República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Breve história do Manto Sagrado

Por | 9 de maio de 2020
O Manto Sagrado do Flamengo em 1956 Foto Arquivos Flamengo
14 Comments
  • author avatar
    Mauricio Carrilho 3 semanas ago Responder

    Dunlop, PQP! Show de bola. Foi a melhor coleção de acertos e tiradas espetaculares que vc já fez nesse espaço.
    Saúde, meu camarada!

    • author avatar
      Dunlop 3 semanas ago Responder

      Amigo Carrilho, ando lendo sem parar o “Porta de Tinturaria”, seleção hilária das crônicas de Aldir. Aproveite para ler o “Proust de Vila Isabel”, nas palavras do Jaguar. Aquilo sim é craque!

  • author avatar
    Carol Malachine 3 semanas ago Responder

    Caraca, que honra ter meu livro citado e tido como fonte dessa incrível crônica. Fiquei feliz pra caramba!

    Muitíssimo obrigada, de todo o coração, me emocionei!!

    Siga-me em meu insta do Flamengo @vestirubronegro, em breve terão novidades sobre meu livro lá!

  • author avatar
    chacal 3 semanas ago Responder

    gostei bastante do texto…..
    quem não tem uma boa historia com o manto sagrado ????

    uma vez indo pro maracanã acompanhado de dois turistas da noruega,eu tinha somente dois mantos em casa e eramos três,o que fazer já que a hora do jogo se aproximava.
    estavamos em copacabana e vi um homem com um daquelas carroças que leva jornais e ele estava com uma camisa do mengão.
    ofereci 10 reais e comprei a camisa.
    isso foi lá pelo ano 2000,portanto uma boa grana para uma camisa toda suada e fedida.
    o gringo vestiu o manto e ficou amarradão.

    SRN !!!

  • author avatar
    The Trooper 3 semanas ago Responder

    Excelente!!!

    Só fascismo em 1916 que não rola. O movimento só foi criado em 1922.

    Mas valeu pela mensagem que quis transmitir.

    Saudações

    • author avatar
      Dunlop 3 semanas ago Responder

      Pô Trooper, como cantava o tenor Latino, “você já foi mais humilde”.

      Claro que a coisa engrossa apenas nos gloriosos anos 1920, lindamente retratados em “O grande Gatsby” e nesse último livraço do Ruy Castro, imperdíveis ambos.

      Mas dá uma lida lá depois nos seus alfarrábios:

      “O fascismo italiano resulta dessa divisão, primeiro com Angelo Oliviero Olivetti formando um pró-intervencionismo fasci chamado Fasci d’Azione Internazionalista em outubro de 1914.[184] Benito Mussolini após ser expulso de sua posição como editor-chefe do jornal Avanti! do PSI por sua postura pró-Entente, aderiu à causa intervencionista em um fasci separado.[186] O termo “fascismo” foi usado pela primeira vez em 1915 por membros do movimento de Mussolini, o Fasci d’Azione Rivoluzionaria.”

      Um abraço antifascista para todos.

  • author avatar
    Maxwel A.Rodrigues 3 semanas ago Responder

    Adorei cada tirada magistral deste texto idem.Sobre a Papagaio de Vintém,de 1995,uma pequena história particular;Nesse ano,eu com meus 18 anos(saudades) e morando ainda na minha cidade natal,com seus poucos mais de 50 mil habitantes,Campo Belo MG.Me deparei com um problemaço,na única loja de vestimentas esportivas local,não tinham a comemorativa camisa,ops manto.Teria que tentar encontrá-la em cidades maiores da região.Como sou filho de caminhoneiro,oportunidades vez ou outra apareciam de viajar com meu velho,e lá ia eu,em busca do Manto Sagrado Centenário(até parece nome de filme do Indiana Jones).Mas como as viagens eram a trabalho nem sempre eu conseguia um tempo pra procurá-la.Depois de algumas cidades,sem exito,eis que numa cidade ainda menor do que a minha,finalmente dei “sorte”.E aí vem a explicação da palavra sorte estar entre aspas,acabei por encontrar o uniforme comemorativo,mas só tinham tais camisas no tamanho P e M,e eu já naquela época trajava G ou GG pra ficar mais “confortável”.Daí num rompante comprei o Manto mesmo sabendo que ficaria ridículo trajando o modelito baby look,mas que então eu me esforçaria pra que muito em breve eu pudesse entrar em forma e usar a bendita camisa.No fim aconteceu o inevitável,venceu o lado gordo da força e hoje o tal manto está,até hoje intocado e virgem de uso no meu guarda-roupas.

    • author avatar
      Dunlop 3 semanas ago Responder

      HAHHAA… E em que cidade você achou a Papagaio? Eu acho que eles têm de vender sempre esta camisa, é lendária demais. Abraços e aproveite a quarentena para perder uns quilinhos!

      • author avatar
        Maxwel A.Rodrigues 3 semanas ago Responder

        Achei a camisa justamente na cidade onde moro atualmente,Arcos,também em MG.Quanto a perder uns quilinhos,já desisti e me entreguei aos prazeres gastronômicos,sem dor na consciência.Coisas de um gordo preguiçoso,mas feliz.SRN e muita P&A.

  • author avatar
    Rasiko 3 semanas ago Responder

    Em pé: Chamorro, Pavão, Jadir, não sei, Tomires e Jordan;
    Agachados: Joel, Duca, Evaristo, Paulinho(?) e Babá.

    Acertei? Quem é o “não sei”? e o Paulinho(?)

    • author avatar
      Dunlop 3 semanas ago Responder

      Índio? Leone? Benitez?

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta para Rasiko Cancelar resposta