República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Foi o amor que me fez FLAMENGO

Por | 17 de setembro de 2016
cheirinhodoisneau
22 Comments
  • author avatar
    carlos moraes 4 anos ago Responder

    Um artigo pra lá de passional, no qual as minhas reminiscências machistas não me permitem saboreá-lo, como aconteceu com tantos aqui.

    ^QUE HOMEM !!!!!^ , Cirinão das Galés despertando frenesis brutais, paixão até por Márcio Araújo, é muito para minha crendice helênica, que sempre foi do platonismo à satânica e insuperável atração pelo que há de mais belo neste mundo, a MULHER.

    Flamengo, para mim, é PAIXÃO, sem rosto, sem corpos, sem sexo.

    Algo intangível e inexplicável, que não se incorpora sequer na mais linda Deusa de um impenetrável mistério.

    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar

    Um beijo. Só.

  • author avatar
    Eduardo 4 anos ago Responder

    Lindo Vivi, o futebol-arte que o Flamengo jogou neste domingo merecia um texto-arte! Obrigado! SRN!

  • author avatar
    Alex 4 anos ago Responder

    Vivi, você é genial, seu amor transborda pelo Flamengo. Mas Flamengo é isso, é amor.
    Pena que tem gente que usou seu Post somente para ficar cutucando os outros e sequer fez menção ao seu magnífico post. Que feio !
    Mas nada conseguiu tirar o brilho do seu inspirado post. Parabéns ! SRN P&A

  • author avatar
    EDVAN SANTOS 4 anos ago Responder

    A Vivi…como ela consegue ser tão unânime.? Maravilhosa, inteligente, apaixonante…!

    Edvan-Alagoinhas-Ba.
    Ps = No encontro da Confraria no Bar Baixo Gávea…e por ali, no final, despedidas, etc., , dei-lhe um ‘beijinho (cheio de más intenções, vou mentir?), nela e na Nivinha…o Arthur e o Murtinho, de mim, logo se aproximaram…disse-lhes, severo: Cheguem pra lá, porra…! Sei lá quais eram as suas intenções, sabe como é; muita cachaça, vitória do FLAMENGO, Rio de Janeiro…e tal.

    Vou falar logo a minha verdade: O ZÉ está fazendo excelentes provas no vestibular de técnico…e pelo visto será aprovado…!

    Outra coisa: Que me dizem do “perninhas de Saracura?” Annn?

    FUI,,,!

  • author avatar
    Romano 4 anos ago Responder

    Helemengo VII = ZicoDida = ÁUREO???

    ÁUREO é o cara que usou um disfarce (ZicoDida) para xingar o Moraes de tudo, enquanto pela frente o chamava de “amigo”?

    Não é possível. Deve ter algo errado. O ÁUREO que eu conheci e que todos tratam como um homem respeitável não seria capaz de atitudes tão vergonhosas.

    Quero acreditar que isso não é verdade.

  • author avatar
    Sérvulo CS 4 anos ago Responder

    Vivi pura poesia. Texto com cheirinho fica bem melhor! SRN.

  • author avatar
    Aureo Rocha 4 anos ago Responder

    Tudo começou ainda menino. No início platônico, como o da Audrey Hepburn, depois paixão e hoje maduro. Eu passei a minha vida amando o Flamengo de várias formas.

    Logo que a realidade entrou na minha cabeça, o Flamengo veio junto, nas transmissões pelo rádio e pelo meu primeiro time de botão: Garcia, Tomires e Pavão; Jadir, Dequinha e Jordão; Joel, Rubens, Índio, Dida e Zagalo. Amava o Flamengo sem conhecê-lo pessoalmente. Amor Platônico.

    Numa longínqua quarta-feira noturna, os refletores avivavam o verde gramado do velho Maracanã, quando o vermelho e preto entrou em campo me seduzindo definitivamente. Meus olhos lacrimejaram. Paixão.

    Nessa relação profunda e secular, construída por alegria e tristeza (conquistas e decepções) pobreza e riqueza (elenco) jamais nem mesmo pensei em agredir o meu Flamengo. Quem ama não mata, nem bate.

    Maduro, agora amo o Flamengo de forma sólida, segura, mas sem perder o romantismo da paixão e o mistério do amor platônico.

    Viiiiviiiii Marianoooooooooooooo! Eu também te amo!

    Com este seu esplêndido texto e com a vitória do Mengão, o meu domingo está bem mais feliz.

    Saudações Rubro-Negras.

  • author avatar
    Helemengo VII 4 anos ago Responder

    Tudo começou ainda menino. No início platônico, como o da Audrey Hepburn, depois paixão e hoje maduro. Eu passei a minha vida amando o Flamengo de várias formas.

    Logo que a realidade entrou na minha cabeça, o Flamengo veio junto, nas transmissões pelo rádio e pelo meu primeiro time de botão: Garcia, Tomires e Pavão; Jadir, Dequinha e Jordão; Joel, Rubens, Índio, Dida e Zagalo. Amava o Flamengo sem conhecê-lo pessoalmente. Amor Platônico.

    Numa longínqua quarta-feira noturna, os refletores avivavam o verde gramado do velho Maracanã, quando o vermelho e preto entrou em campo me seduzindo definitivamente. Meus olhos lacrimejaram. Paixão.

    Nessa relação profunda e secular, construída por alegria e tristeza (conquistas e decepções) pobreza e riqueza (elenco) jamais nem mesmo pensei em agredir o meu Flamengo. Quem ama não mata, nem bate.

    Maduro, agora amo o Flamengo de forma sólida, segura, mas sem perder o romantismo da paixão e o mistério do amor platônico.

    Viiiiviiiii Marianoooooooooooooo! Eu também te amo!

    Com este seu esplêndido texto e com a vitória do Mengão, o meu domingo está bem mais feliz.

    Saudações Rubro-Negras.

    • author avatar
      Helemengo VII 4 anos ago Responder

      Eu também sou amor.

  • author avatar
    FRED K. CHAGAS 4 anos ago Responder

    Eau d’Hepta

  • author avatar
    Rasiko 4 anos ago Responder

    Uau! Quanta nobreza de espírito! Que privilégio!

    srnp&a

  • author avatar
    chacal 4 anos ago Responder

    oi moça

    resolveu aparecer(…) confesso que estava com saudades .
    texto maravilhoso como sempre.
    vivi quero q no próximo encontro da confraria sentar bem do seu ladinho,ficar pertinho e quem sabe te dar um…

    beijinho

    SRN !!!

  • author avatar
    Cristina 4 anos ago Responder

    Que texto lindo. Dá vontade de rir e chorar. Só quem fecha com o certo e ama o Flamengo passa por essas emoções. Parabéns, beijos e SRN!

  • author avatar
    ULISSES 4 anos ago Responder

    Vivi, você é poesia pura, que fica ainda mais linda quando fala de um amor correspondido !
    Isso mesmo, o Flamengo está correspondendo ao seu, ao meu, ao nosso amor por ele !

    SRN

  • author avatar
    Apoena Afonso 4 anos ago Responder

    Oi, Vivi. Demais o texto, é isso. Flamengo é Amor e só ele salva. Lembro de uma vez que conheci um cara que passou 2 anos em depressão e só o que alegrava ele era o Flamengo.

    SRN!

  • author avatar
    Danilo bruxolobo 4 anos ago Responder

    Vivi tem, assim como Brigid a Deusa celta da poesia, o dom de escorrer pelos dedos e transformar em prosa e verso, a paixão pelo Flamengo… Abençoada Seja Vivi Le Fay… SRN

  • author avatar
    Adolfo 4 anos ago Responder

    Essa Vivi é uma moça fantastica. Parabens minha querida, adoro ver seu amor incondicional pela nosso Flamengo. Todos rubro negros devem amar assim como você ama. Você é uma ótimo exemplo.

    Saudações rubro negras.

    AVANTE MENGÃO

    • author avatar
      Vivi Mariano 4 anos ago Responder

      Adolfo, Seu Moço QUERIDO!
      Eu que tenho um orgulho danado de conviver com você na NOSSA República!
      Grande Beijo e SRN,
      Vivi.

    • author avatar
      FRED K. CHAGAS 4 anos ago Responder

      tirou sobrenome como mandou o muhlenberg né? fez bem.

  • author avatar
    Karine Moura 4 anos ago Responder

    Belíssimas palavras como sempre. Me arrancando sorrisos fáceis e me deixando emocionada !!!

    • author avatar
      Vivi Mariano 4 anos ago Responder

      Karine, LINDA!
      Obrigada pelo comentário também por aqui ; )
      AMO.
      Grande Beijo e SRN,
      VIvi.

Deixe seu comentário