República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Ataque Animal: Galinhas x Urubus

Por | 23 de maio de 2018
boca-de-ouro
11 Comments
  • author avatar
    João Marcelo L. de Andrade 4 semanas ago Responder

    O time não jogou bem (de novo), mas com relação ao posicionamento no grupo, ou ao adversário das oitavas, realmente não consigo ver uma grande vantagem em ser primeiro ou segundo. Basta olhar os segundos colocados dos grupos para ver que, talvez, um ou outro viesse a ser menos difícil. Quanto aos primeiros colocados a maioria é dos brasileiros, além do River, Libertad (teoricamente menos complicado) e provavelmente Atlético Nacional. Quanto à jogar a segunda partida fora também é relativo. Já foi demonstrado inúmeras vezes que não é algo determinante. O que precisa é jogar bola. Tempo para treinar, estudar o adversário e todas as pantomimas inerentes à disputa terá. Aguardemos.

  • author avatar
    Xisto Beldroegas 4 semanas ago Responder

    Sai um técnico, embora momentaneamente, o Barbieri que não entende de tangos nem de futebol e colocam um outro que ficou rolando ali pela margem do gramado, coçando o nariz e se pergntando “o que é que eu estou fazendo aqui, meu Deus”. Ambos covardões. O Flamengo jogando pelo empate, o tempo passando, nenhuma movimentação no sentido de botar o time para jogar no óbvio que agora os cronista esportivos(epa!) descobriram que “está no DNA do Flamengo” novo lugar-comum na praça. Só que o time e os técnicos não querem saber de porra de DNA nenhum, vamos garantir o empate pra não pagar vexame. Aí vem a dúvida: o Paquetá esqueceu de uma hora pra outra todo o seu futebol, ou ele já era assim mesmo ( um jotador mediano) e teve um lampejo e agora voltou ao normal? O Diego faz falta, ou não ao time? O Dourado sempre jogou assim, ou seja, pessimamente, ou é o tal esquema que o mantém isolado contra tudo e contra todos?Enfim, porra, esse time treina, treina, e continua um bando de baratas tontas, será excesso de treinamento? Então não seria melhor parar de treinar esse bando e jogar as camisas no velho estilo barata avoa de nossos times de esquinas?Interessante, que antigamente o José Maria Scassa sugeria que o nosso time daquela ocasião se concentrasse em uma boate, de onde diziam saía diretamente o time do Botafoga para garantir mais um bicho a nossa custa segundo o goleiro Manga. Portanto, não é novidade a sugestão. Conclusão: a diretoria não vê nada disso? Se levarmos uma boa surra contra os galinhas, o velho papo panglossiano vai continuar, estamos indo no melhor dos mundos ?

  • author avatar
    Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

    RIVER PLATE 0 x 0 FLAMENGO

    1o. comentário (brevíssimo)

    Sábado, depois do empate com o Vasco, em um jogo HORROROSO, pensei comigo mesmo – ^cai demorar muito para ver o Flamengo jogar tão mal assim novamente^.

    Tempo da demora -menos de CEM HORAS.

    Tristeza ou Vergonha, pergunto aos muitos amigos e poucos inimigos.

    Irritadíssimas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

    Desculpem-me, mas não resisto.

    Enchendo a paciência dos coleguinhas, mas não posso deixar de parabenizar o Arthur, pois tem tudo a haver com o artigo, a foto do ^O Boca de Ouro^, do grande Nelson Pereira dos Santos, com Jéce Valadão, Odete Lara e Daniel Filho.
    A fina flor (uma vez mais) da malandragem, desta vez.

    Início dos anos 60, antes do que agora quer voltar.

  • author avatar
    João Neto 4 semanas ago Responder

    Você está certo. Há de ser lembrado que foi fundado para a criação de um Clube de Remo. Posteriormente, houve a massificação com o Futebol.
    Gostei dos ” esquisitões”.
    Um abraço!

  • author avatar
    Jose 4 semanas ago Responder

    Passei aqui rapidinho pra cornetar escalação – só 1 porém : Jean Lucas logo de cara? Naaaaaoooooo!
    Isso me cheira a Matheus Sávio ….
    De resto tá ok!

    To com Arthur , esse negócio de querer romantizar patrulha de crasse e coisa de vascaíno .

  • author avatar
    João Neto 4 semanas ago Responder

    Sei que alguns ficam melindrados quando divirjo do nobre redator, mas dizer que o Flamengo nasceu Playboy, vai de encontro com as raízes do clube. A identificação com as massas se iniciou exatamente pela falta de estrutura.
    Modernamente poderia se dizer que era um Sem Teto. Afinal, sequer tinha campo para treinar.
    Treinava na praia. Onde iniciou-se a relação apaixonada com a grande massa trabalhadora.
    “Playboy” em razão da localização, tudo bem. Mas, no nascedouro, os times se identificam. Pobres.
    SRN

    • author avatar
      Muhlenberg 4 semanas ago Responder

      João,divirja à vontade. Mas entendo que os clubes são como os homens,todos nascem pelados e sem dentes. O que determina sua “classe social” é a origem dos seus fundadores. Ao contrário do Fluminense, que já nasceu com patrimônio garantido pelo mecenato dos Guinle, e mais ao contrário ainda do que o River, fundado por gente pobre que trabalhava nas docas do Prata, o Flamengo foi fundado por jovens estudantes afluentes da melhor sociedade carioca, mas sem ter onde cair morto. O que não o faz seu berço menos playboy que o dos coirmãos esquisitões ds Laranjeiras.

      • author avatar
        Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

        Ninguém me pediu a opinião, mas, atrevidamente, vou me manifestar.

        Para mim, a razão – e não é puxa-saquismo – está com o Grão Mestre.
        O nosso João Neto, ao que se me parece (é preciso um certo requinte, neste momento), está a esquecer a turminha inicial, todos riquinhos ou ricos sem fundos.
        Para ser sincero, da parte do River Plate, pouco sei, acreditando piamente nas palavras do Arthur.

        Como foi dito, não tinham onde cair morto, mas eram da fina flor, basta verificar os sobrenomes, todos de estirpe.

        Só gostaria de acrescentar que, muito antes do urubu, aquele lá do Maracanã, onde me encontrava sentado e sofrendo, pois foi um duríssimo 2 x 1 contra um Foguinho favorito, foi a Gãvea, mais precisamente a vizinhança com a famosa Praia do Pinto, que o Lacerda criminosamente mandou queimar, quem tornou o nosso FLAMENGO o time do povo, sem dúvida o mais popular do mundo, o Pyka das Galáxias.

        SRN
        FLAMENGO SEMPRE

        • author avatar
          Carlos Moraes 4 semanas ago Responder

          PS – ótimo artigo, cabe registrar.

          A denain, com o comentário do jogo.

      • author avatar
        Rasiko 4 semanas ago Responder

        Não sei exatamente porque eu odeio esse kkkkk das redes sociais, mas com o Arthur não tem jeito, é kkkkkkkk o tempo todo.

        Saber escrever bem pra caralho e com humor hilariante só conheço dois: Arthur Muhlenberg em brasileiro e Tom Robbins em inglês, o melhor escritor americano contemporâneo.

        Não é pouca merda.

Deixe seu comentário