República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Quem sabe ainda sou uma garotinha

Por | 24 de junho de 2018
capa
10 Comments
  • author avatar
    Carlos Moraes 3 dias ago Responder

    Sepulcral silêncio.

    Fim de Copa.

    êxito total nos palpites para as duas últimas partidas.

    Na verdade, covardia plena.

    Depois de mais de um mês, da realização de 64 jogos (com apenas UM com o placar em branco), prevaleceram as duas equipes que se mostraram bem superiores às demais – FRANÇA e BÉLGICA.

    Um bom futebol, praticado por jogadores jovens, especialmente os campeões mundiais, que têm uma seleção para muito tempo.

    A Croácia é um time bom, mas em fim de linha, ao contrário da Inglaterra, que se renovou e terá bala na agulha por um bom tempo.

    Em quinto chegou o Uruguai, padrão atual dos celestes.

    Para terminar, umas poucas palavras a respeito da nossa Seleção.
    Um espetacular fracasso – Neymar.
    O menino mimado e rei do marketing, nada produziu nesta Copa. Autêntico ZERO À ESQUERDA.
    Dois gols, ambos feitos sem a presença do goleiro, como também foi o do Firmino.
    Quedas rídiculas, tentativas ainda mais ridículas de cavar faltas e pênaltis, transformaram-no no autêntico Bobo da Corte do Mundial. Uma pena, pois é indiscutível que tem futebol.
    Fruto, quero crer, do momento brasileiro, em que se torna difícil as coisas darem certo.

    Não se pode dizer que foi um FRACASSO a campanha da nossa Seleção.
    Cabe, no entanto, uma pergunta que se me parece definitiva – quem, em sã consciência, poderia ser escalado para uma seleção das seleções(Int.).
    Sejamos justos – NINGUÉM
    Allison, Fagner, Thiago Silva, Miranda (um dos melhores) e Marcelo (fraquíssimo, surpreendentemente, até no apoio) – Casemiro,
    Paulinho (o Barcelona sabe das coisas, já mandou de volta para a China) e Philippe Coutinho (o melhor de todos, mas mesmo assim, furos abaixo de várias figuras pensantes da competição) – William (horrível), Gabriel Jesus (pior ainda) e Neymar.
    Culpar o Fernandinho pela derrota final é, para mim, um total absurdo. Não teve a menor culpa no gol contra, pois a bola, cabeceada pelo Kompany, chocou-se contra o corpo dele, que não tinha nada a fazer. No mais, embora não jogando bem, de nada diretamente pode ser tido como culpado. Sempre foi um jogador limitado, que só o Guardiola sabe usar. E muito bem.

    O grande fracasso da Copa, indiscutivelmente, foi a Espanha, que conseguiu ser eliminada pela Rússia.
    Uma grande vantagem. Ficou comprovada a necessidade de um TÉCNICO, por melhores que sejam os jogadores.
    A Federação Espanhola quis inventar a roda e deu-se muito mal. Impressionante a inércia completa de seus jogadores no jogo em que foi eliminada. Parados em campo, apesar da enorme superioridade técnica. O adversário deu um chute a gol, na cobrança de um penalti e nada, rigorosamente nada a mais. Os espanhois não souberam ganhar. Tinham seleção com jogadores bons e poderiam, ou melhor, deveriam ir bem mais longe. Não tiveram técnico. Bem feito para o carrasco do Salah. Não merecia levantar a Taça, pela cafajestada anteriormente feita.

    A Argentina, de dar pena, pois também atuou sem técnico. Pior ainda,teve um técnico que só atrapalhou. Tive pena do Messi.

    Para terminar – agora de vez.
    Melhor jogador.
    Pelo que fez na partida logo de número TRÊS da Copa, Cristiano Ronaldo.
    Ninguém chegou perto.
    Ainda é o número UM do Mundo.

    … e voltamos aos nossos jogos.
    Seguindo o líder, assim espero.

    SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Carlos Moraes 2 semanas ago Responder

    Observei, depois de ter escrito, que os ^LIKES^ aumentaram para OITO.

    Pouco, muito pouco.

  • author avatar
    Carlos Moraes 2 semanas ago Responder

    Pooorraaa, ninguém escreveu mais coisa alguma !

    Estamos agora apenas a dois dias de um grande jogo, como previ, sem mérito algum, pois o Brasil ganhar do México e a atual Bélgica do Japão era elementar, meu caro Watson.

    Quem ganhará, a grande dúvida.
    Quem se credenciará a enfrentar o vencedor de outro grande jogo, a ser disputado horas antes apenas, entre França x Uruguai, eis a questão hamletiana, que nem o grande William gostaria de palpitar.

    Vou arriscar, até para tomar vaias depois, caso se tornem merecidas.

    Falar depois é muito fácil, pelo que gosto de arriscar, mesmo que seja para perder e contra a minha torcida pessoal.

    Vou ser europeu, minha gente.
    Complexo de viralata, no dizer do grande Nelson (Int,)
    É bem possível.
    Por outro lado, sempre acreditei no meu taco, mesmo que muitas vezes me dando mal.
    Os meus palpites – a favor da França e da Bélgica – são baseados no que ví.
    Foram exatamente as duas seleções que mais me agradaram, apresentando um futebol vistoso e SEMPRE para frente.
    Nossa seleção e a do Uruguai apresentaram-se bem, não há a menor dúvida, mas, para mim, nem tanto.

    O passeio da França contra a Argentina – apesar das péssimas exibições da equipe ^des^treinada pelo retardado Jorge Sampaoli – foi espetacular, com um placar mentiroso, pois o futebol não gosta da lógica, nem um pouquinho.

    A virada da Bélgica contra o Japão, por mais fraquinhos que estes possam ser, foi também sensacional.
    Estavam dando um passeio, com uma displicência condenável, e, de repente, sem a menor lógica, levaram dois bonitos gols.
    Mesmo faltando ainda cerca de 40 minutos para o fim, exatamente pelo golpe duplo, além de surpreendente, era para desmoronar uma equipe que não fosse tão consistente.
    Deram a volta por cima, como todos vimos.

    Cabe aguardar.
    Poderia ter ficado na minha, bem caladinho.
    Foge ao meu modo de ser ao longo de tantos anos vividos, amando tantas coisas, entre elas, o ^nobre esporte bretão^

    Além do mais, se somente SETE almas penadas, uma delas eu mesmo, aplaudiram o lindíssimo artigo da Vivi, pouquíssimas, quero crer, irão se incomodar com este meu escrito.

    Saudosas, por tanto tempo parado, SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Carlos Moraes 3 semanas ago Responder

    Esta Copa do Mundo é phodda, mesmo !

    Um artigo deste nível e tão poucos comentários.

    Dos meus amigos mais chegados, somente o grande paraense Alexandre, mais ninguém, nem mesmo o Bruxo, talvez o maior admirador da querida VIVI.

    Como dizia outra paraense, a Babá Capitulina, de tantos e tantos anos atrás, ^deixa estar, jacaré, que a lagoa há de secar !^.
    Depois vamos ficar cobrando outros poemas em prosa da rubro-negra que mais emociona a Nação.

    Já que falei em Copa, ao que tudo indica estamos há uma exata semana de um jogo que deve ser sensacional, Brasil x Bélgica.
    O nosso lado da Tabela está de dar calafrios, pois, em passando pelo México (este é uma velha escrita), pelos diabos rubros (acho bem difícil), teremos pela frente uma seleção de um quarteto mágico (não gosto das pornochanchadas infantis, pode ser Quarteto Fantástico ou algo no gênero), reunindo França x Argentina ou Uruguai x Portugal.

    É pouco ou quer mais !

    Vamos ver se o menino mimado tem mesmo futebol para tanto, ou será que vamos ficar dependendo de um vascaíno (Int.)

    Enfim, por ora, cabe reafirmar, em alto e bom som.

    VIVA A VIVI ! ! ! ! !

    SRN
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Carlos Moraes 3 semanas ago Responder

    Não resisto a uma só !

    G-E-N-I-A-L ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! !

  • author avatar
    Carlos Moraes 3 semanas ago Responder

    Uma só palavra – E-M-O-C-I-O-N-A-N-T-E !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • […] Vivi Mariano | República Paz & Amor console.log('criteo start fim'); Criteo.events.push(function() { console.log('criteo push fim'); […]

  • author avatar
    Alessandro Matos 3 semanas ago Responder

    Uau, lindo e emocionante , mas elogiar seus textos é como chover no molhado, sempre vai ser emocionante ler suas lágrimas vermelhas derramadas sobre nós na forma de letras, um abraço muito grande Vivi.

    Como é bom ser Flamenguista e saber que quem tem uma nação que ama e segue o lider assim como a inigualável poetiza e eu!

  • author avatar
    Leandro Azevedo 3 semanas ago Responder

    Só existe uma palavra par esse texto, BRILHANTE. Parabéns, SRN e Segue o Líder.

  • author avatar
    André Miranda de Sousa 4 semanas ago Responder

    A sensação de ser Flamengo no Maracanã, é algo indescritível mesmo. Sensacional Vivi… como sempre. SRN

Deixe seu comentário