República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Autobiografia Flamenga

Por | 8 de setembro de 2019
ED5Ltn6WwAE9qPo
63 Comments
  • author avatar
    Rasiko 2 semanas ago Responder

    Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, mas… #NÃO NOS ESQUECEMOS.

    Fizeram um excelente trabalho montando um timaço e contratando o melhor treinador do mundo, mas não ter resolvido a questão dos meninos depois de 7 meses É UM ESCÂNDALO SEM PRECEDENTES.

    Tirem logo esse carma de cima do Flamengo.

  • author avatar
    Silvio José Peixoto 2 semanas ago Responder

    Flamengo é o “time nota 1000″; Monica Bellucci, Flamenguista, “mulher tudo”, nota 100 e cronista Arthur nota 10. De resto, quanto à dobrada à esquerda, com meio “cavalo de pau”, desta crônica campeã, ao invés de seguir reto e em frente, sem olhar “vascas derrotadas” que andam ficando para trás, “invoco o meu direito de ter direito de, em política e outras bizarrices colaterais, tipo ideologias “trans, tris, trolhas”, de não opinar, por entender que “Isto aqui é Flamengo”, e sendo “Flamengo”, é de todos, assim como não pertence a nada e nem a ninguém. Tudo o que se cria em nome do Flamengo, passa imediatamente a pertencer somente ao Flamengo, e devemos nos ajustar às contingências deste estado.

  • author avatar
    Rasiko 2 semanas ago Responder

    Como não comentei no post anterior do Arthur, volto ao assunto sendo curto e grosso: cada um que cuide do seu cada qual.

    Não há quem não queira surfar na onda da popularidade do Flamengo e o Aydano não é exceção. Ele sabia que sua declaração idiota iria ocasionar likes e dislikes suficientes pra ressuscitar o Ademar de Barros (ou terá sido o Jânio Quadros?): falem mal mas falem de mim.

    Como foi dito por muitos, exemplo de administração e engenharia jurídico/financeira é o que o Flamengo pode dar aos co-irmãos (quanta hipocrisia!), além do que conseguem faturar às nossas custas quando nos enfrentam. De jeito nenhum concordo que dependamos deles em qualquer nível, embora não esteja entre os que torcem pela falência coletiva dos 3 patetas. Se não forem eles, outros vão aparecer. Bangú e América estão aí para provar que a fila anda e o show continua.

    Mas o problema deles é um ítem, uma qualidade, um detalhe que só nós temos: A Maior Torcida do Mundo. É ela que banca, sustenta e segura a bronca. Como é que o foguinho e sua Kombi vazia, as flores com suas meninas e os vices e seus suicidas de marquise vão resolver essa questão crucial pra sobrevivência dessas espécies em extinção? Sinceramente? Tô nem aí. Evoluir é preciso e quem perder o patinete elétrico da história o fez por sua livre e espontânea irresponsabilidade. O Flamengo bem que vem tentando trazer os co-irmãos (quanta hipocrisia!) pro mundo moderno e a 1ª Liga foi apenas uma dessas tentativas frustradas. Talvez o destino do Flamengo seja atingir píncaros fora do alcance dessa mediocridade.

    Quanto a esse asqueroso assunto da censura dos livros LGBT, não chega a surpreender. Um país que tem um presidente como Boçalnaro, um estado que tem um governador como Witzel e uma cidade com um prefeito como Crivella, não pode esperar nada diferente. Não bastassem a estupidez galopante de Lula, Dilma e PT, agora esses horrores. O povo merece. E merece porque pediu. Porque é inconsciente, omisso, ignorante e burro – isso não é ofensa gratuita, mas constatação. Nada é por acaso. Um país que corta verbas da saúde, educação e pesquisa científica e entrega pros partidos políticos, que deveriam ser implodidos, não pode esperar uma realidade e um destino melhores

    A repressão sexual através das eras é a responsável direta pelas guerras em escala mundial – quem quiser que pesquise, investigue e se aprofunde nesse tema e vai chegar à mesma conclusão. E essa repressão não é por acaso e muito menos um moralismo fundamentado numa ética supostamente superior. O objetivo, na verdade, é bloquear a expressão criativa natural inerente ao ser humano. Com a criatividade impedida de se expressar, a manipulação e o controle se tornam fáceis porque a idiotia se torna o padrão bovino observado pra onde se olhar. A consequência é a raiva e com a raiva, a guerra. Á pornografia é apenas uma manifestação deturpada do que deveria ser o ato mais natural e saudável do ser humano, já que é o que nos permite existir e garante um prazer que não pode ser comparado a qualquer outro. Mas graças às religiões – TODAS -, essa doença histórica se perpetua e os trágicos resultados, em todos os níveis, são conhecidos.

    Padres, políticos e polícia, a trinca do terror.

    srn p&a

    • author avatar
      Carlos Moraes 2 semanas ago Responder

      Grande Rasiko,

      o ^falem mal, mas falem de mim^ (que me parece ser o mote preferencial do capitão) é do Paulo Magalhães, também conhecido como Paulo Babão.

      Paulo Magalhães, casado com a antiga artista Heloisa Helena, era um rubro-negro fanático e grande amigo do Ary Barroso.
      Foi o autor do que era o hino oficial do Flamengo, aquele do ^Flamengo, Flamengo, tua glória é lutar, Flamengo, Flamengo, campeão de terra e mar^.

      Já estou entrado nos anos mas esta história me precede e me foi transmitida por meu pai, lá pelo final dos anos 40/início dos 50, como também por um primo dele, que, apesar de botafoguense, era muito amigo do Paulo e do Ary.

      Por sinal, um achado a sua trinca P do terror.
      Muito mais Perigosa que a dos infelizes pobres, pretos e prostitutas.

      SRN
      FLAMENGO SEMPRE

      • author avatar
        Rasiko 1 semana ago Responder

        Taí uma novidade! Eu jurava que era do Ademar de Barros diante do seu cofre. Lembro bem do Paulo Magalhães e da Heloísa Helena (uma simpatia) e também não sabia que ele era o autor do referido hino. Carlos Moraes é cultura!

  • author avatar
    chacal 2 semanas ago Responder

    gente ,

    esse papo de politica é um verdadeiro atraso!
    peço humildemente que falemos somente do mengão.

    SRN !

    • author avatar
      Aureo Rocha 2 semanas ago Responder

      Chacal, meu amigo, é do estilo do Arthur Muhlenberg nos seus artigos expostos aqui no RP&A dar sempre uma pincelada em temas não ligados diretamente ao futebol, sem que por isso o debate tenha caído para o lado não esportivo, como você bem já deve ter observado.

      Embora ele tenha aprofundado desta vez as questões políticas, essas questões passariam batidas não fosse as intervenções – no meu conceito deselegantes – de alguns comentaristas, o que terminou por politizar o debate.

      SRN!

  • author avatar
    The Trooper 2 semanas ago Responder

    Por isso a Democracia é linda. A liberdade para divergir no campo das ideias, seja nas redes sociais ou em qualquer outro lugar (exceto universidades), é uma maravilha não é mesmo?

    Conheço pessoas (muitas) que, por exemplo, defendem que a comercialização de conteúdo de cunho sexual tendo crianças como destinatárias deva ser não apenas censurada como tipificado como crime grave.

    Enfim, cada um com seu cada qual. Que bom que vivemos um um país livre, que permite o debate. Não é assim em Cuba, Venezuela, Coreia do Norte…

    Quanto ao Flamengo, nem mais debate há. Virou unanimidade. Até os que reclamavam do “excesso de ofensividade”, “defesa jogando em linha”, e outras bobagens oriundas das décadas de doutrinação de “professores” retranqueiros, covardes e corporativistas, já se renderam à inescapável realidade dos fatos.

    Que bom, viúvas de Abel, Zé Ricardo e outras sumidades não têm mais cabimento em pelo 2019.

    Já comercialização de cenas quentes entre adultos para crianças parece que é moderninho. Nesse caso, prefiro ser conservador.

    • author avatar
      João Neto 2 semanas ago Responder

      A princípio, ratifico toda a sua explanação.

      Como dizem alguns, é muito mais do que Futebol. Mas, me restrinjo a fazer um breve comentário sobre a rodada de hoje.

      Sigam o líder! Agora, isolado.

      SRN

    • author avatar
      Ricardo Carvalho 2 semanas ago Responder

      The Trooper, realmente a democracia é linda quando podemos dialogar educadamente e respeitando a opinião do outro. Mas, porque não na universidade(int). Não é o espaço adequado para que os jovens discutam sua visão de mundo, recebam informações, analisem e formem sua própria opinião sobre o mundo(int).

      Venezuela e Cuba (país que sofre um boicote estúpido dos americanos há mais de 50 anos) não são modelos exemplares, mas as Filipinas e a Hungria também não são (ambos com dirigentes eleitos e que se comportam como déspotas). Acho que este não é o espaço pra discutir isso, mas como o Arthur é um democrata ele não vai se importar.

      Mengão tá realmente deixando a gente sonhar. Quem diria que em tão pouco espaço de tempo todos nós veríamos como estávamos atrasados… Zé Ricardo, Oswaldo Oliveira, Barbieri, Dorival, Abel, Márcio Araújo, Pará, Rodinei, Rever, Rene, etc. A gente era infeliz e sabia, só não tínhamos a noção de quão infelizes éramos…

      Só pra finalizar, um sujeito que posta intimidade abjeta entre adultos nas redes sociais (golden shower) e esculhamba a mulher do presidente de um país amigo é um idiota, concorda(int).

      SRN

      • author avatar
        The Trooper 2 semanas ago Responder

        Ricardo Carvalho,

        A lista de atletas e treinadores que vc citou é assustadoramente recente em nosso clube, o que me faz perguntar o que passa na cabeça das pessoas que falam em “hegemonia” do Flamengo e que devemos doar dinheiro para outros clubes para equilibrar o jogo.

        Quanto às universidades (públicas), têm seus DCE tomados por partidos políticos de esquerda, das bandeiras vermelhas e das foices e martelos, há muitos anos. Não há qualquer possibilidade de debate e contraditório. Isso se expandiu por todos os níveis acadêmicos. É lamentável e não surpreende o baixíssimo desempenho dos nossos estudantes, constantemente verificado pelo PISA, em contradição com o grande investimento em Educação Pública, de mais de 6% do PIB, maior que a média dos países da OCDE e superior à boa parte dos países desenvolvidos. Haja má gestão e mau versação de dinheiro público por parte de diretores e reitores de instituições de ensino.

        Nós, flamenguistas, sabemos bem o que é isso. Estamos vendo na pele o que a boa gestão é capaz de fazer em tão pouco tempo.

        Quanto ao Bolsonaro, sim, é um tosco. É assim desde sempre. Seus eleitores sabem disso. Mas, dos males o menor, qual era a outra opção? O PT e seu candidato representante de presidiário, que por sinal foi condenado a 4,5 anos de cadeia na semana retrasada?

        Havemos de concordar que o retorno do PT não era a melhor opção. Pelo menos isso.

        Porque eu acho que as divergências políticas são saudáveis e normais. Mas achar que a continuidade do PT seria a solução para o país não deriva de um raciocínio lógico e racional.

        Pelo contrário, lembram-se os ferrenhos defensores de Márcio Araújo.

        • author avatar
          The Trooper 2 semanas ago Responder

          Na verdade, nem entendi bem o que o Bolsonaro tem a ver com a história.

          Quem determinou a patética medida de recolher as revistas em quadrinhos referida no texto foi o Crivella, não o presidente.

          Entretanto, parece-me claro que um erro não

          • author avatar
            The Trooper 2 semanas ago

            Parece-me claro que um erro não justifica o outro.

            Não tenho nada contra gays, nem contra conteúdo gay, não me importo nem um pouco com quem ou de que forma os outros praticam sexo.

            Só uma coisa não entendo: o que leva um adulto a querer tanto veicular conteúdo sexual (de qualquer tipo) para crianças. Não entendo esse moderno afã de querer sexualizar crianças a todo custo, fora da idade adequada para compreender esse tipo de conteúdo.

            Não entendo, acho um absurdo e talvez eu seja retrógrado. Mas gostaria de ter respeitado meu direito de pensar assim, sem ser chamado de homofóbico, que é como têm sido chamados quem é contra uma revista em quadrinhos para CRIANÇAS com cenas de homens adultos de beijando.

            Enfim, isso é assunto para o ECA, para o Ministério Público e para a Justiça. Acho justo que seja assim. Quem quer lacrar, tem que estar pronto para as consequências. Porque a grana das vendas dessa porcaria que não agrega em nada à sociedade já caiu no bolso de seu autor. Vai ter algum para bancar os advogados para explicar se excedeu ou não sua liberdade de expressão.

  • author avatar
    Aureo Rocha 2 semanas ago Responder

    Estava procurando palavras para corroborar às do Arthur Mulenberg, quando me lembrei de que o Ministro Celso de Mello, lançou uma nota, “Trevas dominam o Estado”, sobre a censura a livros na Bienal do Rio (poupando-me o esforço de redigir um texto), que abaixo transcrevo:

    “A apreensão de exemplares de um livro com temática LGBT na Bienal do Rio de Janeiro mostra-se inaceitável!!!! NA REALIDADE , o que está a acontecer no Rio de Janeiro constitui fato gravíssimo, pois traduz o registro preocupante de que, sob o signo do retrocesso -cuja inspiração resulta das trevas que dominam o poder do Estado-, um novo e sombrio tempo se anuncia: o tempo da intolerância, da repressão ao pensamento, da interdição ostensiva ao pluralismo de ideias e do repúdio ao princípio democrático!!!!

    Mentes retrógradas e cultoras do obscurantismo e apologistas de uma sociedade distópica erigem-se, por ilegítima autoproclamação, à inaceitável condição de sumos sacerdotes da ética e dos padrões morais e culturais que pretendem impor, com o apoio de seus acólitos, aos cidadãos da República !!! Uma República fundada no princípio da liberdade e estruturada sob o signo da ideia democrática não pode admitir, sob pena de ser infiel à sua própria razão de ser, que os curadores do poder subvertam valores essenciais como aquele que consagra a liberdade de manifestação do pensamento !!!!”.

    Censura nunca mais. Necessário se respeitar as opiniões aqui expostas, mesmo que divergentes às nossas.

    Sobre futebol, à exemplo do querido Carlos Moraes, após me manifestarei.

    S R N !

    • author avatar
      Ricardo Carvalho 2 semanas ago Responder

      Prezado Aureo

      Para os defensores do inominável, o dicionário.

      mito
      mi·to
      sm
      1 História fantástica de transmissão oral, cujos protagonistas são deuses, semideuses, seres sobrenaturais e heróis que representam simbolicamente fenômenos da natureza, fatos históricos ou aspectos da condição humana; fábula, lenda, mitologia.
      2 Interpretação ingênua e simplificada do mundo e de sua origem.
      3 Relato que, sob forma alegórica, deixa entrever um fato natural, histórico ou filosófico.
      4 FIG Uma pessoa ou um fato cuja existência, presente na imaginação das pessoas, não pode ser comprovada; ficção.
      5 FIG Um fato considerado inexplicável ou inconcebível; enigma.
      6 SOCIOL Uma crença, geralmente desprovida de valor moral ou social, desenvolvida por membros de um grupo, que funciona como suporte para suas ideias ou posições; mitologia: O mito da supremacia da raça branca.
      7 FIG Representação de fatos ou de personagens distanciados dos originais pelo imaginário coletivo ou pela tradição que acabam por aumentá-los ou modificá-los.
      8 FILOS Discurso propositalmente poético ou narrativo, cujo objetivo é transmitir uma doutrina, por meio de uma representação simbólica: O mito de Prometeu.
      EXPRESSÕESMito da caverna, FILOS: Segundo Platão (427-347 a.C.), a condição do homem no mundo é semelhante àquela de escravos presos no interior de uma caverna, situação que só lhes permite ver do exterior as sombras que são aí projetadas. A caverna representa o mundo dos sentidos, no qual só se percebem as sombras das coisas. O exterior é o mundo das ideias, representado pelas próprias coisas e pelo Sol, que simboliza o Bem. De acordo com Platão, a Filosofia é que dá ao homem a condição de sair da caverna e perceber a realidade e o mundo das ideias; alegoria da caverna.
      ETIMOLOGIAgr mŷthos.

      by MICHAELIS

      SRN, valeu Arthur!

      • author avatar
        Aureo Rocha 2 semanas ago Responder

        Somente para efeito de ilustração, a Igreja Católica, que desde a Idade Média – época quem foi a própria representação do Estado, sendo o Papa o representante de Deus na terra – numa tentativa de controlar a informação, também andou proibindo diversos livros, considerados imorais ou contrários aos dogmas católicos. Eis como exemplos alguns autores proibidos:

        Maquiavel, Galileu, Copérnico, Giordano Bruno, Kepler, Hobes, Descartes, Voltaire, Victor Hugo, Emile Zola, Jean-Paul Sartre, David Hume, Denis Diderot, Blaise Pascal… a relação é enorme.

        Atualmente, com o crescimento das igrejas neopentecostais e do seu poder político, parece que ainda assistiremos a muitas práticas medievais, isso meu caro Ricardo Carvalho, porque muitos andam enxergando sombras acreditando ser a realidade.

        SRN!

  • author avatar
    Dunlop 2 semanas ago Responder

    Salve Arthur, excelente. E o time é, de quebra, uma verdadeira união de povos: um goleiro carioca, um lateral paranaense, um espanhol, um paulista e um catarinense fechando a retaguarda; na meia-cancha, temos paulistas, um paraguaio e um carioca de Wakanda; e os atacantes de SP, MG, DF e da Colômbia, sem falar no craque nascido em Nuevo Berlin, no Uruguai. Um caldeirão que dá gosto, temperado com competência por um mister chef português. É banquete para nenhum torcedor botar defeito.

  • author avatar
    Carlos Moraes 2 semanas ago Responder

    Não vou comentar o jogo agora (aliás, pela qualidade do adversário nem valeria a pena)

    Só entrei para dizer, em alto e bom som, que estou com o Arthur, em tudo e por tudo !

    Bola pra frente, que jogar contra o Avaí faz parte da tabela mas não permite qualquer consideração séria.

    Lembro que o rival chama-se Grêmio, que acabou de golear o Cruzeiro, em plena BH, sem dó nem piedade.

    Aí sim, mora o perigo.

    Palmas, como sempre , para o nosso Grão Mestre !

    SRN
    FLAMENGO SEMPRE

    • author avatar
      Pedro Rocha 2 semanas ago Responder

      Faço coro!
      Que orgulho estar no mesmo espectro, não apenas clubístico, mas da cidadania, enfim, de Carlos Moraes, Arthur e outros tantos. E consequentemente, por eliminação, em lado diametralmente oposto a “próceres” como Crivellas, Bolsonaros, Malafaias e outros tantos usurpadores da fé alheia.

  • author avatar
    Marcio 2 semanas ago Responder

    Fale de futubol apenas e ou crie um blog pra política. No campo do futebol você é imbatível irmão. SRN.

    • author avatar
      Muhlenberg 2 semanas ago Responder

      Cuida da tua vida, aqui mando eu, imbecil.

      • author avatar
        Marcelo Goldenstein 2 semanas ago Responder

        Sensacional a porrada de bate pronto. Tanta coisa pra ler na internet e essa mala reacionária quer te dizer sobre o que voce deve escrever? Pelamor…

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 2 semanas ago Responder

    Agora acredito no Flamengo: esmagamos um pequeno, um desses pentelhos que todo ano, principalmente esse Avaí aí, que todo ano pinta de machinho em cima do Flamengo, e tem que ser assim sempre, não deixar uma pedra pra atrapalhar nosso caminho.

  • author avatar
    Rodolfo Borges 2 semanas ago Responder

    Maneiríssimo o texto, mais uma vez.

    Mas faça o favor de consertar essa “marcha rá” aí.

  • author avatar
    VAGNER BSB-SSA 2 semanas ago Responder

    Política à parte….

    Vou me abster totalmente da parte política do texto. Não é importante falar sobre isso quando o assunto é o Flamengo. As pessoas têm suas crenças, baseadas ou não em fatos, é merecem respeito pelo que pensam. Só isso.

    Flamengo em Brasília já está ficando meio sem graça. O time chega “em casa” e, como “mandante”, mantém o 100% de aproveitamento sem muita cerimônia.
    Fico feliz de ver o Flamengo com um padrão de jogo já consolidado, mesmo com pouquíssimo tempo desde a chegada de Jorge Jesus. O time pega a bola pra si, vai pra cima dos adversários sem medo (independentemente de quem seja o adversário) e mete o mínimo de 3 gols por jogo.

    Depois de garantir os 3 pontos, o time descansa em campo e faz alguns minutos de treino de luxo para 50, 60 mil pessoas.
    E, jogando assim, qualquer jogador que entre na equipe se sente muito confortável. É muito simples entrar em um time em que tudo está funcionando bem. O menino Reinier (que tem muita qualidade) não teve qualquer problema em mostrar o seu futebol em tal contexto. E mais, ainda por cima fez o primeiro gol como profissional na frente da família e dos amigos já que ele é de Brasília e estreou como titular na cidade em que nasceu. Além de fazer o primeiro gol, ainda mostrou que pode ser muito útil para o JJ até o final do campeonato.

    O maior problema é a cobiça da Europa. Se o Flamengo já recusou (ou quase isso) uma proposta de $ 40 milhões de Euros por ele, a tendência é que apareçam interessados em pagar os $ 70 milhões de Euros da multa rescisória.

    Mas, o mais importante é seguir na liderança do campeonato e jogando bem. Vencendo os jogos fáceis com tranquilidade e vencendo os jogos teoricamente difíceis como se fossem fáceis.
    Incrível imaginar que ontem o time estava sem Rodrigo Caio, Bruno Henrique e Diego Ribas. Sem a opção do Berrío e Cuéllar já se despediu. Meio time que simplesmente não fez falta alguma. E, como só teremos jogos pela Libertadores em outubro, a tendência é ter força máxima nos próximos 6 jogos.

    Tá bonito de ver… e mais, tá bonito de perceber que nem JJ nem os jogadores subiram 1 cm no salto. E que oba-oba é uma expressão desconhecida dentro do Ninho do Urubu.

    SRN a todos!!!

  • author avatar
    Mauricio Carrilho 2 semanas ago Responder

    Texto perfeito, como sempre. Aliás, uma vitória do Flamengo sem o complemento de sua resenha, sempre precisa e bem humorada, não tem o mesmo gosto. Hoje ainda teve o tapa na cara, de bate pronto como o gol do menino palindrômico, no otário que veio aqui falar merda e defender o indefensável.
    Abração e SRN!

    • author avatar
      Marcelo Goldenstein 2 semanas ago Responder

      Salve Maurício. Companheiros no mengao, no fã clube do Muhlenberg e na luta contra a censura e o obscurantismo

  • author avatar
    MILTON LIMA DE ANDRADE FILHO 2 semanas ago Responder

    Parabéns pelo texto, Arthur! Uma genial explanação sobre o futebol que o Flamengo vem jogando junto com uma bela crítica a tentativa de retrocesso que estamos vivendo no nosso país!

  • author avatar
    Ricardo 2 semanas ago Responder

    Mandou bem, como sempre Mullemberg!
    Nesses tempos sombrios esse Flamengo é uma nesga de Sol e liberdade

  • author avatar
    Roberto Fla 2 semanas ago Responder

    Valeu Arthur!!!! Difícil não se empolgar com o time, e também não se deprimir com a choldra.

    Abraços e SRN

  • author avatar
    Murillo Titon de Souza 2 semanas ago Responder

    nao vale criticar o Crivella e depois chamar Sao Paulino de bambi our Fluminense de tricolete e flor, hein

    • author avatar
      Vinicius 2 semanas ago Responder

      Me surpreendo como ignorantes como você acabam chegando até aqui. O responsável pelas palavras as quais você acaba de ler é, notoriamente, provido de intelecto ácido, é um cara sagaz, que provoca reflexão em relação a aspectos escrotos da nossa sociedade.
      Vai tomar no cú você é o Crivella seu Viado arrombado do caralho. E veja bem, o fato de eu te chamar de viado não quer dizer que eu desmereça nenhum viado. Entenda que você é chamado de viado porque é um babaca escroto, não porque é homossexual…
      Certos adjetivos aqui não são usados pra segregar, são para provocar, brincar
      SEU BURRO DO CARALHOOOOO!!!!!!!

    • author avatar
      Rodolfo Borges 2 semanas ago Responder

      então censura, quando de acordo com nossos fundamentos, pode?

    • author avatar
      Lino Vicenzo 2 semanas ago Responder

      Te quebrou hein Arthur!

  • author avatar
    Joaquim 2 semanas ago Responder

    Aqui jamais será como na Venezuela, jamais! Nunca serão! Se quiser vá morar lá.

    • author avatar
      Muhlenberg 2 semanas ago Responder

      Vai à merda! Retardado do caralho. São justamente os desmiolados como voce que tão levando o país pra trás.

      • author avatar
        Guilhem 2 semanas ago Responder

        Engraçado, achei que era justamente o que os imbecis estavam fazendo, além de roubar, nos últimos quase 20 anos. Aquela gente bonita de vermelho, que tá quase toda presa ( babak) era que era o caminho pro futuro? Arthur, sapatinho intergaláctico, fala só do Flamengo que aí tu manja.

        • author avatar
          Muhlenberg 2 semanas ago Responder

          Não tem nada de engraçado. Vc achou isso porque é um idiota. Cuida da tua vida, não se meta a me dizer sobre o que escrever. A censura no Brasil acabou em 1988.

        • author avatar
          Rasiko 2 semanas ago Responder

          kkkkkkkkkkkk só rindo muito desses imbecis querendo se meter com o Arthur. Se fosse comigo, tudo bem, mas com o Arthur????????? Logo com quem. O que vem provar a constatação – e não ofensa gratuita – da imbecilidade.

          É, meu amigo e inspiração, não é mole aturar a estupidez (des)humana.

  • author avatar
    Pedro Guedes 2 semanas ago Responder

    Mais um excelente texto, depois de um excelente resultado.
    Tá difícil segurar o “oba oba”.
    Parabéns para nós!

  • author avatar
    samuel matos 2 semanas ago Responder

    Além da exibição de gala, Mengão quebrou outro tabu histórico:

    A primeira notícia boa que vem de Brasília nos últimos tempos.

Deixe seu comentário