República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Empáfia x eficiência

Por | 16 de outubro de 2020
Dome
20 Comments
  • author avatar
    Maroog 2 semanas ago Responder

    Fecho com o Dome. Só farei avaliação do trabalho dele no final da temporada. 2019 acabou, vida que segue.

  • author avatar
    CARLOS MORAES 2 semanas ago Responder

    Não vou negar.
    Fiz uma pilantragem.
    Esperei o jogo contra o Corinthians.

    Após essas colocações, vou começar, de verdade.

    Em primeiro lugar, quero deixar claro que, apesar de nunca ter a oportunidade de uma troca direta de idéias, sou um profundo admirador do Autor.
    Li alguns trabalhos do Roberto Assaf, mas, para mim, valeu mais ter visto os dois documentários que realizou – o Hexa em 100 anos de futebol e a Copa União – profundamente emotivos.
    Lembro-me que comentei no sempre lembrado Urublog, chamando a atenção a respeito da maravilhosa manifestação do Ronaldo Angelim, o Don Quixote rubro-negro.
    Emoção pura, arte pura.

    Dito isto, passemos ao presente artigo que tenho como perfeito.
    A começar pela foto, com a pesença de um técnico revolucionário, o Pep Guardiola.
    Adoro as figuras revolucionárias, no futebol e fora dele.
    Por isso mesmo, vibrei com uma recente entrevista do Messi (La Garganta Poderosa), enaltecendo um dos maiores de todos os tempos, o Che Guevara.
    Há quem diga que o Che era sanguinário. Respondo sempre da mesma forma. Queria conhecer uma só pessoa que, alçado ao cargo de Ministro de Estado, abandona tudo e volto à luta por seus ideais, independentemente de serem certos ou não.

    No futebol, tivemos técnicos que inovaram de forma fantástica, além e acima do Guardiola.
    Cito dois – os holandeses Rinus Michels e seu pupilo Johan Cruyiff, que, por seu turno, influenciaria o catalão.
    No Flamengo, apeguei-me a um paraguaio, Don Fleitas Solich, o Feiticeiro.
    Na flor da juventude, acompanhei de perto a campanha do TRI dos anos 50.
    Solich foi também um revolucionário.
    Foi campeão de 53 com um time, que modificou praticamente em sua essência, para o campeonato seguinte.
    Espero que não me venham dizer que o Dome adotou profundas modificações ao escalar Hugo, Natan e etc e tal.
    Dome, pergunto.
    NUNCA.
    A mudança foi imposta pela Covid, isto sim, tanto que, contra o Palmeiras a nossa Diretoria puxa-saco fez de tudo para conseguir o adiamento.
    Com Fleitas, foi completamente diferente.
    Estava no Maracanã, em um domingo cinzento, em 54, quando os microfones anunciaram que o nosso time acabava com dois jogadores totalmente desconhecidos para a grande maioria dos torcedores, a saber Dida e Babá.
    Tivemos aí, na verdade, a ação efetiva de um técnico revolucionário.
    O nosso time, em 53, tinha o seguinte ataque – Joel, Robens (extraordinário), Índio, Benitez e Esquerdinha, de quem os humoristas radiofônicos caiam na pele, de brincadeira, pois o Lauro era um fanático rubro-negro.
    Chegamos ao tri, com tudo modificado.
    E continuamos como o badalado Rolo Compressor.

    Muito do passado, nada do artigo.
    Fica difícil, muito difícil.
    Concordo integralmente.
    Não será a brilhante vitória de ontem, que irá modificar o meu entendimento.
    Será que alguém, em são consciência, acha mesmo que o Vitinho é um craque, como foi ontem.
    Não creio.
    O Corinthians é hoje, há que se lamentar, um time fraquíssimo, com um meio campo chamado Xavier e a nossa cria, o Camacho.
    Sinceramente, desde os primeiros minutos, dava para sentir, com surpresa, não vou negar, que o jogo deveria ser muito mais fácil, como foi, em relação aos dois anteriores, apesar dos adversários, Goiás e Bragantino.
    O Casagrande, antes de começar, foi taxativo ao afirmar que a vitória sobre o Genérico do Paraná, fora um aborto da natureza.

    Evidentemente, o nosso time tem grandes jogadores, de primeira ordem, dentro do que se vê em terras tupiniquins.
    Não poderá, apesar disso, aplaudindo-se o título, valorizar a empáfia em detrimento da eficiência.

    Felizes SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar

    Quem lê esse texto acha que o Flamengo (ou qualquer clube) nunca contratou errado, nunca avaliou incorretamente algum jogador, e só tem o direito de acertar. O que aconteceu com o Flamengo nos últimos tempos, que foi acertar mais do que errar (pois é, ignoram completamente as contratações que deram MUITO certo), não vale de nada.
    E a contratação do técnico, que também foi parte de um processo elaborado, deve ser descartada por um critério absurdo que só pode considerar magia, sobrenatural, ou algo que seja, pois objetivamente o time tem conseguido bons resultados e tem jogado as partidas cada vez melhor.
    Sinceramente, não entendo essa cornetagem furiosa, e acho que ela prejudica completamente a tentativa de qualquer trabalho sério.
    SRN

  • author avatar
    Marcio 2 semanas ago Responder

    Que burro! Dá zero pra ele fessora!

  • author avatar
    arthur maciel 2 semanas ago Responder

    #FICADOME

    #TEAMOLANDIM

    #VOTEBRAZ

    #VITINHOBOLADEOURO

    MENGOOOOOO

  • author avatar
    Guilherme Medeiros 2 semanas ago Responder

    Não sei se é ignorância ou política esse texto. Não tem como não duvidar. O time tão badalado e com um bom técnico, Atlético Mineiro, conseguiu nos últimos 15 pontos disputados os mesmos 13 que nós. Só que sem covid, sem libertadores, sem jogar jogo atrasado no meio da data fifa com outro jogo pra jogar em 48 horas. Pelo amor de Deus. Não há nem como avaliar o trabalho do Técnico. E mesmo assim quando o time faz o que ele pede cresce de produção. Jogar onde estão os espaços e com poucos toques. Não temos técnico? Chamem os “técnicos “ Luxemburgo, Carile, Felipao, Mano Menezes…
    E na boa. Zico é nosso Rei. Dentro de campo. Fora dele o máximo que ele pode fazer é dar pitaco de técnico de ligas periféricas.

  • author avatar
    The Trooper 2 semanas ago Responder

    Os 5 x 1 de hoje são uma bela resposta.

    Durmam bem.

    • author avatar
      CARLOS MORAES 2 semanas ago Responder

      Dormi bem, muito bem.
      Os 5 x 1 foram melhores que qualquer rivoltril da vida.
      Mesmo assim, um mistério deixou-e grilado.
      Talvez tenham a necessária explicação.

      E O CANSAÇO, onde ficou.

      SRN
      FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Eduardo Leao 2 semanas ago Responder

    Inegavelmrnte, fuzemos mesmo algumas contratações equivocadas. Mas outras absolutamente felizes (Gerson, R Caio, F. Luis , Gabigol, Pedro, BH etc etc etc.
    Penso que acertamos muito mais do que erramos, embora não entenda como e porque trouxemos o Michael (JJ pediu…) e dois zagueiros-postes (poderia ter sido só um…).
    A contratação do Domê foi uma tentativa, após o ” abandono do emprego” pelo JJ
    Ainda acredito que estamos no lucro, talvez porque fui testemunha dos times que usaram o Manto desde 1969 pra cá.
    E a maioria era muito pior !
    SRN

  • author avatar
    Andre Lopes 2 semanas ago Responder

    Gostei muito do texto. E acho que deveríamos nos preocupar o mínimo possível com a Copa do Brasil.

  • author avatar
    arthur maciel 2 semanas ago Responder

    Eu não sei de nada e não tenho opinião formada, mas o Assaf e o Zico sabem tudo e mais um pouco e se eles sentaram a pua no Domenéquio eu vou atrás como obediente cão amestrado que sou. #FORADOMENEQUIO

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 2 semanas ago Responder

    Argumento do tipo “o time está jogando mal mas está vencendo e é isso que interessa” é absolutamente falido. A gente sabe que não é bem assim. O futebol é a tal caixinha de surpresa, mas não é tão surpresa assim: há que minimizar o máximo o papel da sorte ( ou acaso), aliás, em tudo na vida, por isso existe o aprendizado, o domínio da matéria, a técnica. Por esse motivo, sem precisar ser pitonisa a gente pode prever o desastre próximo. Temos um exemplo gritante diante do nosso nariz: há vários jogos que todos estão dizendo que o Palmeiras “estava jogando mal”, mas estava invicto. Deu no que deu. Vão esperar que o Flamengo cheque a esse fundo de poço?

  • author avatar
    Aureo Rocha 2 semanas ago Responder

    ÚLTIMOS OITO JOGOS DO FLAMENGO

    x Barcelona de Gayaquil – 10 desfalques
    x Palmeiras – 23 desfalques
    x Del Valle – 12 desfalques
    x Athletico – 5 desfalques
    x Sport – 6 desfalques
    x Vasco – 7 desfalques
    x Goiás – 8 desfalques
    x Bragantino – 9 desfalques

    SALDO – 6 vitórias e 2 empates

    A mídia quer ver a crise no Flamengo para vender matéria. E parte da nossa torcida ainda não entendeu o contexto em que o Flamengo está vivendo.
    Tenhamos paciência. Apoiar o time é fundamental.
    Contra tudo e contra todo, seguimos.
    (copiado das redes sociais)

    Meu time ideal do Flamengo: Hugo, Isla, Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luis; Gérson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Gabigol, Pedro e Bruno Henrique. Um time bem ofensivo, porque a “História não fala dos covardes.”

    SRN!

    • author avatar
      Henrique 2 semanas ago Responder

      Aureo – vc tem razao em tudo. Tudo que seja fato, como os desfalques e o saldo (muito bom).
      A sua conclusao pode ser justa tb. Nao sei.

      O que sei – é que o futebol nao progride. Nao ha avanço em nenhum ponto. Nao ha, por exemplo, uma defesa cada vez mais arrumada, ou uns contra-ataques cada vez mais bem feitos.
      Cada jogo tudo parece começar do ponto zero.

      Sera que tudo isso é mesmo o resultado dos desfalques?
      Ou o devido aos poucos treinos?

      Nao sei, nao posso saber.

      Uma coisa observavel é a escalaçao (tb com o devido cuidado falando disso, ja que nao temos os dados fisicos dos jogadores) e a substituçao desses.
      Eh mais facil falar das substituçoes: Essas sao muitas vezes desastrosas, nao aportando nada ao “futebol” do time, muitas vezs pelo contrario, arrebentando o pouco que existia desse.

      Tambem podemos colocar isso na conta do covid e das contusoes. Claro.

      Entao, seguindo essa linha de argumentaçao, vamos ter que esperar que
      – o covid acabe
      – os treinos possam começar
      – nao tenhamos mais jogadores contundidos

      Ou seja, vamos ter que esperar – provavelmente – até 2022.

      Como ja escrevi aqui – eu tb teria trazido esse Dome. Eu tb sou contra tirar tecnico a torta e a direito. Mas ele nao me passa confiança. Eu nao sou midia, sou um simples torcedor que lembra , e muito bem, o que jogamos uns poucos MESES atras.
      Nao ha razao para aceitar 1% do que estavamos jogando. Teria sido suficiente segurar na estrutura do time tudo que estava automatizado e funcionando. So isso.

      Quer botar seu carimbo, esse Dome, mesmo com as dificuldades citadas por voce.

      Nao esta dando certo. Em ponto algum.

      SRN

  • author avatar
    Bruno Maciel 2 semanas ago Responder

    Ótima análise. Creio que o pior obstáculo o para sucesso do clube nesse ano está justamente no comando da equipe. Fazer rodízio é até válido pondo os melhores e tirando no decorrer das partidas para descansar. Agora querer empurrar Vitonho e Cia na Guela do torcedor deixando E. Ribeiro, Arrascaeta e Cia no banco é abusar da burrice. Esse jumento catalão é bom em ser estagiário. Ainda não caiu porque nosso plantel mesmo mal escalado correu atrás e mostrou empenho e dedicação. Grato aos jogadores aos jogadores,. Com a magnética no estádio Dome já estaria na Espanha. Vamos aguardar e torcer sempre pelo melhor. Jesus passou. Dome também uma hora passará. Espero que não muito tarde!

  • author avatar
    Renato Freire 2 semanas ago Responder

    Não tem como cornetar o rodízio do Dome em meio ao combo Covid + maratona.

    O catalão está escalando quem ele pode, entre mortos e feridos, e não quem ele quer.

    Cadê os números, a quantidade de desfalques por jogo?

    Nem o Real Madrid joga em alto nível assim.

  • author avatar
    Mauricio Lana Carrilho 2 semanas ago Responder

    Nunca vi tanta bobagem escrita no RPA. Escrevo isso com pesar pois li muitos dos bons livros do Assaf.
    SRN

  • author avatar
    Marco Gama 2 semanas ago Responder

    De todos os fatores negativos que vc mencionou, não tenho dúvida que a falta de um técnico de verdade é o nosso maior problema. A manutenção do Catalão vai nos custar muito mais caro do que a Covid e as contratações equivocadas.

    Rogério Ceni faria esse time voar.

    SRN.

  • author avatar
    CARLOS MORAES 2 semanas ago Responder

    Muito, muito bom.

    Exatamente o que penso.
    Mesmo assim gostaria de fazer uns comentários, mas estou rigorosamente sem tempo neste momento.

    Fui ler achando que não seria tão bom (sei lá o porguê), gostei tanato que quero também meter o meu bedelho.

    Como dizia o velho filósofo árabe – ^a démain, que vou em frente mas voltarei^.

    SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Henrique 2 semanas ago Responder

    Bom artigo e – bem vindo? Nao sei se ja escreveu aqui, acho que nao.

    Da minha parte acho que, mesmo com Covid, que em nehuma parte do mundo vai passar tao cedo, o nosso tecnico de hoje vai cair. Tem muita gente contra. Uma sequencia desastrosa – de resultados, porque de futebol ja acontece – vai ser seu fim.

    SRN

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta para Marco Gama Cancelar resposta