República Paz & Amor

Por favor, aguarde...

República Paz & Amor

Começamos com o Pé Esquerdo

Por | 15 de maio de 2016
Rosemarys-Baby-1-DI
71 Comments
  • author avatar
    Henrique 2 anos ago Responder

    Bem, acabou o tempo do Muricy. Para mim cedo demais. Logo agora que se veria o que ele sabe – ou nao.
    Mas nao da pra colocar sua vida em risco com um time desse naipe. Até eu morro de raiva, em casa.

    Ademas, tem assim uma saida mansa. O que esperava por ele era outra coisa, jah que o timeco nao vai deslanchar tao cedo e a pressao vai virar uma enormidade.

    Pensando no seu tempo aqui acho que nao fez absolutamente nada que qualquer um outro nao teria feito.
    Foi chamado para ser “chefe de todos os times” (KKKKK, isso é de uma imbecilidade soh par com o que jah fizeram durante todo esse tempo esses incompetentes “diretores” – e acabou nao sendo chefe de nenhum. Claro. Nao me esperava por outra.

    Ciao, Muricy. Boas melhoras!

    Vamos entao ver quem dos que jah conhecemos vai voltar, pela enésima vez, bater no peito e falar de desafio e clube grande e outras balelas.

    Mesmo antes de ouvir o nome de quem chega, carimbado com experiencias de 3,5 anos de ser obrigado a assistir merda, jah vou vaiando a “diretoria”!

    Vao pra m !

    Do resto, no pais do golpe e do secretario de educaçao que diz “ouvo”, nao existe absolutamente nada que funciona satisfatoriamente. Porque o Flamengo funcionaria?

  • author avatar

    O mesmo comentário no post do Murtinho serve pra você também Arthur. Vou copiar para a Nivinha.
    “Se Muricy logrará o que só conseguimos duas vezes nos últimos dez anos: estrear no campeonato com vitória; ou se voltaremos a ouvir o singelo argumento de que uma hora dessas a bola entra e a coisa vai”.
    Pois é, meu caro Murtinho. Logrou! Não foi o jogo dos sonhos, mas não foi pior do que 95% dos jogos dessa primeira rodada do Brasileirão. E pra mim já tá bom demais.
    Abraço e SRN.

  • author avatar
    carlos moraes 2 anos ago Responder

    Assunto 1 –
    POLÍTICA
    Assim como o grande Áureo. dou, pelo menos no momento, encerradas as minhas manifestações no Blog, após este comentário.
    Não posso deixar de elogiar muitos governos de outros países, como o do Uruguai.
    Como não sou comunista, deixo para quem é elogiar o russo do Wladimir Putkin.
    Por fim, ainda não vi, mas já considero uma obra prima o filme brasileiro ^Aquarius^, futuro ganhador da Palma de Ouro …

    Assunto 2 –
    GROSSERIA
    Para que tanto, Duda Valle.

    Assunto 3 –
    AUSÊNCIA
    Por final profundamente sentidas algumas ausências de colegas e confrades de sempre, com destaque, pelo menos para mim, do sábio EDVAN SANTOS.
    Do Bira Porto, já estou perdendo as esperanças.
    Da ^chefe^ Vivi, admito que esteja de férias.

    Ainda esperançosas SRN
    FLAMENGO SEMPRE

    • author avatar
      Henrique 2 anos ago Responder

      Prezado Carlos

      Vindo passar uns dias no pais, assisto atonito à mudanças fundamentais e de cunho, à meu ver, ao extremo ilegais.

      Soh posso concordar que isso à que assisto foi e é um golpe politico com consequencias provavelmente enormes. E negativas para a imensa maioria da populaçao, diga-se de passagem, pelo que estou vendo.

      Fica mais uma vez claro, nao era necessario demonstrar, que o ato de construir é imensamente mais dificil e penoso do que o de destruir.

      Mas nao é isso que queria dizer. Me lembrei que nesse blog temos advogados do mais alto gabarito, mestres das leis do pais, como voce, e por isso peço agora para voce uma ajuda para entender o seguinte, que o suiço que sou nao consegue entender:

      A presidente foi afastada por no maximo 180 dias.
      Depois desse tempo serah julgada.
      Como sua culpa nao foi provada, ela é, no fundo, até prova contraria, inocente.

      O interino (Temer) tomou posse.

      Agora vem o que nao entendo de forma alguma;

      SE é possivel que a presidente eleita retorne, COMO é possivel que ele forme legalmente um novo governo, pare com projetos do governo dela, inicie novos, demita uns e contrata outros?

      Ele nao teria, minha pergunta basica, que ESPERAR o julgamento antes de ter o DIREITO de mudar coisas?

      E, segundo, se ele tiver o direito – ELA terah tb esses direitos se voltar? Demitirah entao gente convocada por ele, fechara programas dele e abrirah de novo seus proprios?

      Que BAGUNCA é essa?

      Qual é a informaçao que me falta para comprender esse procedimento?

      Muito obrigado pelo esclarecimento!

      SRN

      • author avatar
        Aureo Rocha 2 anos ago Responder

        Henrique, abaixo estão os ritos restantes do impeachment:

        Ocorrerá agora uma segunda etapa, na qual a comissão especial do Senado emitirá um novo parecer, no prazo de 10 dias, pela procedência ou não da denúncia.

        Novamente, o prosseguimento está condicionado a aprovação do plenário por maioria simples.

        O processo é conduzido, então, para uma terceira fase, na qual só poderá haver condenação da presidente com voto de dois terços dos senadores, ou seja, 54 dos 81.

        Segundo os especialistas, dos 22 senadores que votaram contra o impeachment, nenhum vai mudar o voto e dos 55 que votaram a favor, 49 não irão também mudar o voto. Dos 6 restantes que votaram a favor, 3 senadores já declararam publicamente estarem insatisfeitos com o rumo que o Temer está dando ao Brasil e os outros 3 são um ponto de interrogação.

        Observe-se que na primeira votação houve uma abstenção e 3 ausências.

        Se absolvida, Dilma retorna normalmente às funções. Em caso de condenação, a pena será a perda do cargo e a inabilitação de exercício de função pública por oito anos.

        A denominada Lei do Impeachment é de 10 de abril de 1950, portanto, completou 66 anos. Entendo que já deveria ter sido aposentada.

        Saudações Rubro-Negras.

        • author avatar
          Henrique 2 anos ago Responder

          Muito obrigado, Aureo. Agora sei sobre o procedimento que vai rolar.

          Como voce bem escreve, talvez a Dilma retorne.

          E minha pergunta visava um possivel retorno dela. Acho que sobre isso voce nao me esclareceu.

          SE isso é possivel (o retorno), como um interino tem o DIREITO (ou nao?) de mudar tudo durante a fase interina dele?

          E se ela volta (pergunta segunda) – terah tb o DIREITO de mudar tudo de novo, jah que encontra um governo com projetos e leis totalmente diferente do que tinha em maos uns poucos dias antes?

          Muito obrigado por esse esclarecimento tb.

          SRN

    • author avatar
      Duda Valle 2 anos ago Responder

      Tanto ? :-) festival de achincalhes há anos e vc achou muito ? Esse presidente , essa diretoria , os tricoletes , aproximacao CBF , blogueiros cínicos … A lista eh grande …

  • author avatar
    Eric 2 anos ago Responder

    Eu quero vitórias, títulos, formação de atletas etc etc Sempre vivemos de raça e técnica. Você como um rapaz inteligente, de vasto vocabulário, sabe poetizar com nossa religião e comunica com eficiência seu propósito, graças a Deus em muito parecido com os nossos, mas tente racionalizar um pouco a questão de que quando a dívida estancar teremos um investimento muito maior no futebol. Não acredito que os jogadores não tenham raça, são meio ruins mesmo. É essencial esse processo por mais amargo. Vamos voltar ao topo, não vai demorar. E estarei aqui lendo seus textos. SRN

  • author avatar
    carlos moraes 2 anos ago Responder

    O início do Brasileirão não poderia ser pior – não estou falando do Flamengo – deixando saudades da mediocridade dos estaduais, à exceção, em parte, do de São Paulo.

    14 gols em 10 jogos é uma PROVA mais do que suficiente.

    O fim de semana passado, tragicamente, trouxe-nos o fim dos principais campeonatos da Europa (Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália, Portugal e França), a ser ^compensado^ pelo início de mais um do nosso, deixando evidente a mendicância do atual futebol jogado em terras tupiniquins.

    Li alguns comentários de nossos escribas ^oficiais^, não podendo deixar de destacar um, por sinal do ^nosso^ Arnaldo Branco que, para ser acremente sincero, não me parece dar muito bola para o RP&A.
    Assino o jornal da famigerada família Marinho, porta-voz oficial do golpismo, para manter as minhas relações com o meu estado e a minha cidade natais.

    Hoje, tive uma recompensa, exatamente a coluna do Arnaldo.
    Permito-me reproduzir um texto que julgo da maior importância –

    ^NOSSOS POLÍTICOS E CARTOLAS SÃO PÉSSIMOS E CONTROLAM O SISTEMA PELO QUAL PERPETUAM SEU PODER – QUE PASSAM ADIANTE PARA COMPARSAS E PARENTES. MUDAR O SISTEMA SIGNIFICAR TIRAR ESSES CARAS DE CIRCULAÇÃO, MAS NEM REZA BRAVA PARECE CONSEGUIR EVITAR QUE CERTOS NOMES BROTEM DE TEMPOS EM TEMPOS NO DIÁRIO OFICIAL.
    MUDAR O FUTEBOL BRASILEIRO SIGNIFICA TAMBÉM MUDAR O BRASIL – A DEPENDENCIA DO DINHEIRO DAS TRANSMISSÕES DE TV, SEU USO COMO MOEDA DE TROCA POLÍTICA, A IRRESPONSABILIDADE FISCAL TOLERADA, TUDO ISTO FAZ PARTE DE UM QUADRO MAIOR, ONDE O QUE PARECE SER O RESULTADO DE MUITOS ACIDENTES DE PERCURSO É NA VERDADE UMA ESTRATÉGIA BEM PLANEJADA PARA BENEFICIAR OS SUSPEITOS DE SEMPRE.^

    Rigorosamente NADA a ser acrescentado.

    Entristecidas Saudações Brasileiras.
    FLAMENGO SEMPRE

  • author avatar
    Roberto Fla 2 anos ago Responder

    Muita gente esculachando a diretoria, mas acho que estão trabalhando muito corretamente. Chega de bravatas vazias. O elenco melhorou e vem melhorando desde o ano passado (Ederson, Mancuello, Cuellar, Guerrero, Rodinei, …). Nossos últimos vexames, na Liga e no carioqueta estão na conta do Muricy. Material ele tem, mas escala mal, e deu prioridade ao carioca.

    Wallace estava uma draga e merecia banco, mas o cara insistia com o idiota em campo. César Martins jogou muito bem contra as tricoletes, e poderia ser mantido titular. O outro zagueiro contratado jamais entrou em campo, e deveria ter sido testado contra os pequenos do Rio. Agora reclama que não tem zagueiro.

    Prende o Jorge na marcação, quando o forte do moleque é o apoio. Vou cometer uma heresia aqui. Prefiro jogar com o apoio de bons laterais, e parece que temos dois, e ver um cão de guarda na frente da zaga como o Márcio Araújo.

    Mais uma coisa que incomoda é ver zagueiros que sobem para o ataque e não voltam. Nesse quesito pecam tanto o Wallace, quanto o Juan. Subir para o ataque nas cobranças de escanteio é legal, mas ficar lá é péssimo. Sempre vamos passar sufoco nos contra ataques.

    Guerrero é bom jogador, mas não acho que seja goleador. Talvez não tenha que ficar centralizado de costas para o gol. Acho que o Cirino pode fazer esta função, como queria o profexô (acho que foi a única coisa certa que fez o profexô). Ao contrário da imprensa esportiva, eu acho que não é um fracasso a sua passagem pelo Flamengo, até aqui. Claro que tem que melhorar. Vamos tentar algo novo, como trocar o cara de posição. Não adianta insistir com ele no meio do ataque. Mas um erro na conta do Muricy.

    Também achei uma pisada de bola do Bandeira ter aceitado o convite da cbf. Estavam e estão agonizando. A hora de acabar de vez com esta Máfia é agora.

    Abraços e SRN

  • author avatar
    Aureo Rocha 2 anos ago Responder

    No fim do ano passado, em resposta ao meu querido amigo Carlos Moraes, eu postei aqui no blog o seguinte comentário:

    “Carlos Moraes,
    Ao contrário do que você afirma, eu não sou admirador dos “Blues”. Eu admiro é o Flamengo.
    Eu procuro manter uma posição independente, em relação à atual direção do clube: aplaudo nos acertos e critico nos erros. Como as ações corretas são maiores do que as erradas, na minha curta visão, eu passo a maior parte do tempo aplaudindo.
    Erros e acertos são coisas naturais de qualquer administrador.

    Entretanto, há dois episódios que até hoje estão ainda entalados na minha garganta: a escalação de André Santos e a venda do Ernani Brocador. Em ambos, porém, eu não consigo encontrar indícios de culpa do Bandeira de Melo.

    Outra questão que começa a me preocupar é a angustia da direção do futebol em vender o Samir. Às vezes eu me pergunto: será que esta contusão do Samir não é uma farsa? Foi muito estranho… Samir se contundiu do nada… Será que trouxeram o César para venderem o Samir?

    Caramba! Se houve dinheiro em caixa para comprar o Guerrero, já que economizaram durante dois anos, qual a razão de vender o Samir? Fazer caixa como afirmam? Ou alguém vai levar um por fora, como devem ter levado na venda do Ernani?

    Eu só vi o Bandeira de Melo uma vez na vida: no Maracanã, no jogo Flamengo X Atlético MG. Entretanto, eu vejo nele o principal atributo que julgo necessário para um presidente do nosso Flamengo: honestidade. Aliás, atributo que faltou em quase todos os ex-presidentes do Flamengo.

    Creio que se reeleito, então com maior experiência e conhecimento da “malandragem do futebol,
    o que lhe falta no momento, Bandeira de Melo fará uma administração que marcará toda a História do Flamengo. Se eu estiver errado, São Judas Tadeu me perdoará, porque ele sabe que eu só quero o melhor para o Flamengo.

    Eu não confio nem no Wallin, nem no BAP e muito menos nas velhas raposas da Gávea. Tenho meu motivos para tanto.
    Todavia, se me convencerem de que estou equivocado, eu apoio um outro candidato. Aprendi a não andar de antolhos.

    Não foi porque votei na Dilma, que vou afirmar que minha decisão foi correta. Hoje, penso que errei.

    Sempre Flamengo.”

    Por que estou reproduzindo este comentário?

    Em primeiro lugar para mostrar que se hoje eu critico o Bandeira de Mello, o Muricy e o Rodrigo Caetano é porque já não suporto a sequência de insucessos. Caramba! Não chegamos nas finais de um Campeonato Carioca de Merda, muito menos da Primeira Liga. O time é de uma irregularidade constante: é uma no cravo e outra na ferradura.

    No último jogo contra o Sport, ficamos no 0 x 0 nos 45 minutos finais, mesmo com um jogador a mais. É claro que já começo a não acreditar nesse time. Chega uma hora em que o saco não aguenta mais. Porém, eu só critico, com a esperança de assistir à melhora do time.

    E, para encerrar, da minha parte, essa questão política, quero esclarecer que somente me posicionei contra o impeachment da Dilma, por reconhecer a não existência do crime de responsabilidade fiscal. Posso até estar equivocado. Mas, eu sou advogado e estudei criteriosamente o caso.

    No mais, espero que respeitem a minha opinião. Podem, portanto, discordar à vontade, mas sem agressões verbais gratuitas, por favor.

    Saudações Rubro-Negras.

  • author avatar
    Henrique 2 anos ago Responder

    Brocador?

    Eu até gostava dele, mas convenhamos – quem nao escala o Kayke e o outro moleque vai trazer o Hernane para que?

    E me lembro que no blog do flamengo tinha um monte de gente, na época, falando que o cara soh tinha sorte nos gols dele.

    E finalmente – ele pode até ser um cara bem quisto pela torcida, merecidamente, e por mim tb – mas nao vai ser ele que vai fazer do flamengo um time grande.

    Prefiro que o tecnico coloque enfim os garotos em campo e que a diretoria va pra m.

    • author avatar
      Bill Duba 2 anos ago Responder

      Não esqueçam que o Vizeu foi convocado pra sub-20, tambem vai desfalcar o Mengão.
      Saudações Rubro Nigérrimas

  • author avatar
    Duda Valle 2 anos ago Responder

    muricy tricolete ainda eh técnico ? Muricyball$$$
    Rodrigo Caetano tricolete vascaído dirigente ? Copa Eurico …
    Bandeira na CBF , deslumbrado …
    Texto Motivacional irônico cínico marketeiro blogueiro da diretoria ?
    Não conquista nada desde 2015 e nem as finais chega ?
    Brasileirão flanelinha ou lutando para não cair ?
    Antes tivesse começado alguma coisa , apenas mais do$$$$$ mesmo$$$

  • author avatar
    Henrique 2 anos ago Responder

    Comentario como sempre bem escrito. Infelizmente nao acho que uma misera vitoria nos mostre que estamos no caminho certo. Principalmente acontecendo no mes 5 de um ano que mal vimos futebol do time.

    Me nego de recomeçar com essas ponderaçoes sobre esse ou aquele jogador.
    Nao estamos em Brasilia.

    O clube nao é grande no minimo desde 2010. Eu dira ha bem mais tempo, jah que 2009 caiu do ceu.

    Hoje em dia passa pele 1000a vez tentando contratar no ultimo momento um pereba qualquer e daqui à pouco vai ter que passar tudo o que tem mais jogadores em troca.

    Nem isso vale mais a pena a comentar, é fato repetido de incapazes.

    Jah que em 1200 dias nao conseguiram nem um esboço de clube grande e de time grande – ta na hora de pegar o gorro.

    Virada mesa é o basico. Tudo fora disso é cosmetica.

  • author avatar
    pedro rocha 2 anos ago Responder

    Comentário com alta possibilidade de queimar a língua, mas é de graça então vamo lá:
    se sou da diretoria entrego aos chineses um DVD com melhores momentos do Guerrero NO CORINTHIANS, especialmente os gols decisivos no Mundial de Clubes.
    Quem sabe não se interessam e desembocam um caminhão de dinheiro pelo homem que até aqui tá devendo demais pra nós rubro-negros.
    Nem creio que dê pra fazer um DVD com lances do “craque” no Flamengo até aqui.
    Torcendo pra queimar a língua e o homem desembestar a fazer gol ou pelo menos assistências, em vez de ficar em impedimento, levar amarelos, aparecer em closes dando chiliques e perder gols relativamente fáceis pro que se espera de um matador,
    saudações rubro-negras.

  • author avatar
    Cotta 2 anos ago Responder

    Gostei da ironia, posso intuir que ela busca ser educativa. Não com os rubro-negros “arianos”, mas com uma geração que não sentiu a magia dos eighties e, de lá, compartilha mais comparações e frustrações do que vivência. E, talvez por insinuar uma imposição do “correto” Mengão way of life, entendo eu que ele perde um pouco o equilíbrio. Não por ser precipitado ( 1ª rodada ), afinal educação começa desde cedo e, de fato, temos que cultivar aquele modus operandi burocrático e tedioso ( para nós ) mas que ganha nos pontos corridos, porém acho que essa ironia não pode nos levar a um comportamento não-crítico.

    Por óbvio, não devemos criticar embebidos em nossa longa, constante e renovada ansiedade, mas devemos sim empurrar ( da forma que nos cabe ) para que o Flamengo esteja em seu devido patamar, o nº 1 do cosmo. Somos terceiro mundo, mas somos muitos. Há ainda muito espaço para abrir a boca da receita. Os blues têm agido corretamente nas finanças e no institucional. Sei que ainda falta $ pra fazer $, mas pra hoje temos espaço para sermos mais criativos. Mas até aí ok, desviei um pouco.

    Voltando : o grande pecado da nossa diretoria ( e aí vai minha crítica – à diretoria e ao texto que nos conduz a não-crítica ) é a falta da figura do policial mau, da chibata corporativa, do sacode nos come-e-dorme. A derrota me parece pouco sentida. E deixo claro, na minha humilde opinião, que não é questão de objetivar a raça e motivação por si só, mas fazer os jogadores buscarem uma proatividade dentro de campo que, ao pedirem a bola, assumam a responsabilidade de ídolo para com a torcida e não na visão operária de quem quer ganhar estrelinha do técnico. E, infelizmente, dentro da nossa cultura subserviente, o “fazer a mais” não vem com tapinha nas costas.

    SRN Cotta

  • author avatar
    carlos moraes 2 anos ago Responder

    BRASILEIRÃO 2016 – PRIMEIRA (e horrorosamente trágica) RODADA

    I – UMA NO CRAVO …

    Há vários títulos em disputa a cada Brasileirão.
    Óbviamente, o mais importante, o do título nacional.
    Há, ainda, a disputa das quatro vagas para a Libertadores, a do maior número de vitórias, a do melhor saldo de goals, a do maior número de gols (os três primeiros critérios técnicos de desempate), o da melhor defesa, o do artilheiro, o de nossa especialidade nos últimos anos, qual seja o da fuga do rebaixamento e outros mais.

    O primeiro a ser decidido, é o do PRIMEIRO GOL.
    Portanto, o primeiro título do ano foi do FLAMENGO.
    De fato e de direito.
    De fato deveria ser facílimo, pois apenas havia a concorrência de um só jogo.
    De direito, entrando todos os demais oito jogos compuseram a rodada inicial.

    Em assim sendo, o gol do Everton, aos CINCO minutos de jogo, foi, de fato e de direito, o PRIMEIRO GOL do Campeonato.
    Já temos UM título, enquanto os outros 19 estão chupando os dedos do pé esquerdo.

    II – … OUTRA NA FERRADURA

    No excelente artigo do Grão Mestre, que, tal como o Urubu Lino, passo a crer que foi todo ^a sério^ (o impossível acontece ,,,). está afirmado – ~SE O CAMPEONATO TERMINASSE HOJE, ESTARÍAMOS CLASSIFICADOS PARA A LIBERTADORES 2017^

    Ledo engano.
    Estamos apenas na QUINTA COLOCAÇÃO, aplicando-se todos os critérios de desempate existentes, os técnicos e também os disciplinares.

    Antes de um eventual sorteio, o último critério é o do menor número de cartões amarelos.
    As Flores ficam em terceiro (nenhum cartão), os Coxas em quarto (apenas um), nós e o Patético em quinto, graças aos cartões amarelos recebidos pelos DOIS PIORES JOGADORES em campo, a saber, o ^Seu Peru^ (ótima sacada) e o homem de Agadir.

    Quanta preocupação …

    Felizes SRN
    FLAMENGO SEMPRE

    PS – gozação ou não, também quero RAÇA E COMPROMETIMENTO

    • author avatar
      Bill Duba 2 anos ago Responder

      Caro Mestre. Chegando aqui em Cuba do Norte, me liga: 305-244-0090. Carlos SP e Lucifer tem meu cell no whatsupp e vamos sim comer uma baita pizza em homenagem a coágulos dissolvidos!!!
      E después é corneta neles.
      Saudações Rubro Nigérrimas

      • author avatar
        carlos moraes 2 anos ago Responder

        OK e muito obrigado

  • author avatar
    Anselmo Ferreira 2 anos ago Responder

    Boa tarde a todos!

    Em primeiro lugar, não sei o que é mais galhofesco: o crássico”ironia mode on” dos tempos de urublog do velho escriba ou a reação indignada da rapeize menos atenta (ah essa geração Z tão estranha aos rebuscados recursos linguísticos da literatura!!!) que fica pagando recibo – e mico. Menos fogo amigo e mais gibi da turma da Mônica, garelinha.

    Em segundo, o Vice SEMPRE.

    Ademais, faço coro às viúvas do Urublog, principalmente no que tange à verborragia tácita e cirúrgica dos textos daquele antro de ostentação fuderosística que foi o Uru. Manda mais texto que só a velha guarda entende, Mulan Rouge-Noir!

    Aproveitando a veia concordante, o comentário 38 do Vagner BSB #MeRepresenta. Lembro até que os primeiros jogos de 2011 foram bastante criticados porque o time vencia mas não convencia: era um tal de meio a zero nos Friburguenses e Olarias da vida que neguim ficava puto. Mas o time do Luxa teve resultados antes do bom futebol, até tiramos ondinha ao sustentar invencibilidade durante todo o primeiro semestre. É mentira, Terta?

    Então, vamos devagar com o andor porque terminamos aquele ano dando show e esculachando o Santos de Neymar em plena Vila Belmiro. E quem tira a cueca pela cabeça a cada bizonhice do Wallace (R.I.P.) ou do Chuchu – vulgo Gabriel – já teve que aturar o Deividiiiii, é mole ou quer mais?

    Good times ahead! Quem tiver olhos para ver e cuecas no lugar certo vai poder assistir de camarote a volta do fuderoso sanguinolento empalador de donzelas.

    Agora uma cornetada básica porque eu sou paciente mas ainda sou framenguista: Ô Caetano, que tal vender o Guerrero depois dele se tornar tri-artilheiro da Copa América e trazer de volta o Adriano? O cara tá apurando a forma nos states e vai voltar comendo grama, exatamente como o Pet de 2009, pra fechar a carreira com chave de ouro.

    Sangue-nos-zóisticas SRN

    • author avatar
      Silvio 2 anos ago Responder

      Com um time medíocre desse , não a de ir muito longe nesse campeonato, a realidade é outra não temos jogadores,não temos peças se reposição pra uma jornada tão longa. Vamos continuar a sofrer, como no ano passado.

      • author avatar
        Vagner BSB - SSA 2 anos ago Responder

        Não sei se é impressão minha, mas parece que muitos torcedores querem ver o time na merda para dizer o famoso “Eu não te disse? Te disse.”
        Parece que não querem que o time evolua e consiga conectar os bons jogadores que temos ao sistema de jogo. Um típico comportamento da arcorizada agourenta.

        Quem tem que falar que o Flamengo não vai dar liga; não vai evoluir; vai brigar para não cair ou coisas afins é a turma do contra, a arcoirizada toda. Nós, rubro-negros, mesmo diante das mais sombrias perspectivas, DEVEMOS torcer para que a coisa funcione de algum jeito.

        Não fosse isso, não ganharíamos a Copa do Brasil 2013. Pegamos o Cruzeiro (melhor time do país disparado naquele momento) e já estava decretada a eliminação antes de o primeiro jogo começar. Pegamos o Botafogo, vice-líder do Brasileirão naquele momento, e a galera já estava urubuzando (no pior sentido) o time. Pegamos Goiás (5º colocado) e Atlético-PR (3º colocado) na sequência e deixamos os dois pra trás. Como? Eu sei lá… A mística da camisa e da torcida elevaram o fraco elenco daquele ano ao título.

        Agora, com um elenco muito melhor, as pessoas ficam presas ao que estão vendo hoje. Não almejam nem projetam melhorias em um futuro breve. E esse breve pode ser amanhã (contra o Fortaleza) e domingo (contra o Grêmio). Não é preciso tirar “leite de pedra”. A qualidade está ali, falta apenas extrair o melhor desses jogadores. Ou trocar alguns dos jogadores por outros que JÁ ESTÃO LÁ, ao contrário de 2013.

        Eu sou radicalmente contra esse negócio de querer TER RAZÃO a ver o desenvolvimento do time.
        Repito, quem tem que “secar” e esperar coisas ruins para bater no peito que estava certo é a arcoirizada, NUNCA OS RUBRO-NEGROS.

  • author avatar
    Paulo Vinícius Siviero 2 anos ago Responder

    Fala Nação!

    Assim, eu tou triste e decepcionado com o Paolo Guerrero – que era o jogador que não é o eu queria. O que eu queria no Fla era do Corinthians. Esse ai não chega nem longe (quem dirá perto).

    Dessa forma, achei que não estivéssemos atentos ao mercado e vi uma notícia que me fez ficar um tanto mais contente:

    http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2016/05/em-evento-de-dirigentes-caetano-revela-que-fla-quer-volta-de-hernane.html

    Só o fato da direção saber que o jogador que foi ídolo poderá retornar, já é um alívio, já que trazer jogadores do nível do Fernandinho era fazer a carruagem voltar a ser abóbora.
    Ele sem dúvidas seria a cereja no bolo desse time que só não goleou o Ixpó no sábado por pouco poder de finalização. E isso o Brocador tem de sobra.
    É lógico que o jogador tem contrato com os baianos e vive se lesionando. Também tem a questão pro processo na Fifa, mas que é muito provável que se defina isso até o meio do ano (junho/julho). E convenhamos: Se o Fla quiser tirar o jogador do baêa – faz fácil – já que o menino sustagem Gabriel era muito mais caro e o Fla tava na penúria quando ele foi contratado.

    Vacilaram feio na saída do Brocador, mas de certa forma poderão corrigir em parte esse erro trazendo-o de volta. E outra, o jogador mesmo sem holofotes, já fez 10 gols em 12 jogos esse ano. Ainda dá caldo no ataque.

    SRN

  • author avatar

    Obrigado por me fazer constatar que a minha sanidade mental está intacta .
    Não aguento mais esses “flamenguistas” de memória curta ou , então , que acham que o Flamengo surgiu em 2009 .
    Parabéns pela ironia despejada nesses “torcedores” que , infelizmente , torcem pelo mesmo clube que nós .

  • author avatar
    Vagner BSB - SSA 2 anos ago Responder

    Eterno otimismo!

    O time do Flamengo ganhou apenas 3 vezes nas estreias dos campeonatos com Pontos Corridos.
    A primeira foi em 2008 – ganhou do Santos por 3×1 no Maracanã vazio (não me lembro o motivo da punição) logo depois de ter sido eliminado da Libertadores naquele fatídico jogo do Cabañas.
    A segunda vez que vencemos na estreia do Brasileirão foi em 2011. Foi uma goleada de 4×0 conta o “poderoso” Avaí. Ronaldinho Gaúcho e cia. tiveram uma jornada tranquila e saímos na liderança do campeonato na 1ª rodada (algo parecido ao que fez o Palmeiras no sábado).

    E, finalmente, o terceiro sucesso em estreias do Brasileirão aconteceu nesse sábado contra o Ixpó.
    O 1×0 magro e com pouco sal é o melhor resultado em estreias desde 2011. De lá pra cá, sempre empatávamos ou perdíamos no começo do campeonato. Eis o porquê da ironia do Arthur.
    Em 2012 empatamos com o mesmo Ixpó de sábado. Em 2013 e 2014 empatamos em 0x0 nas estreias contra Santos e Goiás, ambas em Brasília. E em 2015 perdemos na estreia contra o São Paulo.
    Ou seja, já saímos atrás da turma mesmo quando jogávamos melhor ou pior que o adversário. Quem sabe dizer qual jogo fomos bem ou mal desses citados? Poucas pessoas, não é mesmo.

    E é por isso que a análise deve-se pautar no resultado da partida. Início de competição é sempre tumultuado. Nem sempre o time está bem ou consegue bons resultados. E, a partir daí, seguem-se os ajustes de acordo com o que passa a ser apresentado nas rodadas seguintes. Correto??

    Nem sempre. Se o time já sai perdendo muitos pontos, a pressão é gigantesca e muitas etapas são queimadas. Treinadores são demitidos no início da competição (Jorginho em 2013; Jayme em 2014; Luxemburgo em 2015) e os trabalhos precisam ser reiniciados com a competição em andamento. E, como os elencos nem sempre estão fechados, a chegada de jogadores é precipitada ou feita na base do que é possível fazer nas emergências.

    Vencer, ou ganhar pontos importantes, nos primeiros jogos é essencial para a continuidade do trabalho. Se não dá certeza de nada, ao menos dá tranquilidade para que as coisas se acertem depois. E tempo para que algum trabalho floresça sem a pressão desmedida por parte da torcida, imprensa, sócios e conselheiros do clube. E o mais importante, as vitórias mantém o time dentro da disputa principal da competição.
    Basta ver o que aconteceu com o São Paulo do ano passado pra cá.

    O time deles era considerado o mais “sem sangue” de todos os clubes do país. Alguns bons e talentosos jogadores que se arrastaram por meses pelas bandas do Morumbi. Mas que, de algum modo, conseguiu resultados suficientes para chegar à Libertadores. Poderia dizer até que foram alguns milagres para que eles, misteriosamente, figurassem entre os representantes brasileiros na competição sul-americana.

    Perderam jogos ridículos, ficaram a 1 passo da eliminação na primeira fase mas, mesmo assim, jogando como timinho pequeno, conseguiram classificação para a fase seguinte. E, quando ninguém mais esperava, o time jogou bem e eliminou o Toluca praticamente no jogo de ida (4×0). Depois voltou a jogar “pedrinha”, mas está a um empate de chegar à semifinal da Libertadores. E, lembrem-se, tudo isso porque o time teve RESULTADOS antes de ter um bom desempenho.

    E é essa a situação do Flamengo este ano. Quando teve bons desempenhos, nem sempre colheu bons resultados. Massacrou o Vice da Gama em Brasília, o goleiro viceíno foi o grande destaque do jogo. Perdeu 4 chances dentro da pequena área; outras tantas em jogadas bem elaboradas. MAS, depois de fazer o gol, levou o empate na bola parada e é só isso que fica registrado na mente dos torcedores.
    Tanto que os viceínos estão “arrotando” que somos fregueses e que eles estão invictos há não sei quanto tempo.

    Então, se é para ter bons RESULTADOS antes de voltarmos a ter bons DESEMPENHOS, eu aceito.
    Só assim para as coisas mudarem com alguma tranquilidade. E que a pressão seja para que o time volte a jogar bem, além de ter resultados.

    Um dos maiores problemas do time foi resolvido: saída do Wallace. Não foi do jeito correto (barrado pelo Muricy), mas foi.
    E agora poderemos comprovar aquilo que dizíamos várias vezes sobre os jogadores da base, e em especial sobre o Léo Duarte. Ou alguém sentiu falta do Wallace no jogo de sábado? (O destino nos ajudou! De novo)

    Outras falhas podem e devem ser resolvidas. Mas, enquanto não forem, é bom ter bons resultados (somando pontos na tabela) para manter a pressão baixa e o time trabalhando com tranquilidade até o futebol (desempenho) ser condizente com esses resultados.
    Falo isso porque o outro jeito não funciona de jeito nenhum. Se jogarmos bem (ex. contra o Santos, Ponte e Palmeiras no 1º turno do ano passado), mas não vencermos, a falta de resultados condicionará o comportamento e as decisões tanto dos jogadores quanto da torcida, comissão técnica e torcedores. E é isso que não queremos.

    É o ideal? Para os rubro-negros, não. Mas, mesmo os torcedores mais rabugentos ficam sem argumentos sólidos quando o time vence. Então, que siga vencendo até melhorar o desempenho. E que os pontos na tabela ajudem os jogadores a ganhar confiança para jogarem melhor. Infelizmente, para que algo consiga florescer no futebol brasileiro é necessário que os resultados cheguem logo.

    Voltemos ao exemplo do Vice da Gama. Eles tiveram vários jogos em que não mereciam sequer empatar. Mas, mesmo sem merecer, eles conseguiam empatar ou vencer. E a confiança dos jogadores crescia por causa disso. Algo que aconteceu conosco nos anos de 1999, 2000 e 2001. Lembram?? Eles tinham um time melhor, com jogadores melhores, mas, na hora de decidir, as pernas “pesavam” contra nós. E levamos três títulos seguidos em cima deles com times muito piores.

    Então, finalizando, se a confiança vem com os resultados. Então, que os resultados venham antes dos bons desempenhos. Aí, quem sabe, o desempenho também chegará ao nível dos resultados que conseguirmos. Fazer o quê?

    SRN a todos

Deixe seu comentário