cima de Zé pra pedir um autógrafo e a fazer perguntas sobre sua trajetória no nosso Flamengo.
    Com as devidas autorizações dadas, parti para a republicação da entrevista.
    Eu- Zé, como você vê o futuro do Flamengo, sendo que este ano tivemos a possibilidade dos investimentos e ano que vem promete ser ainda melhor?
    Zé-Bom, eu acho que o Flamengo está no caminho certo. Agora acertamos O centro de treinamento estamos com o contrato do Marcio renovado e podemos começar a pensar no que fazer ano que vem, já que como o próprio Márcio falou nós estamos praticamente fora No Campeonato Brasileiro, O que nos deixa com muita possibilidade dia concentrarmos somente nas copas!
    Elbinha- Como voceê e Marcio se dão bem!!!
    Zé- É verdade, eu e Márcio vamos muito bem mesmo desde quando Eu cheguei aqui. O Marcio ajuda muito na marcação baixa, na marcação alta mesmo, o que nos deixa muito contente com a produtividade do time, já que os números não podem mentir nada!
    Eu-Sobre questão da marcação, você não acha que flamengo tem tomado muitos gols mas costas do vagabundo do Rafael Vaz?
    Zé- sim, o vagabundo do Vaz marca muito mal, mas com o Marcio ali ajudando muito e com a velocidade que tem, fica mais fácil encaixar a marcação Baixa, já que na marcação alta a gente necessita muito da ajuda dos atacantes.
    Japa-É verdade que você estudou muito cientificamente Os conceitos de futebol?
    Zé- sim eu tenho estudado O máximo que posso, Apesar do tempo ser curto entre um jogo e outro, O calendário é muito apertado E não dá pra gente ficar fazendo muitas coisas diferentes. Mas o Marcio ajuda muito trazendo várias opções de marcação no meio-campo isso facilita meu trabalho intelectual.
    Eu-Nós todos sabemos que o Brasil passa por um momento político muito delicado, qual sua opinião sobre o que está acontecendo em Brasília?
    Zé- Eu acho que a situação realmente delicada, inclusive estava pedindo a opinião do Marcio para saber como votar ano que vem, seja para presidente, para o Congresso ou para um plebiscito. Acho muito importante a ajuda do Marcio, que intelectualmente faz a marcação baixa e alta de uma maneira eficiente e sem igual em qualquer outro time ou jogadores que vocês conheçam!
    Existe a possibilidade de você colocar em campo o Everton Ribeiro e o Diego mais próximos, com a retirada de um dos volantes-cabeça-de-área, apesar do hífen ter caído na ultima reforma ortográfica?
    Zé- A gente trabalha todos os dias pra aprimorar o time, que eu tenho o maior orgulho de ser parte dessa comissão técnica, e os volantes fazem parte do planejamento, que inclui o Márcio como pilar, e os resultados estão começando a aparecer, porque como o Márcio sempre diz, futebol é uma caixinha de surpresas!
    Eu- Você é a favor do Fora Temer ou pertence aos 3% que são da família dele?
    Zé- Sempre existem outras possibilidades, a gente vai tentando encontrar com os poucos treinamentos que temos por causa da repetição dos jogos, quarta e domingo, as vezes sábado, e no final queremos os melhores resultados, mas com base científica e com a ajuda do Márcio, que tem entrado muito bem e que agora mais adiantado vai poder não expor toda uma dificuldade que ele supera com treinamentos e superação!
    Elbinha- Você já fez sexo hoje?
    Zé- Fizemos, Márcio?

  • author avatar
    Carlos Moraes 4 anos ago Responder

    Para dizer a verdade do que me permitiu a leitura, uma crônica igualmente com delay.

    A melhor sacada – ^durante aquele Flamengo x Coritiba pavoroso^.

    Põe PAVOROSO nisto. Que Senhora Pelada, pena que não era a minha companheira de berçário e companheira inesquecível das inesquecíveis crônicas do Arthur, a Claudia Cardinale.

    Começou de forma enganadora.
    Logo aos sete minutos, uma bela jogada, triangulação Geuvanio-Everton Ribeiro-Berrio, com a bola beijando tranquilamente as redes adversárias.
    Depois, no primeiro tempo, apenas um maravilhoso passe de três dedos do Geuvanio para o Everton Ribeiro, que concluiu bem, mas o goleiro fez ótima defesa.
    Mais nada, até o intervalo.

    Começou o segundo tempo, não tinha voltado ainda à poltrona, quando ouvi, sem delay, o berro de gol do locutor. Berro sugere Berrio. Ledo engano. Foi deles, graças, pelo que pude ver depois, a mais uma falha, entre tantas neste campeonato, da nossa zaga de área, que, jogue quem jogar, é horrorosa. A exceção foi a curta passagem do Rhodholpho, que logo se contundiu.
    Bem, melhor, de qualquer forma, do que o Conca, que sequer se descontundiu ainda.

    Seguiu-se um filme macabro, atenuado pelo zagueiro adversário.
    Foi, concordo com o Marcelo, um penalty MUITO BEM cobrado, mas foi, por outro lado, o penalty mais sem propósito que eu vi, não só na Ilha, como também no Maraca, em Figueirinha, em Campos Salles, São Januário, Laranjeiras, etc etc, até chegar à Gávea, que nenhum rubro-negro já senil pode deixar de citar.

    Aguardemos esta semana, importantíssima.
    Santos, pela Copa do Brasil, e Corinthians, para tentar salvar o Campeonato.
    No título, não acredito, mas uma vitória, quebrando uma invencibilidade de TRINTA jogos dos gambás, já seria a GLÓRIA.

    Esperançosas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Carlos_SP 4 anos ago Responder

    Não sei o que pode ser pior do que ver Flamengo e Curica aqui em SP com delay em relação aos vizinhos. É foda.. Já passei por isso. Tem coisas que não desejo a ninguém, como o Caramujo e depois o Delay (isso, só Caramujo pode superar). He, he.

  • author avatar

    Eu tenho problemas de delay do quarto do meu filho para o meu. Na cobrança de Diego no pênalti contra o Palmeiras entrei no banheiro e fiquei esperando o grito dele. Como não veio, já fiquei sabendo da desgraça.

  • author avatar

    Muito bom. Parabéns!

  • author avatar
    Pedro 4 anos ago Responder

    Vi o fim do jogo pelo aplicativo do PPV pelo celular DURANTE UM CASAMENTO, na pista de dança. Devido ao nosso amigo DERLEY (de uns 7s também) e às notificações do Whatsapp que aparecem no topo da tela, tive que assistir à cobrança do ER7 tapando com os dedos o espaço onde elas aparecem para evitar saber “o futuro” – ou seriam xingamentos ou exclamações de alívio.

    • author avatar
      Marcelo Dunlop 4 anos ago Responder

      Rende crônica isso! Mas espero não ter de ver ou viver isso jamais. Será que alguém já viu alguma vitória do Flamengo do altar? Aposto que sim.

  • author avatar
    Joao S. Lopes 4 anos ago Responder

    Padeço exatamente dessa agonia do delay. Moro no conjunto ao lado da Ilha do Urubu. Como não pago PPV não vejo os jogos pela TV, mas no caso do Fla x Santos da Copa do Brasil que passou na Globo, eu ouvia os gritos da torcida antes dos lances. O que é uma grande agonia, já que você acaba torcendo para ouvir gritos antes dos lances. Se o jogador se prepara pra chutar e há o silêncio, já sei que não foi gol. É terrível. Mesmo nos jogos da Globo, o sinal da Oi é uns 3,4 segundos atrasados. Sempre escuto gritos antes, é como ouvir jogos narrados pelo Penido.

  • author avatar
    Ricardo 4 anos ago Responder

    Excelente analogia. A torcida do Flamengo é uma força da natureza, intempestiva e apaixonada, completamente passional. Muitos torcedores dedicam tempo, dinheiro e a vida ao Mengão, isso explica talvez a impaciência com a aparente falta de resultados concretos da hegemonia Flamenga, que tende a ser cada vez mais notória e evidente. O tempo nos dirá.

    Na América Latina essa potência já se faz presente. Temos a maior torcida, mais inscritos no YouTube, maior engajamento no Twitter, camisas que vendem mais rápido que água no deserto. Isso é resultado do esforço da diretoria, claro. Mas o Flamengo é uma Nação por causa dos seus torcedores, uma massa heterogênea de médicos e pacientes, professores e estudantes, garis e prefeitos, taxistas e motoristas de Uber, nordestinos, índios, gaúchos, cariocas, paulistas, capixabas, soteropolitanos e de estrangeiros além de nossas fronteiras nacionais.

    Visões de mundo diferentes, impaciência com a urgência do resultado imediato. Aprendemos assim porque sofremos muito nos anos 90 e 2000, agonizando e sangrando com diretorias corruptas e passagens de jogadores que não davam o melhor de si para o clube. Flertávamos com a Zona de Rebaixamento por várias vezes. E demonstramos nossa força e fidelidade nesses momentos.

    O cara que paga quase 300 numa camisa e junta moedas pra completar a grana do ingresso tem o direito de ficar puto. Mas não dá pra dizer que um dos campeonatos mais difíceis do planeta é obrigação. Quem viu o Esquadrão de 81 realmente tem um padrão muito alto do que é o Flamengo.

    O que nos resta é ter paciência e torcer. Já tivemos dias muito mais difíceis e superamos. Saímos muito mais fortes das crises, de jogadores que aprontavam, de dirigente fazer carta pedindo bom comportamento aos jogadores, de farras, comportamentos que mancharam a imagem do clube. A péssima fama do Flamengo é coisa do passado. Novos tempos estão chegando. Quando nossos rivais perceberem o que está acontecendo será tarde demais.

    Flamengo até morrer.

    • author avatar
      Marcelo Dunlop 4 anos ago Responder

      É isso aí, Ricardo. O Flamengo já brilhou no Canal 100, já brilhou a cores, já brilhou na imagem tosca da TVE com Januário de Oliveira, há de brilhar em HD. Abração.

  • author avatar
    João Freitas 4 anos ago Responder

    Esse delay dá mais raiva que o Márcio Araújo! Mentira, nem tanto…

    • author avatar
      Marcelo Dunlop 4 anos ago Responder

      No delay tem vezes que a bola entra…

Deixe seu comentário