República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Berrío Maravilha, nós gostamos de você

Por | 30 de agosto de 2017
Berrío olha a bola no Maracanã. Foto: Gilvan de Souza/Flamengo
12 Comments
  • author avatar
    Gengis Khan 3 semanas ago Responder

    O Berrio não pode mais sair do time. Ele é da mesma estirpe de craques que aó se consagraram no mengão, como Fio, Nunes, Obina, Brocador, …

    • author avatar
      Marcelo Dunlop 3 semanas ago Responder

      Estou contigo, poderoso Khan. Velocidade do Paulinho, estrela do Obina e a garra do Fio. Por isso ele se confunde às vezes, são três jogadores, cada um querendo ir para cada lado…

  • author avatar
    Red and Black Label 3 semanas ago Responder

    Belo texto!

    Cara, falei isso pro meu filho, e os amigos jovens dele, na saída do jogo no Maraca, quando caminhávamos para umas cervejas de comemoração!

    O Berrío e o nosso Fio atual. Erra tudo, o tempo todo, e faz uma jogada celestial em gol!

    Tomara que a Charanga toca a música do Benjor no jogo contra o Cruzeiro.

    P.S.: eu não vi o golaço de 1968, como o Fernando Amadeo, mas vi um outro de falta de longe bagarai, contra o Internacional, no Maraca, que nunca esqueci.

    Saúde e Sorte.

  • author avatar
    Eduardo Gil Ramos de Andrade 3 semanas ago Responder

    Belo texto Dunlop! Que mais jogadas a La Berrio floresçam em nossos campos.

  • author avatar
    Wilk 3 semanas ago Responder

    Ótimo texto! O colombiano merece cada palavra dele depois da obra de arte pintada naquela quarta-feira de agosto…

  • author avatar
    Julio 3 semanas ago Responder

    kkkkk tudo bem que o drible do Neymar no Angelim foi ignorado, mas valeu Dunlop!

  • author avatar
    Júlio Abreu 3 semanas ago Responder

    Belo, Belo! Belíssima crônica!!! Viva o futebol arte brasilei…..ops,Colombiano!

  • author avatar
    Fernando Amadeo 3 semanas ago Responder

    Parabéns, belo texto! Privilegiado, eu estava lá, no nosso Maraca, tanto agora quanto em 1968, quando presenciei o golaço de letra do nosso grande artilheiro Dionísio, o “Bode Atômico”, o gol da virada sobre o nosso eterno vice, após a jogadaça do inigualável Fio Maravilha.

    • author avatar
      Marcelo Dunlop 3 semanas ago Responder

      Raiz, hein! Se arrumar no YouTube, manda o link para a plebe aqui!

  • author avatar
    pedro rocha 3 semanas ago Responder

    Bravo!

  • author avatar
    jean neto 3 semanas ago Responder

    Muito legal o texto… Mas o Berrio não é lá grandes coisas não. Tá sempre brigando com a bola. SRN

  • author avatar
    Tânia Mariné 3 semanas ago Responder

    Uau!!

Deixe seu comentário