República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Flamengo, Te Amo!

Por | 2 de agosto de 2018
Sem Título222
22 Comments
  • author avatar
    Carlos Moraes 2 semanas ago Responder

    Como o Grão Mestre ainda não se recuperou o sufiiente para escrever um novo artigo, vou deixar a minha análise do espetacular facasso de ontem de forma a mais sintética possível.

    DIABRURAS DO SOBRENATURAL DE ALMEIDA !

    Abaladéssimas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 2 semanas ago Responder

    Voltamos à estaca zero, nesse eterno pau de sebo que se enrosca nosso time. Será que “eles” têm razão?

  • author avatar
    Lontra 2 semanas ago Responder

    Caraca aeeee….Sou Flamengo desde la vai….Minha primeira camisa era do camelô e com o numero 10 costurado nas costas….Morador de Realengo usvava aquela camisa direto e cheio de orgulho, nem ligava se era oficial ou não….Era orgulho ser rubro-negro. Contra o Gremio vi e revi um Flamengo que não tem medo, que bate no adversário, que amassa e amedronta levando panico a torcida adversária….E tudo isso no campo deles!!! Na real eu não sei onde vamos chegar, nem sou entendido em futebol como muitos que tem por ai, mas ver o Flmengo jogar dessa forma é o que me alimenta e alegra a alma. Esse é o Flamengo que quero ver….Ganhando ou perdendo, não sei, afinal futebol não é matemática, mas que seja sempre assim; com cara de Flmengo!!! SRN!

  • author avatar
    João Neto 2 semanas ago Responder

    Nosso colega Romano está ausente. Que passa? É sempre interessante opiniões contrárias. Quer políticas ou futebolísticas. A visão divergente sai da mesmice e da conveniência.

    Que retorne com brevidade.

    SRN

    • author avatar
      Henrique 2 semanas ago Responder

      “Divergencia” que bate palmas para o Porconaro nao me é bem vinda.

  • author avatar
    RICARDO DIAS 2 semanas ago Responder

    Grêmio x Flamengo – Copa do Brasil

    Enfim, o nosso Mengão voltou a disputar um jogo de Copa. Campeonato de pontos corridos é justo e legal, mas o mata-mata é muito mais emocionante.

    O jogo foi de igual para igual em boa parte do primeiro tempo. Após o gol do Luan, o Flamengo sentiu o golpe e deu uma leve baqueada. Voltou do intervalo ainda meio perdido, mas não durou muito, e a partir dos 10 minutos da segunda etapa, o Flamengo perseguiu e encurralou o Grêmio, como se não houvesse amanhã e fez por merecer o gol.

    Em certo momento do jogo, o Flamengo, estava ganhado todos os rebotes, desarmes e divididas. Com uma boa posse de bola e objetivo, até parecia que o Flamengo tinha jogadores a mais em campo.

    Li que Maicon, o capitão do Grêmio, saiu chutando paredes ao final do jogo. Certamente o Flamengo o fez engolir e digerir, como achar conveniente, as palavras ditas em rede nacional: “os adversários estão vindo recuado…e se atirarem vão tomar 3 ou 4”. O Flamengo não é todo time Maicon, o Flamengo é o Flamengo.

    Após o empate contra o Santos eu escrevi que o Flamengo precisava de um atacante incisivo e tão objetivo quanto Vinicius Junior. Marlos está fazendo muito bem esse papel, salvaguardo as proporções.

    Eu gostei muito da estreia do Vitinho, uma vez que o moleque parecia que já estava entrosado com o time há muitos anos. Foi muito bem!

    Com exceção de Rodinei e Uribe, todo o time jogou muito bem. É claro que no geral teve uns vacilos aqui e outro ali. Normal, pois há méritos ao time do Grêmio que é muito bom. E um desses vacilos, a marcação afrouxou-se mais uma vez pelo lado esquerdo; e assim como foi contra o Santos, o adversário fez uma bela jogada individual e atravessou nossa meta.

    Leo Moura nos fez relembrar o quanto já nos deu alegria com aquelas jogadinhas marotas de linha de fundo. Leo é um lateral clássico que todas as vezes que vai a linha de fundo não joga a bola pra área, já que ele coloca o atacante em condições de fazer gol. Diferente do nosso Rodinei, o coitado normalmente não cruza, ele recua; e quando tenta cruzar, em noventa por cento dos casos, acerta o marcador, logo a bola nem na área chega.

    E é logico que todo rubro-negro comparou e pensou, o Léo seria titular garantido do Flamengo até hoje. O problema é que Léo sabia que poderia render alguns bons anos, e está rendendo, mas isso há época era uma mera aposta, pois poderia também dar errado por conta da idade, assim aconteceu o entrave, Leo Moura queria ganhar o mesmo tanto ou mais, com um longo período de contrato. Antes que contestem a diretoria, ela também quis renovar, porém com o tempo de contrato menor e com uma redução salarial significativa.

    O resumo da historia é que hoje Léo ganha menos do que poderia estar ganhando no Flamengo. O tempo de contrato não é longo, ou seja, ele aceitou do Grêmio menos do que o Flamengo o ofereceu.

    Mas aí alguns vão dizer: “mas no Grêmio ele ganhou títulos”. Pois é, ele ganhou, mas nem sempre foi titular. E será se ele já parou para refletir que os mesmos títulos que ele ganhou pelo Grêmio ele poderia ter ganhado pelo Flamengo, isso esta na eminência de acontecer, só que com atenuante, a história dele no Flamengo seria de mais de uma década, sendo ele o capitão e desfrutando de todo esse momento especial que o Flamengo vive. Parte da torcida já o esqueceu, se Léo tivesse no Flamengo até hoje, ganhando títulos esse ano seria eternizado.

    Que o exemplo de Leo Moura, entre apostas futuras, condições salariais e tempo de contrato, sirva para Paolo Guerrero. O Peruano já está com 34 anos, problemas com doping e colocando cartas na mesa. Eu quero que Ele fique, mas se não ceder que saia, o Flamengo é maior do que qualquer jogador. Não temos mais necessidade de fazer loucuras financeiras pra segurar craque no time. Afinal, do jeito que as coisas estão indo, o bordão feito na gestão da Patrícia Amorim teria que ser adotado agora: “craque a gente faz em casa”, salve Lincoln.

    Retomando o conceito de estratégia, a imprensa brasileira passou a semana discutindo qual campeonato priorizar, e como poupar jogadores desgastados. Confesso que em relação a isso, estou bem tranquilo, o plantel flamenguista é grande, e estamos com opções muito boas. Confio no trabalho do Barbiere e torço para que as substituições de tal forma que não prejudiquem a forma do time jogar.

    E o jogo da Copa do Brasil nos fez entender que existe emoção em abundância fora do campeonato brasileiro. Desde quarta, todo rubro-negro, bem vestido, até esqueceu um pouco do jargão oba-oba máster de Segue o líder.

    Sabadão está chegando, e de novo haverá jogo difícil. O mês de agosto vai ser todo assim para o Mengão. A diretoria trabalhou por mais de cinco anos pra ver o Flamengo disputando todas as competições com condições de ser campeão. Chegou a hora de colher os bons frutos semeados, depois de um gélido inverno, amigos!

    Vamos desfrutar de cada momento, agora vividos, vamos apoiar incondicionalmente que esse ano pelo menos um caneco vamos erguer.

    SRN

    Ricardo Dias

  • author avatar
    Carlos Moraes 2 semanas ago Responder

    Excelente artigo, acompanhado de comentários expressivos, coerentes e inteligentes (entrei quando já havia 11, o último, muito bom mesmo, do Pedro Rocha).

    Vou apenas fazer uma pequena observação.
    Vejam só, meus amigos, a graça e a incoerência do futebol.
    Estamos todos – também eu – maravilhados e mais do que esperançosos.
    A partida mais emocionante do ano, a melhor exibição rubro-negra.
    Tudo isto, não tendo eu a menor dúvida de assim afirmar, com um resultado final de EMPATE.

    É exatamente isto.
    No futebol, uma goleada em cima de um time medíocre, não tem a mesma beleza, sequer importância igual, a um empate dramático contra um time de ponta e na casa dele.
    Apenas os que contabilizam tão somente os pontos ganhos, teriam eventualmente preferido os 4 x 1 do último domingo em relação ao jogo do meio de semana.
    Quem gosta para valer de uma partida bem jogada não pensa duas vezes.
    Fica com empate contra o Grêmio como, pelo menos até agora, a melhor exibição rubro-negra do ano.

    Emocionadas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    duda 2 semanas ago Responder

    Pra quem é campeão com Fernandinho , Leo Moura e Paulo Vitor … Rodrigo CAItano rindo da cara dos otários da torcida do Flamengo desde 1981 sem Libertadores e Mundial … Guerrero Sheik e Muricy cade seus idolos VEXATORIOS ??? Agora está valorizando a base … Ahhhh os otarios de EBM perdedores de tudo 2014,2015,2016,2017 … Vai ganhar o Brasileirão consolação da máfia alvinegra pois 145 milhoes do Vinicius Junior foram para Vitinho Seedorf 45 milhoes mais 1 milhão por mes 24 milhoes por 2 anos e mais 70 milhoes nos lixos Sheik Guerrero Trauco OU SEJA OS 145MILHOES DO VINICIUS JAH FORAM ENTREGUES A MAFIA ALVINEGRA …. EBM otário no futebol mais de 10,20,30,40,50,60 contrataçõe$$$ 2014-2018 … ano de eleição títulos encomendados para tentar reeleição de grupo … patéticos, partidário$$$, sensacionalistas, otarios de tricoeltes e alvinegros , iludidos e superficiais , RUMO A TRIPLICE COROA E MUNDIAL apesar de vcs 2006-2009 MUITO MAIS , COM MUITO MENOS , EM MENOS TEMPO , COM MENOS GRANA SEM CT E SEM ESTÁDIO …. ANIMA AIH OTÁRIO DE EBM

    • author avatar
      duda 2 semanas ago Responder

      Nada como olheiros do Bayern , Manchester City , Borussia , empaTite e nada como a janela aberta até agosto para o futebol brasileiro apresentar algum jogo interessante …

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 2 semanas ago Responder

    Falar em amor, desculpe Arthur, eu vou falar em raiva
    Millôr Fernandes dizia: quando estiver com raiva, conte até 10, com muita raiva até 100. Eu quando estou com muita raiva escrevo aqui, não há catarse melhor. Bussunda, grande rubro-negro declarou: o lugar mais esquisito que fiz amor foi São Paulo, eu não tive essa felicidade, todas as vezes que teimei em fazer amor nesse lugar esquisito, broxei. Pronto, cheguei ao ponto, ando com muita raiva dessa paulistada, vejam só, ontem depois de perderem para um tal de Colón, sairam resmungando descaradamente, ” não jogaram futebol, vieram aqui pra jogar na retranca, fizeram cera o tempo todo”. Esses bambis de merda, quando venceram o Flamengo, usando a mesma “tática”(epa!), os cronistas esportivos(epa!)igualmente de merdas, vieram com a famosa lengalenga do técnico nãoseiquemlá deles: “deram um nó tático no time do Flamengo”, seja lá que porra for esse tal “nó tático”. Quer dizer, contra o Flamengo foi “tática”, “estratégia” tudo de um “técnico genial”, quando foram enrabados com a mesma brachola, choramingaram como acima. Caso típico de nó tático no cu dos outros é refresco. Aguentem aí que minha raiva ainda está pela metade. Assistindo o jogo Flamengo e Gaymio, narrado por três imbecis, Luis Robeto, o Casão (“Exatamente, Galvão) e um tal de Maurício Saraiva (acho que o nome da bichona é esse, e não vem com essa de me chamarem de homofóbico, no meu tempo bichona era viado mesmo e acabou), gauchão que deve agasalhar tranquilo um bom robalo pela raba, passaram quase o tempo todo ignorando solenemente o Flamengo em campo, e olha que o Mengão já jogava muito bem, mesmo quando fizeram o gol. Para esse trio de idiotas, o grêmio é imbatível, toque de bola impecável, penetrações de almanaque ( quer dizer, eles estavam querendo ser penetrados, coisa pra Freud), aí lá vai o Mengão e esmaga os desarvorados “gênios gaymistas”, não tiveram outro jeito que enfiar a viola no saco, ou melhor, uma boa jeba na bunda. Para terminar minha catarse e ver se aplaco um pouco minha raiva. Conclusão: essa imoral Globo não deixa alternativa para ninguém, nem sei se esse gigantesco monopólio pode ser cartel ignorado pelas autoridades competentes, pois a rede Globo governa o país há milênios e ninguém fala nada, aqui onde moro, Jardim Botânico, a empresa não deixa pedra sobre pedra, avança descaradamente em cada prédio derrubado e coloca logo, rapidinho em seu lugar mais um edifício, acho que ainda respeitam o gabarito local, mas vivemos a expectativa de que um dia isto acabará também. Eu, neurótico que sou, não nego, estou me vendo cercado por todos os lados como uma ilha de combalidas carnes e ossos por prédios gigantescos com o logotipo Globo azucrinando minhas insônias. Um caso típico para Kafka. Desculpem a catarse.

  • author avatar
    pedro rocha 2 semanas ago Responder

    Já leio esperando a hora da citação ao “estudioso Barbieri” hahahahhahaha

    Paquetá vinha fazendo um jogo bem meia boca, com aquela ensebação no meio em que sempre parece que vai perder a bola, mas na última meia hora de jogo mostrou tudo de bom que dele se fala.
    Everton Ribeiro merece um destaque especial. Tá jogando o fino, sempre dá sequência às jogadas com toques inteligentes, sempre deixa Rodinei em boas condições, e no lance do gol fez isso com Renê. Fora os sempre perigosos chutes de meia distância e a dedicação incansável no apoio ao meio campo e defesa. Pra mim foi ele, Everton Ribeiro, o cara desse jogo, e de outros recentes.
    Vitinho deixou ótima primeira impressão. Inteligência pra acelerar as jogadas, incisivo. Acho que vai dar caldo.
    Diego não tá com um futebol vistoso, mas tá bem competente no que se propõe: conduzir o time e ser perigoso nas bolas paradas e levantadas na área.
    Léo Duarte e Cuellar talvez sejam os melhores de suas posições hoje (essa semana) no Brasil.
    Diego Alves é muita segurança.
    Rodinei e Renê, longe de brilhantes, são decentes.
    Réver e o homem gol talvez sejam as posições mais “a desejar”. Duvido que Lincoln seja mantido, então é torcer pro Uribe se encontrar. Dourado com esse estilo de jogo do Flamengo não vai rolar. O time não joga pra um homem gol fixo que não saiba se movimentar com velocidade e inteligência, o que falta a Dourado.

    Temos um dos melhores “onze” do Brasil e das Américas. Perigo é a sequência desgastante.
    Mas vamo na fé.
    SRN

  • author avatar
    Urubolino_gaviao 2 semanas ago Responder

    KKKKK…È começo do reinado do Bayer da América

  • author avatar
    Aureo Rocha 2 semanas ago Responder

    Entre tantas outras alegrias da noite passada, duas ficarão guardadas para sempre no lado gozador do meu coração rubro-negro: Leo Moura pedindo para sair logo depois que Vitinho entrou em campo e a cara de babaca do Renato Gaúcho após o apito final.

    SRN!

  • author avatar
    BERNARD FERNANDES 2 semanas ago Responder

    Orgulho!

  • author avatar
    Legolas 2 semanas ago Responder

    Que bom que a “maturidade tática” do Flamengo foi notada.

    Talvez os estudos do Barbieri não sejam assim tão inúteis quanto eram os estudos de outro técnico ao qual ele é erroneamente comparado.

    Principalmente em suas escalações e substituições. Barbieri não acerta sempre (e quem acerta?), mas não me lembro de tê-lo visto errar por covardia.

    Ponto pro estudioso.

    SRN

  • author avatar
    CHACAL 2 semanas ago Responder

    fala arthur !

    so faltou falar que foi o jogo do ano aqui no brasil…
    a frase craque o flamengo faz em casa esta mais em alta do que nunca.
    vinicios junior e lincon que o digam e ainda tem muita gente boa pra subir.

    SRN !!!

    • author avatar
      Carlos Moraes 2 semanas ago Responder

      Chacal, meu amigo !

      A sua bola de cristal estava em forma perfeita, permitindo que você preconizasse, lá no nosso grupo zappeiro, ^estes bichonas sampaulinos vão logo-logo peidar e em pleno Morumbicha !^

      Não demorou três dias e aconteceu.
      Pena que nesta porra da Sulameriquem !

      SRN
      FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Lucas Ponte 2 semanas ago Responder

    Lincoln titular já! Esse Uribe é caneludo. Os mlks q vieram da germinação são os mais ousados do clube. Comemoração boladíssima.

  • author avatar
    João Neto 2 semanas ago Responder

    O jogo de ontem era por mim esperado para definir o real potencial de desempenho do elenco rubro-negro. Como já havia previsto, as posições mais carentes, foram exatamente as que tiveram desempenho abaixo dos demais. Quais sejam: Lateral direita e atacante do setor esquerdo. Por este lado, como no gol sofrido contra o Santos, foi fruto da inoperância de marcação do auxiliar da lateral esquerda, que bisonhamente foi driblado por um senhor de cabelos grisalhos, conhecido de longas datas. Já o lateral direito…foi incapaz de acertar um único cruzamento, além de errar no posicionamento. Elementar. Mas não iremos apenas criticar.

    O desempenho foi digno de registro. O resgate da mística raça rubro-negra, com a participação da base. Sua maior referência. Essa é a razão de tantas críticas às contratações. Não se sabe que tipo de observação ou estudo é utilizado para tal intento. Ao olharmos para o banco de reservas vemos Guerrero, Henrique Dourado, Geuvânio, Marlos Moreno…Quando quem decide é um moleque de 17 anos…

    Espero que o treinador escale os melhores. Mesmo que para isso coloque os medalhões no seu devido lugar: Banco. O prejuízo financeiro não vai ser ressarcido, apenas amenizado. Os maiores prejudicados são o Clube e a Torcida. Que tem amargado um período de seca de títulos. Obrigada a engolir falsos ídolos que só pensam em si mesmo.

    SRN

  • […] Blog República Paz & Amor console.log('criteo start fim'); Criteo.events.push(function() { console.log('criteo push fim'); […]

  • author avatar
    Rento Silva 2 semanas ago Responder

    Por aí, jogamos bem, mas um número me chamou atenção. Cinco, isso mesmo, somente 5 faltas cometidas durante todo o jogo! Um número muito pequeno que demonstra a vontade de jogar futebol do time…

    O problema, ao meu ver, é que não dá pra ganhar uma libertadores deixando o adversário criar contra ataques sem fazer aquela aquela faltinha marota que contem o deslocamento antes que ele vire uma avalanche.

    Não sou a favor do anti jogo e acho legal jogar na bola, mas no fim das contas o que vale é fazer gol e não tomar, e as coisas não podem correr soltas na zona do agrião, principalmente na Liberta!

    SRN

  • author avatar
    mosaykus 2 semanas ago Responder

    Valeu, Arthur!

    “…ver as expressões glúteas dos torcedores gremistas…”

    Mandou bem, como sempre!

    SRN

Deixe seu comentário